Prioridade do Governo “não é proibir despedimentos, é apoiar” o emprego

Em entrevista ao Público, o primeiro-ministro António Costa disse que a prioridade do Governo é apoiar o emprego e garantiu que não há dinheiro dos contribuintes a financiar o Fundo de Resolução.

Em entrevista ao Público, o primeiro-ministro sublinhou que a prioridade do Governo “não é proibir despedimentos, é apoiar” o emprego, e garantiu que “não há” dinheiro dos contribuintes a financiar o Fundo de Resolução (FdR) em 2021. “A nossa prioridade não é proibir despedimentos, é apoiar a manutenção do emprego“, disse António Costa.

O primeiro-ministro explicou que o “excesso de rigidez pode significar matar muitos mais postos de trabalho do que aqueles que serão sacrificados para que a empresa se mantenha a funcionar”.

No caso das empresas, não se pode “matar o doente com a cura” e o “razoável” – palavra que o líder do executivo socialista utiliza bastante ao longo da entrevista – é “não permitir às empresas abusarem” da crise económica decorrente da pandemia “para fazerem despedimentos que doutra forma não fariam”.

António Costa também foi taxativo em relação ao financiamento do FdR com dinheiro dos contribuintes no próximo ano. “A questão é saber se há dinheiro dos contribuintes a financiar o FdR: não há”, frisou o primeiro-ministro.

Questionado sobre a razão pela qual não houve um acordo entre o Governo e o Bloco de Esquerda sobre esta matéria, Costa respondeu que essa questão tem de ser feita aos bloquistas, uma vez que o Governo fez “aquilo que era razoável”.

“Infelizmente, alguns países têm bancos que precisam dos mecanismos de apoio no FdR, é o nosso caso com o Novo Banco. Depois há um contrato que como qualquer outro deve ser cumprido”, frisou, acrescentando que o que é esperado “de um Estado é que cumpra e honre as suas obrigações”.

O também secretário-geral do PS adicionou que “é razoável” dizer que, “neste contexto, este ano o Estado não vai financiar” o Fundo de Resolução e que “foi em atenção” ao Bloco de Esquerda e “para responder a uma posição” do partido que o Governo adotou “esta posição”.

“Se alguém está numa mesa de negociações com razoabilidade, a afirmação de que impedimos o Estado de financiar o FdR é uma afirmação política e um ganho político muito relevante”, considerou.

Negociações OE2021

Em relação às negociações com os parceiros políticos, Costa disse que a postura do Governo nos últimos cinco anos foi a de “não as fazer na praça pública”. “Não gostaria de prosseguir as negociações com o BE através do canal público”, acrescentou, esclarecendo que o Executivo ainda está a fazer um “esforço de aproximação” e até há votação final global da proposta de Orçamento do Estado para 2021 há “tempo para procurar ultrapassar divergências”.

Contudo, “o limite é o bom senso e o que é razoável”.

Interrogado sobre se a dificuldade na aprovação do OE para o próximo ano é sinal de que o Governo está politicamente desgastado, Costa rejeitou essa hipótese e considerou que “há uma enorme diferença entre o que é a bola político-mediática e aquilo que é efetivamente a vontade e o sentimento popular”.

O chefe do Governo exemplificou esta ideia com as sondagens, que demonstram que “não existe essa vontade de mudança, nem esse desgaste”. Além disso, disse que ainda não encontrou “alguém que visse” razões para o BE não viabilizar a proposta de OE2021.

Sobre a integração na comissão de honra do atual presidente do Sport Lisboa e Benfica e recandidato ao cargo, Luís Filipe Vieira, – da qual Costa foi excluído, entretanto, por Vieira – o primeiro-ministro disse, do ponto de vista da sua consciência, “não devia recusar, naquele momento e naquela circunstância”.

Em relação à evolução da pandemia no país, obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid não agrada ao socialista, no entanto, Costa considera que é uma necessidade.

“Se me pergunta se é uma medida de que eu gosto? Não, não gosto da medida. E a ideia de ser obrigatória a aplicação? Não, também não gosto da medida. Se neste momento acho que é necessária? Acho que sim”, vincou.

Com a aproximação do Natal, numa altura em que o número de novos casos já ultrapassou várias vezes os 2.000, Costa não descartou a possibilidade de, assim como aconteceu na Páscoa, proibir a saída das pessoas “do concelho” para “poderem ir à terra”.

O líder do executivo afirmou ainda que a forma como substituiu o juiz conselheiro Vitor Caldeira pode não ter sido “errática”, no entanto, “errada foi de certeza porque não foi bem comunicada”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"O medo não é a vacina". Centenas de pessoas contestam medidas do Governo em Lisboa

Centenas de pessoas contestaram este sábado as medidas impostas pelo Governo para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19, com gritos pela “liberdade” e pela “verdade”, numa manifestação realizada na praça do Rossio, em Lisboa. A …

Os humanos estão a pôr em causa a alimentação dos animais predadores

Os animais predadores que vivem perto de humanos estão a obter metade dos alimentos supostos e isso pode ser muito prejudicial, referem investigadores americanos. De acordo com um novo estudo publicado no jornal Proceedings of the …

Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a …

Porto 1-0 Gil Vicente | Dupla Shoya-Evanilson embala “dragão”

Difícil, mas justo. O FC Porto recebeu o Gil Vicente numa noite chuvosa no Dragão, dominou claramente até aos 75 minutos – altura em que Zaidu foi expulso – e venceu por 1-0. Um resultado …

O novo recurso da Google encontra qualquer música. Basta cantarolar, assobiar ou cantar

Na semana passada, a gigante tecnológica da Google lançou uma versão atualizada da aplicação que ajuda a encontrar qualquer música que esteja presa na sua cabeça - mas que não saiba o nome. Com a nova …

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …