Primeiro carro elétrico português poderá esgotar já em 2016

Veeco / Facebook

Veeco, o primeiro carro português totalmente elétrico

Veeco, o primeiro carro português totalmente elétrico

Veeco é o primeiro carro português totalmente elétrico e vai começar a sua produção já em 2016, ano para o qual se prevê que haja já interessados suficientes para esgotarem toda a produção.

Com apenas dois lugares e três rodas, o Veeco é o primeiro veículo totalmente elétrico construído em Portugal, cuja produção vai começar no primeiro trimestre do próximo ano, avança o Jornal de Notícias.

Desenvolvido pela VE – Veículos Elétricos e pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, o primeiro protótipo custou cerca de 1,5 milhões de euros, dos quais 900 mil foram financiados por fundos comunitários.

“O protótipo ficou pronto em fevereiro de 2012, mas a crise veio dificultar a angariação de investidores para a fase industrial. Foi o interesse dos fornecedores ao longo dos anos que acabou por resolver a questão”, explica João Oliveira, mentor do projeto.

O preço do veículo vai rondar entre 23 a 25 mil euros, já com baterias incluídas, e a primeira série terá cerca de 200 exemplares.

Apesar dessa produção só arrancar para o ano, segundo o mentor do projeto, é bem provável que chegue a esgotar, visto que há já vários interessados no Veeco.

“Ainda não estamos a aceitar encomendas fixas porque estamos a negociar encomendas com os fornecedores, mas tenho interessados para todos os que podemos produzir no primeiro ano”, disse.

O veículo tem autonomia para 400 quilómetros, deverá gastar um euro, ou até menos, para fazer 100 quilómetros e pode ser conduzido em autoestrada.

Além dessas vantagens, o veículo não está catalogado como motociclo, podendo ser conduzido por portadores de carta de moto até 125 cm3, que pode ser tirada a partir dos 16 anos.

“Não somos concorrência direta dos grandes fabricantes, mas acreditamos que há um nicho entre os carros e os motociclos que tem potencial e que vamos ocupar muito bem”, conclui João Oliveira.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Será para levar a sério? É que já estamos habituados aos inventos portugueses morrerem na casca e este parece-me que já está a pecar pelo preço, se querem ganhar tudo de uma vez talvez acabem depressa na falência.

  2. E as fontes de financiamento? Para o nicho entre carro e motociclo 23 a 25 mil €uros?
    Não haverá por aí uma espécie muito profícua de lambões!

RESPONDER

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …

Para eliminar "veneração do Ocidente", China quer retirar livros de Bill Gates e Steve Jobs das listas de leitura

Este mês, as autoridades chinesas ordenaram que os livros "que veneram as ideias ocidentais" e "abraçam todas as coisas estrangeiras" fossem removidos das listas de leitura e das bibliotecas nas escolas primárias e secundárias.  De acordo …