Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Tiago Petinga / Lusa

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia Judiciária (PJ).

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial na terça-feira.

Na segunda-feira, as sete pessoas foram detidas numa operação conjunta da Polícia de Segurança Pública e da Polícia Judiciária naquele bairro do distrito de Lisboa.

Numa nota, a PJ explicou que foram identificados e detidos sete homens, entre os 18 a os 24 anos de idade, por fortes indícios da participação “em diversos factos que configuram a prática de crimes de homicídio na forma tentada, roubo qualificado, posse de armas proibidas e incêndios”.

Nesta operação policial, designada “Tenaz”, foram efetuadas várias buscas domiciliárias e executadas diversas apreensões, nomeadamente de armas de fogo e brancas, munições e dezenas de doses de produto estupefaciente, tendo sido recuperados alguns bens roubados.

Os agentes da PJ e a PSP de Loures cercaram o bairro da Quinta da Fonte esta manhã, controlando a entrada e saída de todos os veículos, de forma a que dezenas de inspetores possam avançar em segurança para buscas e detenções de suspeitos de crimes já identificados.

Os agentes da PJ e a PSP de Loures cercaram o bairro da Quinta da Fonte esta manhã, controlando a entrada e saída de todos os veículos, de forma a que dezenas de inspetores possam avançar em segurança para buscas e detenções de suspeitos de crimes já identificados.

A operação teve início antes das 7h e terminou cerca das 8h36.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.