Profissionais de saúde e setor social vacinados com terceira dose “muito em breve”

José Sena Goulão / Lusa

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde anunciou, esta quarta-feira, que será iniciado “muito em breve” o reforço de vacinação dos profissionais de saúde e do setor social.

António Lacerda Sales, secretário de Estado Adjunto e da Saúde, anunciou que será iniciado “muito em breve” o reforço de vacinação dos profissionais de saúde e do setor social com a terceira dose da vacina contra a covid-19.

“Porque nunca perdemos de vista aqueles que têm de cuidar de nós, vamos muito em breve começar com a terceira dose de reforço para profissionais de saúde, algo que já estava programado e aprovado pela Comissão Técnica de Vacinação”, afirmou.

O responsável marcou presença na sessão pública de apresentação de resultados de um inquérito à população sobre a saúde em Portugal, bem como novos indicadores do acesso a cuidados no Serviço Nacional de Saúde do Movimento Saúde em Dia, que decorreu na Ordem dos Médicos, em Lisboa.

O governante explicou que “não tinha sido publicitada” esta ação porque do ponto de vista operacional e logístico “é sempre um processo complexo”, mas assegurou que até ao final da semana será divulgada uma orientação.

Esta notícia surge depois de o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, ter considerado “um erro” não estar a ser pensado o reforço da vacinação contra a covid-19 dos profissionais de saúde, numa altura em que se começa a prever uma sobrelotação das urgências.

É um erro, neste momento, os profissionais de saúde não estarem já a ser considerados para receber a terceira dose” da vacina contra a covid-19, uma vez que foram dos primeiros a ser vacinados no final de dezembro de 2020 e em janeiro deste ano, disse o responsável.

O número de casos diários de covid-19 tem aumentado, semana após semana, desde o início de outubro. Esta quarta-feira, e pela primeira vez desde setembro, Portugal registou mais de 1.000 novos casos de covid-19 em 24 horas.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE