Procuradoria brasileira pede investigação de 54 políticos por desvios na Petrobras

Fellipe Sampaio / SCO / STF

O procurador-geral da República do Brasil, Rodrigo Janot

O procurador-geral da República do Brasil, Rodrigo Janot

A Procuradoria-Geral da República brasileira pediu ao Supremo Tribunal Federal do país a investigação de 54 pessoas, entre as quais políticos, suspeitas de envolvimento no esquema de corrupção na empresa Petrobras.

Os nomes, que constam de 28 processos, ainda não foram divulgados. Jornais brasileiros indicam que entre os 54 possíveis investigados estão políticos de vários partidos brasileiros.

A imprensa brasileira noticia que o procurador-geral da República do Brasil, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento das investigações relacionadas com sete políticos, por falta de indícios suficientes para a abertura de inquérito, e também o fim do sigilo sobre o caso.

O pedido ao Supremo Tribunal Federal é necessário porque os políticos no exercício do mandato possuem imunidade e não podem ser investigados pelo Ministério Público ou pela Polícia Federal sem a autorização da mais alta instância judicial do país.

A Polícia Federal investiga, desde março de 2014, no âmbito a Operação Lava Jato, desvios de dinheiro, pagamento de luvas, corrupção e branqueamento de capitais.

Os políticos que poderão ser investigados pertencem a diversos partidos, incluindo o Partido dos Trabalhadores (PT, de Dilma Rousseff), o Partido do Movimento Democrático Nacional (PMDB, da coligação do PT), e do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB, principal força de oposição), informaram jornais locais.

Os nomes foram obtidos em depoimentos de dois acusados que fizeram acordo com a Justiça em troca de uma possível redução de pena, o “doleiro” (cambista ilegal) Alberto Yousseff e o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Supremo dos EUA mudou as suas regras para que as juízas não fossem constantemente interrompidas

Revelação foi feita por Sonia Sotomayor, uma das três mulheres que compõe o coletivo de nove juízes e a primeira latina a chegar ao cargo. O facto de serem constantemente interrompidas em reuniões ou outros …

A candidata a primeira-ministra da Hungria, Klára Dobrev.

Num futuro sem Orbán, a oposição escolhe entre um novo conservador ou uma liberal divisiva

Os opositores de Viktor Orbán estão na dúvida quanto ao candidato para enfrentar o atual primeiro-ministro nas próxima eleições. Esta indecisão pode custar-lhes o assalto ao cargo. Viktor Orbán é um nome recorrente na política húngara. …

Nuno Melo, do CDS/PP

Nuno Melo ataca líder do CDS por anunciar sentido de voto sem consultar deputados

O candidato à liderança do CDS-PP criticou, este sábado, o atual líder do partido por ter comunicado publicamente a intenção de votar contra a proposta de Orçamento do Estado sem se ter reunido com os …

Vaticano tem três celas e um só prisioneiro. Uma onda de julgamentos pode mudar isso

Dez pessoas vão ser julgadas no Vaticano por crimes relacionados com a venda de um edifício em Londres. Visto como limitado e sombrio, o sistema judicial da cidade-estado está a mudar. Carlo Capella é o único prisioneiro …

Alexandra Leitão diz que "não há trabalhadores a mais na Administração Pública"

A ministra da Modernização do Estado assegura que não há trabalhadores a mais na Administração Pública e assume toda a abertura do Governo para negociar, "com humildade e responsabilidade", medidas adicionais às inscritas no OE2022. Em …

Start-up israelita quer fazer roupa a partir de algas

A Algaeing, criada em 2016, é uma empresa que converte as algas numa fórmula líquida, que depois pode ser usada como corante ou transformada num tecido. A indústria da moda é uma das responsáveis pelas emissões …

O antigo Presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton

Bill Clinton já teve alta hospitalar e deve regressar a Nova Iorque

O ex-Presidente dos Estados Unidos deixou, neste domingo de manhã, o hospital da Califórnia onde foi internado com uma infeção, informou o chefe da equipa de médicos que o tratou. "O Presidente Clinton teve alta do …

Acordo escrito. Bloco diz que Governo "conhece bem" os pontos negociais

O Bloco de Esquerda anunciou, este domingo, que vai enviar ao Governo propostas de articulado de nove pontos negociais colocados em cima da mesa no início de setembro, aos quais declara não ter obtido resposta …

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem com menos de 540 euros por mês

Mais de 1,6 milhões de portugueses vivem abaixo do limiar da pobreza, ou seja, com menos de 540 euros por mês, uma realidade que afeta famílias numerosas, mas também quem vive sozinho, idosos, crianças, estudantes …

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira

"Subida do salário mínimo é para manter", diz Siza Vieira

O ministro da Economia destaca que a trajetória do aumento do salário mínimo nacional "é para manter", assegurando que a meta é que este suba até aos 750 euros em 2023. Em entrevista ao semanário Expresso, …