Primeira vacina contra a clamídia testada com sucesso

Os primeiros estudos para descobrir uma vacina contra a clamídia estão a deixar os investigadores otimistas. A imunização à bactéria sexualmente transmissível mais comum foi testada pela primeira vez em humanos e demonstrou ser segura.

A fase um do ensaio clínico, realizado por cientistas do Reino Unido e da Dinamarca, foi publicada esta segunda-feira na Lancet, segundo noticiou o Diário de Notícias.

Neste ensaio clínico, 35 mulheres não infetadas com clamídia foram divididas em dois grupos: algumas receberam a vacina em fase de teste e as restantes tomaram um comprimido de placebo, que não contém medicamento algum. Todas que tomaram a vacina mostraram uma resposta imunológica superior às que não tomaram.

“É óbvio que a investigação ainda está nos primórdios”, disse Frank Follmann, diretor do departamento de imunologia de doenças infeciosas do Instituto Statens Serum, na Dinamarca, citado pela NBC News. “Mas estamos muito felizes. Encontrámos uma resposta robusta”.

Agora a equipa terá de continuar os testes. Ainda não foi detetado qual o grau de prevenção no que diz respeito à transmissão da doença. Neste momento, a forma de evitar o contágio passa pelo uso de contracetivos, sendo o mais eficaz o preservativo.

“A principal questão da clamídia são as consequências a longo prazo”, indicou ao Independent o professor Robin Shattock, do Imperial College London, outra das entidades responsáveis pelo estudo.

Ainda que existam antibióticos que podem curar a infeção, quando esta não é tratada precocemente pode resultar em infertilidade, sobretudo no caso das mulheres, complicações durante a gravidez, artrites e aumento da propensão para contrariar outras doenças sexualmente transmissíveis, como o VIH.

“Um dos problemas que existe mesmo com os esforços para tratar a clamídia é que, apesar de um programa muito grande de rastreamento, teste e tratamento, as pessoas são repetidamente infetadas. Se pudéssemos introduzir uma vacina protetora, poderíamos quebrar este ciclo”, referiu Robin Shattock.

A clamídia é a doença sexualmente transmissível mais vulgar no mundo, segundo a OCDE. Em Portugal, 2,7% da população com mais de 18 anos contraiu a doença, de acordo com um inquérito nacional da responsabilidade do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, publicado em 2016, e que envolveu 4866 pessoas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …