Protestos no Iraque. Mais de 260 pessoas morreram desde 1 de outubro

Murtaja Lateef / EPA

Pelo menos 269 pessoas morreram desde o início de outubro no Iraque em protestos severamente reprimidos pelas forças de segurança e durante os quais outros grupos armados cometeram assassínios deliberados, alertou esta sexta-feira a ONU.

Na manhã desta sexta-feira, o Alto Comissariado dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra foi informado da morte de cinco manifestantes na noite de quinta-feira em frente ao prédio do governo de Bassorá. Além dos mortos, pelo menos 8.000 feridos, incluindo militares e agentes de segurança, foram registados entre 1 de outubro e 7 de novembro.

O número exato de vítimas pode ser muito maior. A maioria destas foi atingida por munição real disparada por forças de segurança e elementos armados, que muitos descreveram como milícias privadas”, disse o porta-voz do Alto Comissariado, Rupert Colville.

Outros sofreram o “uso desnecessário, desproporcional e impróprio de armas menos letais, como gás lacrimogéneo“, acrescentou o responsável.

A agência da ONU também está a acompanhar várias queixas sobre detenções, não apenas de manifestantes e ativistas, mas também de pessoas ligadas às redes sociais, embora tenha dito que está a enfrentar uma “falta de transparência” que dificulta o avanço nestas investigações.

Além dessas prisões, surgiram relatórios que revelam casos de sequestro de manifestantes e voluntários, que vão aos protestos para ajudá-los. “Todas essas reclamações devem ser investigadas rapidamente, precisamos esclarecer o paradeiro dos desaparecidos e saber quem são os responsáveis”, afirmou Colville.

Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas desde o início de outubro em Bagdad e no sul do país para exigir mudanças políticas amplas. Os manifestantes reclamam da corrupção generalizada, da falta de oportunidades de emprego e os péssimos serviços básicos, incluindo cortes regulares de energia, apesar das vastas reservas de petróleo do Iraque.

Os protestos espalharam-se para diferentes cidades do Iraque, apesar da repressão e da ameaça de que a lei antiterrorismo será aplicada a todos os que usarem a violência que sabotam propriedades públicas ou que atacam agentes de segurança com armas de fogo.

A pena de morte pode ser aplicada, temendo-se que possa ser usada para intensificar a repressão de pessoas que não são realmente responsáveis por nenhum desses atos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …

“Máfia do Sangue”. Ministério Público deixa Octapharma fora da acusação

O Ministério Público (MP) deixou a farmacêutica Octapharma fora da acusação da operação "O Negativo" por considerar que o ex-administrador Lalanda e Castro montou um esquema de corrupção para a venda de plasma ao Serviço …