Afinal, os produtos processados podem ser mais benéficos do que os naturais

Normalmente, as pessoas tendem a acreditar que os alimentos “naturais” são mais benéficos para a saúde. Mas será que o natural é sempre melhor do que o processado?

Na verdade, o facto de um produto estar in natura não significa que seja mais saudável, refere Christina Sadler, diretora do European Food Information Council e investigadora da Universidade de Surrey, no Reino Unido.

Isto porque alguns alimentos naturais podem conter mais toxinas e um processamento mínimo pode torná-los mais seguros.

O feijão, por exemplo, contém lectinas, que podem causar vómitos e diarreia, mas estas são eliminadas quando os grãos são colocados de molho durante a noite e depois cozinhados na água a ferver.

Por outro lado, o processamento também torna seguro o consumo de leite de vaca.

As evidências crescentes que sugerem que alguns organismos no leite poderiam ser prejudiciais à saúde levaram ao desenvolvimento de dispositivos para aquecimento do mesmo e à invenção da pasteurização. “É uma das histórias de sucesso de saúde pública mais importantes do último século”, afirma John Lucey, professor de ciência alimentar da Universidade de Wisconsin-Madison, nos Estados Unidos.

“Pouco antes da Segunda Guerra Mundial, cerca de um quarto de todas as doenças transmitidas por alimentos e pela água vinham do leite. Agora é menos de 1%”, realça.

O processamento também pode ajudar a reter os nutrientes dos alimentos que comemos.

Por exemplo, o congelamento, que é classificado como processamento mínimo, permite que frutas, legumes e verduras retenham nutrientes que se poderiam degradar enquanto estivessem no frigorífico.

“Existe a ideia equivocada de que produtos congelados não são tão bons quanto os frescos, mas isso é impreciso”, afirma Ronald Pegg, professor de ciência e tecnologia alimentar da Universidade da Geórgia, também nos Estados Unidos.

O processamento permite ainda que vitaminas e minerais, como vitamina D, cálcio e ácido fólico, sejam adicionados a certos alimentos processados, incluindo pães e cereais.

Esta iniciativa ajudou a reduzir várias deficiências de nutrientes entre a população em geral, mas isso não torna a comida necessariamente mais equilibrada.

O processamento também pode ajudar a preservar os alimentos e a torná-los mais acessíveis.

A fermentação, por exemplo, faz com que o queijo se mantenha estável por mais tempo e, em alguns casos, reduz a quantidade de lactose, tornando-o mais digerível para quem tem uma intolerância à presença deste tipo de açúcar.

Durante muito tempo, conservar os alimentos adicionando ingredientes como açúcar ou sal foi essencial para as pessoas sobreviverem ao inverno, diz Gunter Kuhnle, professor de ciência alimentar e nutricional da Universidade de Reading, no Reino Unido. “O processamento permitiu-nos estar onde estamos hoje, pois evitou que passássemos fome”, explica.

Kuhnle afirma que “muitos alimentos precisam de ser processados ​​para serem consumidos, como o pão. Não poderíamos sobreviver apenas com grãos”.

Adicionar calor, também considerado um processamento mínimo, torna muitos alimentos comestíveis, como batatas e cogumelos.

“Os tomates enlatados são um exemplo clássico de que os alimentos processados ​​podem ser melhores do que as suas versões frescas”, sublinha Kuhnle, acrescentando que assim “estes podem ser colhidos muito mais tarde, quando o produto está muito mais maduro, e podem ser processados ​​de maneira muito mais suave.”

Um outro exemplo é o bacon, que não melhora a saúde, mas oferece a mais pessoas acesso à carne, ao evitar que a comida estrague.

Apesar destas conclusões, os especialistas concordam que têm de haver mais pesquisas para se perceber quais são as verdadeiras consequências dos alimentos processados na nossa saúde.

Ainda não se sabe de que forma os flavonoides e polifenóis – micronutrientes encontrados em algumas plantas e que foram associados a muitos benefícios à saúde – nas frutas são afetados pelo processamento, diz Kuhnle.

Embora o processamento mínimo tenha muitos benefícios, não se pode dizer o mesmo sobre o que os sistemas de classificação de alimentos “ultra-processados”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Sim, claro e também havia anúncios a dizer que o tabaco era bom para a saúde e os médicos recomendavam cigarros e tudo…

RESPONDER

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …

Myanmar. Junta militar anula resultados das eleições de 2020

Militares entendem que a votação não foi "livre e justa". Anúncio da anulação das eleições de 2020 não foi acompanhado de uma data para a realização de um novo ato eleitoral — tal como seria …