Norte-americana criou campanha de angariação de fundos para ajudar Harry e Meghan

Facundo Arrizabalaga / EPA

O príncipe Harry e Meghan Markle

Depois de se afastarem da família real e irem viver para os EUA, os Sussex viram os seus apoios financeiros serem cortados. Contudo, houve quem quisesse dar uma “mãozinha” ao casal.

Em janeiro do ano passado, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado a anunciar que o Príncipe Harry e Meghan Markle não seriam mais membros seniores da família real.

Como tal, foi revelado que o casal não iria receber mais fundos públicos e que queriam reembolsar os 2,4 milhões de libras que foram gastos para renovar a casa de campo Frogmore, a propriedade de Windsor onde planeavam viver quando casaram.

No entanto, o casal acabou por se mudar para os EUA onde comprou uma luxuosa mansão. Ainda assim, há quem acredite que os Sussex estão desesperados por ajuda financeira.

Assim, Anastasia Hanson, começou um GoFundMe para angariar dinheiro de modo a ajudar os duques.

“Olá, eu sou a Anastasia Hanson de Ventura, Califórnia, e se também deseja apoiar o Harry e a Meghan com uma doação faça-o. Assim eles podem pagar a hipoteca da casa”, escreveu a norte-americana na descrição para a angariação de fundos. Hanson referiu ainda que esperava arrecadar pelo menos 10 milhões de dólares e assim ajudar a pagar a nova casa.

De acordo com a Variety, a atual casa de Harry e Meghan foi comprada ao empresário russo Sergey Grishin.

A mansão de estilo mediterrâneo, também conhecida como Chateau de River Rock, tem sete quartos, catorze casas de banho, biblioteca, ginásio, duas saunas, um elevador e cinema. A propriedade também possui uma casa de chá, uma casa de campo para as crianças, uma piscina e um court de ténis.

A angariação de fundos foi lançada depois de Harry dizer a Oprah Winfrey, durante a polémica entrevista que o casal deu, que a família real cortou drasticamente os apoios financeiros, e que teve de usar a maior parte da herança de 10 milhões que recebeu, após a morte da sua mãe, para pagar uma equipa de segurança permanente.

Hanson disse The Sun que acreditava que Harry e Meghan estavam a passar por um “momento muito difícil” e que queria encontrar uma forma de os ajudar. “Gosto de ajudar as pessoas e ajudá-las de todas as maneiras que posso. Isso dá-me felicidade. É uma boa ação”.

Mesmo que o casal tenha de ajustar os seus orçamentos depois da mudança de vida, a sua situação financeira encontra-se estável.

No outono passado, assinaram um contrato de vários anos com a Netflix. Embora o serviço de streaming se tenha recusado a comentar os termos financeiros, fontes disseram ao The New York Times que os Sussex estavam “a tentar um acordo em torno dos 100 milhões”.

Harry e Meghan também têm produzido podcasts para o Spotify – uma parceria que a ITV estima em cerca de 25 milhões de dólares.

Entretanto a angariação de fundos já foi removida, depois de arrecadar apenas 110 dólares para o casal. Aos 5 dólares investidos por Hanson, juntaram-se mais 100 de alguém identificado como “apoiante”.

A GoFundMe não respondeu a um pedido de comentários da VICE, apesar de os seus termos e condições proíbirem o uso dos serviços em nome de terceiros e sem o seu consentimento.

Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Estes príncipes revoltados só aparecem a contar a sua trágica história porque ficaram sem dinheiro!
    É lógico que os monarcas são xenófobos, quando um nobre casa com alguém do povo é um escândalo para eles.
    Qualquer dia sofrem um acidente de carro enquanto são perseguidos por paparazis, como aconteceu à mãe do jovem, e pronto acabam-se as histórias.

RESPONDER

A Lilium testou o seu táxi voador de quinta geração — com direito a vídeo e som

Empresa alemã quer tornar-se uma referência do transporte aéreo de nova geração, pelo que se tem esforçado por responder a todos os pedidos e solicitações de melhorias enviadas por possíveis compradores. O modelo eVTOL da empresa …

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …