Em apenas 48 horas, o Príncipe Harry arranjou dois empregos (os primeiros da sua vida)

Neil Munns / EPA

O príncipe Harry, de Inglaterra, e a atriz norte-americana Meghan Markle

O Príncipe Harry nunca teve que trabalhar na vida para ganhar o seu dinheiro, mas agora arranjou dois empregos em apenas dois dias. Assim, é o novo Director de Impacto numa startup de Silicon Valley que se dedica à saúde mental e vai “lutar” contra as fake news no Instituto Aspen.

Harry integra o painel de 15 elementos da “Comissão sobre a Desordem da Informação” do Instituto Aspen, a par de nomes como Kathryn Murdoch, a empresária que é nora do magnata dos media Rupert Murdoch, bem como de jornalistas, políticos e professores.

O objectivo da Comissão, que vai prolongar-se por seis meses, é encontrar soluções para as fake news no mundo digital presente.



No anúncio da contratação do Príncipe para este painel, o Instituto Aspen, uma organização internacional sem fins lucrativos, refere que Harry “é um humanitário, militar veterano, defensor do bem-estar mental e ambientalista“.

A Comissão do Instituto Aspen é financiada pelo bilionário Craig Newmark, o fundador do Craigslist, um site de anúncios classificados que tem sido muito criticado por ter sido o ponto de partida para a realização de vários crimes.

Aos 36 anos, Harry vai, assim, travar um combate contra a “avalanche de desinformação” que abala a nossa sociedade, como destaca o membro da realeza britânica citado pelos media internacionais.

“Acredito que esta é uma questão humanitária e, como tal, exige uma resposta de múltiplas partes interessadas”, incluindo “membros dos media, investigadores académicos e líderes de Governo e da sociedade civil”, destaca ainda Harry.

O Príncipe refere que está “ansioso” por começar a trabalhar de modo a encontrar “soluções para a crise de desordem de informação”.

Director de Impacto em Silicon Valley

Contudo, este emprego como “comissário” é apenas um part-time, pois Harry também foi nomeado Director de Impacto da startup BetterUp, uma empresa de Silicon Valley que presta serviços de coaching e de apoio à saúde mental.

Este novo cargo, o primeiro emprego a sério de Harry, foi notícia depois de o Príncipe ter dado uma entrevista a Oprah Winfrey, ao lado de Meghan Markle, onde revelou que o pai deixou de o financiar e que está a viver com o dinheiro da herança da mãe Diana.

O casal também falou de como a pressão de pertencer à Família Real afectou a sua saúde mental, em particular Meghan Markle que assumiu que chegou a pensar em suicídio.

A BetterUp aponta que Harry vai ser o seu primeiro Director de Impacto, onde deverá contribuir para tomar decisões estratégicas em torno de produtos e para iniciativas de solidariedade.

Também se espera que venha a falar publicamente de tópicos relacionados com a saúde mental, servindo como um porta-voz altamente mediático.

O CEO da empresa, Alexi Robichaux, refere ao Wall Street Journal que Harry vai ter “um papel significativo e substancial” na empresa.

Numa nota no site da BetterUp, o CEO destaca ainda que o Príncipe vai continuar a “educar e inspirar”, como “vem fazendo há anos”, para “a importância de nos focarmos na saúde mental preventiva e no potencial humano”.

“Sentimo-nos estimulados pelo seu modelo de inspiração e impacto através da acção”, aponta ainda Robichaux.

“Como um verdadeiro cidadão do mundo, ele dedicou o trabalho da sua vida a chamar a atenção para as diversas necessidades das pessoas em todos os lugares e a defender iniciativas de saúde mental”, acrescenta.

Como exemplos do trabalho feito por Harry, o CEO cita os Jogos Invictus, evento desportivo para militares feridos ou com incapacidades que foi criado pelo Príncipe, e as campanhas que fez com jovens infectados com VIH/SIDA no Lesoto e no Botswana.

Uma “paixão partilhada”

Já Harry destaca, também no site da empresa, a “paixão partilhada” com Robichaux para “ajudar os outros a realizarem todo o seu potencial”.

Elogiando o trabalho feito pela BetterUp, o Príncipe revela que ele próprio usufruiu dos benefícios de coaching fornecidos pela empresa.

“Descobri, pressoalmente, como trabalhar com um coach BetterUp é inestimável. Fui combinado como um coach realmente incrível que me deu bons conselhos e uma nova perspectiva”, aponta.

“Como o primeiro Director de Impacto da BetterUp, o meu objectivo é levantar diálogos críticos em torno da saúde mental, construir comunidades compassivas e de apoio, e promover um ambiente para conversas honestas e vulneráveis”, frisa ainda Harry, notando que tem a “esperança” de “ajudar pessoas a desenvolverem a sua força interior, resiliência e confiança”.

Harry ainda destaca que o foco na saúde mental “desbloqueia potencial e oportunidades”. Além disso, aponta a “resiliência mental” como especialmente essencial, notando que aprendeu o que verdadeiramente significa e como moldá-la nos Comandos da Marinha Real.

Nos últimos tempos, foi também notícia que Harry e Meghan assinaram contratos milionários com a Netflix e o Spotify para a criação de conteúdos exclusivos para as duas plataformas de streaming através da produtora de ambos, a Archewell Audio.

  Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto é o que faz ter “bons amigos”. Parece que o rapaz já pediu para deixarem de o tratar por príncipe, uma vez que já não o é, mas as pessoas continuam a insistir em tratá-lo por tal. Tal como a sua mãe, que será sempre a eterna princesa no coração das pessoas.

  2. Pensava que tinha arranjado 2 trabalhos de 8 horas ou a servir num restaurante ou algo parecido.. Qualquer coisa a dar no duro como um trabalho normal como as pessoas normais assim arranjava 200 trabalhos

RESPONDER

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a determinação da princesa Ka'iulaniem não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …

Preço da luz no mercado regulado deverá subir 0,2% em 2022

O preço da eletricidade para os consumidores do mercado regulado deverá subir 0,2% no próximo ano face à média do ano em curso, segundo a proposta da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) hoje anunciada. “Para …

Governo recua e anuncia redução de imposto sobre combustíveis. Gasolina desce dois cêntimos e gasóleo um

Com a subida abrupta do preço dos combustíveis, o Governo anunciou esta sexta-feira à tarde que irá reduzir o ISP. Na prática, ao consumidor isto significa que o preço da gasolina vai baixar dois cêntimos …

Bolsonaro admite que chora sozinho na casa de banho

Num encontro organizado pela igreja evangélica Comunidade das Nações, em Brasília, na quinta-feira, o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, admitiu que costuma chorar na casa de banho. “Quantas vezes eu choro na casa de banho, em …

Jogadores em greve no Brasil, presidente no Estádio da Luz

Crise financeira grave no Cruzeiro, jogadores não apareceram para treinar e o presidente estava em Portugal. O plantel do Cruzeiro não apareceu no treino marcado para a tarde desta quinta-feira. Na véspera, os jogadores já tinham …

"É devastador": os millenials que querem ter filhos, mas não têm condições financeiras

Têm três empregos, querem mudar de carreira ou estão a mudar-se para zonas distantes para ter alojamento mais acessível. Assim é a vida dos millenials, que fazem tudo para juntar dinheiro suficiente para sustentar uma …

Milionário Robert Durst condenado a prisão perpétua por matar melhor amiga

O tribunal de Los Angeles condenou o excêntrico milionário de 78 anos a pena perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional, pelo homicídio em primeiro grau de Susan Berman (o equivalente a homicídio qualificado), segundo a …

Cientistas tentam desvendar por que comemos demais

Em 2019, cientistas descobriram que certas células em ratos obesos impediam os sinais que indicam a sensação de saciedade. Agora, uma nova investigação fez uma abordagem ainda mais profunda sobre o papel destas células. O estudo, …