Na próxima década, 1 em cada 2 professores tem de ser substituído

A média de idade dos professores portugueses situa-se nos 49 anos, o que faz com que Portugal seja um dos países da OCDE onde esta classe está mais envelhecida.

Os professores portugueses estão cada vez mais velhos. A OCDE garante agora que, à conta das aposentações, durante a próxima década, Portugal vai ter de substituir 1 em cada 2 professores no ativo.

Ainda assim, o envelhecimento da profissão não é exclusivo do sistema educativo português. Nos últimos 5 a 10 anos, a grande maioria dos países viu a idade da classe docente aumentar, alerta a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), citada pelo Observador.

“Estes países vão ver-se a braços com o desafio de atrair e preparar um número elevado de professores nos próximos anos, a não ser que assistam também a um decréscimo do número de estudantes”, defendem os relatores do TALIS (Teaching and Learning International Survey), o inquérito feito aos professores, de cinco em cinco anos, pela OCDE, publicado esta quarta-feira.

A idade média dos professores portugueses é de 49 anos, o que contrasta com os 44 anos de média da OCDE. Além disso, quase metade tem mais de 50 anos (47%) e a faixa etária acima dos 60 já representa 20% da classe docente portuguesa.

Os números referentes aos diretores são ainda mais altos. A média situa-se nos 54 anos, com 23% a ter mais de 60 anos. Excluindo reformas antecipadas ou por invalidez, nos próximos 15 anos, quase dois terços dos professores (67%) terão idade suficiente para se aposentarem.

A idade média dos professores coloca Portugal na lista dos países da OCDE onde os docentes são mais velhos. Só a Bulgária, Estónia, Lituânia e Georgia têm uma classe docente mais envelhecida do que a portuguesa, com a idade média a chegar aos 50 anos neste último país. Do lado oposto, entre os 38 países analisados no relatório, está a Turquia onde a idade média é de 36 anos.

“Como a idade média de aposentação na OCDE é de 64,3 anos para os homens e de 63,7 anos para as mulheres, isto significa que os sistemas educativos vão ter de renovar pelo menos um terço da sua força de trabalho nos próximos 15 anos, assumindo que o número de estudantes se mantém estável”, lê-se no TALIS.

No caso de Portugal, a perspetiva piora, uma vez que é previsível que mais de metade dos professores ativos se reformem durante os próximos 10 anos. “Isto significa que Portugal vai ter de substituir um em cada dois membros da sua força de trabalho ao longo da próxima década.”

Mas este não é o único problema: os cursos superiores de Educação estão a atrair cada vez menos alunos, o que poderá vir a criar um problema de oferta em alguns grupos de recrutamento no curto prazo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …