Presidente do México promete “inquérito aprofundado” ao acidente de metro

Mario Guzman / EPA

Andres Manuel Lopez Obrador, Presidente eleito do México

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, prometeu hoje um “inquérito aprofundado”, com a ajuda de peritos internacionais independentes, ao acidente de metro na capital, que provocou pelo menos 23 mortos após o colapso de um viaduto.

“Vai decorrer um inquérito aprofundado (…) para procurar conhecer a verdade (…), a partir da qual será estabelecida a responsabilidade”, disse o chefe de Estado na sua conferência de imprensa diária.

Previamente, a presidente da Câmara da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, já tinha anunciado que vai solicitar uma peritagem internacional para averiguar as causas do trágico acidente.

Na conferência de imprensa diária no Palácio Nacional, Sheinbaum explicou que até ao momento o balanço aponta mortos 23 mortos e várias pessoas hospitalizadas. Entre os falecidos, dois perderam a vida em hospitais.

Quatro dos mortos ainda permaneciam encarcerados nas carruagens, devido às dificuldades em extrair os corpos.

Entre os hospitalizados incluem-se 19 mulheres e 60 homens. Três são menores e três idosos.

A autarca disse ainda que 490 autocarros estão a assegurar o transporte dos utentes desta linha de metro da grande metrópole, com perto de 10 milhões de habitantes.

Sheinbaum insistiu em diversas ocasiões que as peritagens vão ajudar a averiguar “o que se passou”.

“A minha posição é que devemos chegar às causas deste lamentável incidente e para isso necessitamos de peritos, quer da procuradoria geral de justiça, quer de uma entidade externa e imparcial que faça a peritagem e todos os estudos”.

A linha 12 do metro, onde ocorreu o acidente, está envolta em polémica desde a sua construção.

Foi finalizada em 30 de outubro de 2012, quando o atual ministro dos Negócios Estrangeiros mexicano, Marcelo Ebrard, era presidente do município da capital.

“Partilho a indignação que existe, saúdo a posição da chefe do governo [da capital], que é essencialmente esclarecer o que ocorreu”, disse Ebrard em declarações aos media, defendendo que após estabelecer responsabilidades, deve atuar-se em consequência, “não importa quem seja”.

No entanto, a linha foi encerrada em 2014 por falhas e reaberta entre outubro e novembro de 2015, em vários ramais.

O acidente ocorreu às 22:00 locais de segunda-feira (04:00 de hoje em Lisboa) entre as estações de Olivos e Tezonco.

Através de um vídeo das câmaras de vigilância do governo da Cidade do México, observa-se como a estrutura elevada com uma altura de 20 metros colapsou à passagem do metro, com diversas carruagens imobilizadas no solo.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …

China suspende "diálogo económico" com a Austrália e denuncia "mentalidade de Guerra Fria"

Esta quinta-feira, o Governo chinês anunciou a suspensão "por tempo indefinido" de todas as atividades realizadas no âmbito da iniciativa "Diálogo Económico Estratégico China-Austrália". As relações entra a China e o ocidente estão cada vez mais …

Bolsonaro diz ter tido sintomas de reinfeção. China acusa-o de "politizar" novo coronavírus

O Presidente do Brasil admitiu na quinta-feira que teve sintomas de reinfeção pelo novo coronavírus "há poucos dias" e afirmou que tomou ivermectina, fármaco sem comprovação científica contra a covid-19. As declarações de Jair Bolsonaro foram …

"É fácil despedir". PCP quer mudar regime de despedimento coletivo e extinção de postos de trabalho

O PCP vai entregar na Assembleia da República esta sexta-feira um projeto de lei que visa limitar os despedimentos coletivos e a extinção de postos de trabalho, eliminando o despedimento por inadaptação. O objetivo do partido …

Páginas ocultas do PRR revelam "reedição da troika" na reforma aos hospitais

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê uma concentração das urgências da Grande Lisboa e Grande Porto, cortes nos gastos e uma gestão dos hospitais mais vigiada com imposição de objetivos financeiros. O jornal Expresso …

Já há uma explicação científica para as "dunas" do céu do Norte

Um ano depois da sua observação, as auroras de dunas, ou auroras boreais em forma de duna, já possuem confirmação e explicação científica. A aurora boreal nasce quando as partículas carregadas expelidas pelo Sol, como eletrões, …

Praia. Desporto e equipamentos de lazer vão ter regras novas

O Governo aprovou esta quinta-feira as regras de acesso e ocupação das praias durante a época balnear, com alterações em relação ao ano passado ao nível da atividade desportiva no areal e da utilização de …

Bastião trabalhista derrotado. Conservadores conseguem vitória na "muralha vermelha" britânica

Os conservadores conseguiram derrubar o domínio trabalhista do círculo de Hartlepool. Jill Mortimer venceu com mais de 50% dos votos e ajudou a reforçar a maioria de Boris Johnson, primeiro-ministro britânico. O antigo deputado trabalhista Mike …

Curso de Medicina na Católica vai custar 100 mil euros. Candidaturas terminam este mês

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) anunciou, em setembro do ano passado, ter recebido luz verde da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) para o curso de Medicina. Agora, sabe-se que vai custar …