Primeira vacina contra a clamídia testada com sucesso

Os primeiros estudos para descobrir uma vacina contra a clamídia estão a deixar os investigadores otimistas. A imunização à bactéria sexualmente transmissível mais comum foi testada pela primeira vez em humanos e demonstrou ser segura.

A fase um do ensaio clínico, realizado por cientistas do Reino Unido e da Dinamarca, foi publicada esta segunda-feira na Lancet, segundo noticiou o Diário de Notícias.

Neste ensaio clínico, 35 mulheres não infetadas com clamídia foram divididas em dois grupos: algumas receberam a vacina em fase de teste e as restantes tomaram um comprimido de placebo, que não contém medicamento algum. Todas que tomaram a vacina mostraram uma resposta imunológica superior às que não tomaram.

“É óbvio que a investigação ainda está nos primórdios”, disse Frank Follmann, diretor do departamento de imunologia de doenças infeciosas do Instituto Statens Serum, na Dinamarca, citado pela NBC News. “Mas estamos muito felizes. Encontrámos uma resposta robusta”.

Agora a equipa terá de continuar os testes. Ainda não foi detetado qual o grau de prevenção no que diz respeito à transmissão da doença. Neste momento, a forma de evitar o contágio passa pelo uso de contracetivos, sendo o mais eficaz o preservativo.

“A principal questão da clamídia são as consequências a longo prazo”, indicou ao Independent o professor Robin Shattock, do Imperial College London, outra das entidades responsáveis pelo estudo.

Ainda que existam antibióticos que podem curar a infeção, quando esta não é tratada precocemente pode resultar em infertilidade, sobretudo no caso das mulheres, complicações durante a gravidez, artrites e aumento da propensão para contrariar outras doenças sexualmente transmissíveis, como o VIH.

“Um dos problemas que existe mesmo com os esforços para tratar a clamídia é que, apesar de um programa muito grande de rastreamento, teste e tratamento, as pessoas são repetidamente infetadas. Se pudéssemos introduzir uma vacina protetora, poderíamos quebrar este ciclo”, referiu Robin Shattock.

A clamídia é a doença sexualmente transmissível mais vulgar no mundo, segundo a OCDE. Em Portugal, 2,7% da população com mais de 18 anos contraiu a doença, de acordo com um inquérito nacional da responsabilidade do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, publicado em 2016, e que envolveu 4866 pessoas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …

Conselho de Ministros aprova proposta de OE2020 (e foram quase 10 horas de reunião)

O Conselho de Ministros aprovou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2020, dez horas depois de a reunião extraordinária ter começado, anunciou hoje o primeiro-ministro na sua página na rede social Twitter. "O Conselho …

Nova espécie de baleia mostra como este animal evoluiu para conseguir nadar

Cientistas descobriram uma nova espécie de baleia, que existiu há 35 milhões de anos, que pode dar novas pistas sobre como as baleias evoluíram para conseguir nadar. De acordo com a revista Newsweek, os investigadores analisaram …

Casal separado após sobreviver a Auschwitz reencontra-se 72 anos depois em Nova Iorque

Em 1944, David Wisnia e Helen "Zippi" Spitzer eram dois prisioneiros judeus e secretamente namorados que, miraculosamente, conseguiram sobreviver ao campo de concentração nazi Auschwitz, na Polónia. Porém, no final da guerra, foram separados depois de …

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …