Professores não desistem: “Se não for com este Governo será com o seguinte”

Rodrigo Antunes / Lusa

Os professores não estão dispostos a desistir nem sequer a aligeirar a sua posição relativamente à recuperação total do seu tempo de serviço. É uma questão inegociável, sem qualquer moeda de troca. 

Para a Federação Nacional de Professores, neste momento só há uma dúvida por responder: se esta mudança vai ocorrer com o Governo de António Costa ou durante a legislatura de um próximo Executivo.

“Não vamos para negociações discutir o tempo que está em causa, mas sim o modo e o prazo em que a recuperação dos nove anos, quatro meses e dois dias será feita. Se não for possível fazê-lo com este Governo será com o seguinte”, disse Luís Lobo, dirigente da Fenprof, em entrevista ao jornal Público.

As declarações da Fenprof surgem poucos dias após António Costa ter admitido, em entrevista ao Expresso, que a idade da reforma poderia vir a ser uma das variáveis em conta nas negociações que decorrem com os professores. Desta forma, o tempo de serviço poderia permitir uma antecipação da idade de reforma, sem penalizações.

O PCP e o BE já demonstram que estão do lado dos professores. O partido comunista disse mesmo que o descongelamento das carreiras dos professores consta do Orçamento de Estado de 2018 e, por isso, o Governo deve cumprir esse compromisso.

A Fenprof explica que vai manter a mesma posição até agora adotada: “A nossa posição de princípio para a reunião de 7 de setembro – que foi marcada pelo ministro da Educação – é a mesma que sempre tivemos”, explicou João Dias da Silva, também líder da organização sindical.

“As negociações são para definir o modo e o prazo da recuperação do tempo de serviço e não para discutir quantos anos serão tidos ou não em conta. Este é o ponto de partida que o Governo também tem de assumir, porque é o que está na lei”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Nem devem desistir!O descongelamento não se faz apenas para alguns, ou é para todos ou não é para nenhuns!E não se compreende a posição do governo pois os Professores não querem tudo de imediato, mas sim o descongelamento que será feito por etapas para não pôr em causa qualquer orçamento de estado!

  2. espero que não haja STOP`S. É sempre em frente. Esta é uma luta de todos os professores e de toda a sociedade. É preciso partir para a greve pois só assim o governo vos dará atenção!
    Ou então que vos reformem aos 50 anos com subvenção vitalícia-
    É preciso lutar…

  3. Gostava que os senhores professores me explicassem porque é que todos os Portugueses tiveram e têm que sobreviver com a crise e os senhores professores, que vivem dos impostos aplicados aos privados, se sentem no direito de não haver crise para eles…? Para os outros fecharam empresas, perderam-se empregos, tiveram que emigrar etc. os senhores professores vivem noutro País e para eles os seus direitos é que importam…
    Qualquer governo que embarque nesta chantagem deve ser destituído por falta de votos.

RESPONDER

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …