Este é o primeiro chocolate “desperdício zero” do mundo (e até a embalagem tem surpresas)

Tem a forma de uma tablete de chocolate normal, mas tem variados sabores curiosos. Porém, o elemento mais intrigante do doce da Índia é ser o primeiro chocolate com zero desperdício do mundo.

A empresa indiana, Cocoatrait, usa uma combinação de várias tecnologias e ingredientes naturais para produzir uma tablete que tem um impacto mínimo no ambiente – desde a produção, passando pelo consumo, até à embalagem, que é 100% reutilizável.

A ideia de criar a Cocoatrait surgiu após uma viagem à Bélgica em 2013. Nitin Chordia, fundador da empresa, tinha deixado o seu emprego como consultor e queria “investir em algo próprio”, segundo contou, em declarações ao OZY.

Na Bélgica, Chordia conheceu Martin Christy, uma voz líder na indústria de chocolates refinados. Algumas semanas depois, Christy convidou Chordia para um curso de apreciação de chocolate de um dia no Reino Unido. Quando voltou, voltou convencido de que tinha encontrado a sua vocação.

Chordia juntou-se ao programa de acreditação de provadores de chocolate de nível 1 do Instituto Internacional de Degustação de Chocolate e Cacau no Reino Unido, tornando-se o primeiro indiano a ser certificado globalmente como provador de chocolate.

Em casa, em Chennai, Chordia começou com pequenos lotes de grãos de cacau locais. Chordia e a sua esposa, Poonam, deram aulas de degustação de chocolate e cursos de certificação. Em 2018, os seus alunos começaram a perguntar por que não tinham a sua própria marca de chocolate. E foi aí que o casal decidiu avançar nesse sentido.

Porém, o casal eco-consciente estava a entrar num setor notório pelas suas práticas insustentáveis. Em 2018, investigadores da Universidade de Manchester descobriram que uma barra de chocolate precisa de 1.000 litros de água para ser produzida e que a indústria de chocolate no Reino Unido gera 2,1 toneladas de emissões de carbono anualmente.

Assim, o casal decidiu que faria as coisas de forma diferente. Tudo começou com a busca de um invólucro mais sustentável e ecológico.

“Eu queria ter certeza de que a embalagem externa do chocolate não tinha plástico ou papel”, disse Chordia. Foi quando aí que se deparou com a ideia de algodão recuperado e cascas de grãos de cacau. A combinação não só é biodegradável, como também é ultrafina, por isso a barra ocupa menos espaço nas prateleiras das lojas e é mais leve de transportar, reduzindo a sua pegada de carbono.

Esta é uma revelação na indústria do chocolate. Mas há mais: virando a embalagem de dentro para fora, é possível encontrar arte mandala – padrões geométricos que, nas religiões asiáticas, representam a beleza e agem como ferramentas espirituais e auxiliares de meditação. Os invólucros também têm rastreadores de hábitos.

A ideia desta embalagem tem como objetivo tornar o invólucro em algo que vale a pena preservar, para que os consumidores não o coloquem automaticamente no lixo. “Pode ser usado novamente como um cartão de felicitações”, explicou Chordia.

O chocolate é feito com açúcar não refinado e ingredientes naturais cultivados organicamente. Está disponível em 11 sabores – café sukku, rosa, negro, açúcar de palmeira, erva-limão, café creme irlandês, lavanda, coco e canela, banana, masala chai e rosa vermelha. Muitos dos sabores são indianos, mas todos os ingredientes são provenientes de comunidades locais.

Cada tablete custa entre três e quatro dólares (equivalente a entre 2,74 e 3,65 euros). A demanda está a crescer: os chocolates já estão disponíveis na maioria das lojas de alimentos sustentáveis da Índia e podem ser encomendados online no site da Cocoatrait. Chordia também começou a receber pedidos de lojas sustentáveis e orgânicas noutros países.

Estes não são os únicos chocolates que se dizem sustentáveis e ecológicos. As embalagens dos chocolates de sementes e feijões no Reino Unido, por exemplo, são desperdício zero – são feitos de um filme flexível de celulose construído com polpa de madeira de eucalipto. Porém, os ingredientes do chocolate viajam milhares de quilómetros desde a República Dominicana.

“Embora tenham sido feitas tentativas para tornar o chocolate mais ecológico e sustentável, não houve uma tentativa de torná-lo 100% desperdício zero”, disse Chordia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …

"Vocês são uns ingratos". Vieira arrasa equipa após empate com o Tondela

Luís Filipe Vieira foi ao balneário falar com os jogadores após o empate com o Tondela. O presidente benfiquista mostrou-se irritado e acusou os futebolistas de ingratidão. Depois do empate do SL Benfica com o CD …