“Emoções voltam aos solavancos”. Príncipe William fala de traumas (e da mãe) em documentário da BBC

Carfax2 / wikimedia

Num novo documentário da emissora britânica BBC, o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono, falou sobre os traumas do seu passado, incluindo sobre a morte da sua mãe, a princesa Diana.

Em declarações à BBC, o príncipe William revelou que tornar-se pai trouxe de volta emoções dolorosas que sentiu após a morte da sua mãe, quando tinha apenas 15 anos.

Diana, princesa de Gales, morreu num acidente de carro em Paris em 1997.

O duque de Cambridge, que tem três filhos com Kate Middleton, disse que os sentimentos de um evento “traumático” podem ressurgir ao ter filhos. O príncipe William, pai do príncipe George, da princesa Charlotte e do príncipe Louis, revelou ainda que se apoia em Kate nesses momentos difíceis.

“Ter filhos é o maior momento de mudança de vida, é mesmo”, sublinhou o príncipe William.

William disse, num documentário da BBC sobre saúde mental, que, às vezes, achava as coisas “esmagadoras”.

“Acho que quando se passa por algo traumático na vida – a minha mãe a morrer quando eu era mais jovem -, as emoções voltam aos solavancos porque é uma fase muito diferente da vida. E não há ninguém para ajudar, e eu definitivamente achei isso, às vezes, esmagador”, explicou o príncipe William.

O príncipe William disse que as emoções podem “surgir do nada”, algo que não se espera ou algo com que se pensa que já se lidou.

O príncipe William e o seu irmão mais novo, Harry, atravé da sua campanha de saúde mental Heads Together, falaram cada vez mais sobre o impacto que a morte da sua mãe teve neles.

A Princesa Diana, 36 anos, Dodi Fayed, de 42 anos, e o motorista de ambos Henri Paul, 41 anos, morreram no túnel da ponte de l’Alma, em Paris, a 31 de agosto de 1997. A causa oficial do acidente, até hoje, continua a ser a intoxicação do condutor e o facto de Diana não ter colocado o cinto de segurança no carro.

Mesmo assim, em 2008, uma nova investigação britânica descobriu que os paparazzi que estavam a perseguir o carro do hotel Ritz até o apartamento de Al-Fayed, juntamente com o motorista, foram os culpados do acidente.

Ainda assim, há quem questione se foi verdadeiramente um acidente.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Campo magnético da Terra pode mudar 10 vezes mais rápido do que se pensava

As mudanças na direção do campo magnético da Terra podem ocorrer dez vezes mais rápido do que se pensava até então, sugerem novas simulações levadas a cabo por cientistas da Universidade de Leeds (Reino Unido) …

O buraco negro mais faminto do Universo engole por dia uma massa equivalente à do Sol

No centro do quasar mais brilhante já descoberto "mora" um dos maiores buracos negros que é também o mais "faminto" de todo o Universo: por dia, engole o equivalente à massa do nosso Sol. As …

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …