À primeira tentativa, canadiano abriu cofre de museu fechado há 40 anos

-jvl- / Flickr

Imagem ilustrativa de um cofre

Um turista canadiano conseguiu abrir um cofre que estava fechado há décadas. Stephen Mills tentou a sua sorte e, logo à primeira tentativa, abriu o cofre.

Stephen Mills decidiu visitar o Vermilion Heritage Museum, um pequeno museu no Canadá, com a sua família. Numa brincadeira, desafiou-se a si mesmo a abrir uma caixa de ferro, fechada há décadas. A direção do museu na província de Alberta já havia tentado desbloquear o cofre, mas sempre sem sucesso. Até que, quase por magia, Milss conseguiu abrir o cofre, fechado desde o final dos anos 70… e à primeira tentativa.

O museu, localizado na antiga sede de uma escola, abriga uma coleção sobre a história de Vermilion, uma cidade com pouco mais de quatro mil habitantes. O canadiano, que vive em Fort McMurray, passeava com a sua família num feriado de maio quando decifrou o segredo.

“Nos nossos acampamentos de verão, temos aprendido que todas as cidades pequenas têm alguma coisa para oferecer,” disse à BBC.

O cofre foi doado ao museu no início dos anos 90, depois de o Brunswick Hotel ter mudado de administração. O museu já tinha pedido ajuda de vários especialistas e até de ex-funcionários do hotel para decifrar o código. No entanto, nenhuma das estratégias, nem mesmo as combinações de fábrica, resultaram.

Tal como a família de Mills, eram muitos os visitantes que tentavam a sua sorte, mas sem sucesso. A descoberta do canadiano resultou do mais puro acaso: Stephen experimentou um único código naquele cofre com números que iam do 0 ao 60: inseriu o código 20-40-60 e o cofre abriu.

O cofre não guardava nenhum tesouro, tendo apenas alguns papéis e talões de compras antigos dentro. “Os papéis encontrados não têm valor, mas são de grande interesse para nós. Dão-nos pistas de como eram os lugares no final dos anos 70”, disse um responsável do museu, Tom Kibblewhite.

De acordo com um especialista da Universidade de Toronto, a probabilidade de Mills acertar no código era de 1 em 216.000. Ainda assim, como o código tinha uma margem de três dígitos, a probabilidade era de 1 em 8.000 – o que não deixa de ser muito pequena.

Sem grandes tesouros nem artimanhas, fica para a história a proeza de Mills que, quase ao acaso, adivinhou o código.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …