Presidente da Proteção Civil demite-se

Autoridade Nacional Protecção Civil / Facebook

O Presidente da Protecção Civil, coronel Joaquim Leitão, ao centro, com a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, à esquerda.

O presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Joaquim Leitão, demitiu-se esta quarta-feira, informou hoje à Lusa fonte do Governo.

A mesma fonte adiantou que Joaquim Leitão entregou na quarta-feira uma carta de demissão dirigida ao secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, que por sua vez a remeteu para o primeiro-ministro, atendendo à saída do executivo, no mesmo dia da ministra da tutela.

No cargo há cerca de um ano, Joaquim Leitão foi nos últimos meses muito contestado devido a falhas atribuídas à ANPC no combate aos incêndios.

A demissão foi aceite pelo primeiro-ministro, António Costa, disse à Luas a fonte do Governo, e segue-se à demissão da até ontem Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, que se demitiu também esta quarta-feira, e do comandante nacional operacional da ANPC, Rui Esteves, que se demitiu em setembro.

Joaquim Leitão foi nomeado para a ANPC em outubro de 2016, substituindo o então presidente Francisco Grave Pereira, que se demitiu por falta de confiança na ex-ministra da Administração Interna.

Talvez não estivesse vocacionado

O presidente da Liga de Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, considera que a demissão de presidente da Proteção Civil “era esperada” e revela “dignidade”.

“A situação do senhor presidente da Autoridade já era uma demissão esperada porque a sua posição estava fragilizada desde os problemas de Pedrógão Grande. Estaria já pouco mais do que em gestão corrente e a Autoridade já não assumia muito daquilo que importava preparar em termos de futuro”, disse Marta Soares à Lusa.

“Por isso, esta é uma atitude de dignidade, que define o caráter do senhor coronel Joaquim Leitão”, acrescentou o presidente da LBP.

“O coronel Joaquim Leitão era uma excelente pessoa, talvez não estivesse vocacionado para o exercício de um cargo tão complexo e tão difícil e, porventura, não teve a independência que seria desejável para o exercício. Deixo saudação de respeito, mas compreendo e penso que não tinha outra solução e essa foi a melhor solução”, vincou.

Marta Soares defendeu que o atual modelo de Proteção Civil “claudicou e faliu”, e apelou a uma “alteração profunda” nas políticas futuras.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal dos Estados Unidos confirma 18 anos de prisão para familiares de Maduro

Um tribunal de apelação de Nova Iorque ratificou a condenação a 18 anos de prisão de dois familiares do Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, por conspiração para enviar droga para os Estados Unidos. "Fica ordenado, julgado …

Ana Gomes espera "verdadeiro Portugal Leaks" com Rui Pinto a colaborar com a justiça

A antiga eurodeputada Ana Gomes considerou que “é um verdadeiro Portugal Leaks” que se pode esperar a partir de agora, depois de Rui Pinto aceitar colaborar com a justiça portuguesa. O criador do Football Leaks e …

Exames nacionais adiados. Terceiro período arranca a 14 de abril (mas à distância)

Esta quinta-feira, António Costa falou ao país para anunciar que o 3.º período irá recomeçar no dia 14 de abril, mas sem aulas presenciais. Os exames nacionais do ensino secundário foram adiados para julho e …

TAP. Estado equaciona reformas antecipadas sem penalizações

O Jornal Económico escreve esta quinta-feira que o Estado pondera avançar com reformas antecipadas sem penalizações na TAP, visando assim diminuir o impacto da pandemia de covid-19 na companhia aérea portuguesa. Apesar de a empresa ter …

Santa Maria ganha 40 camas para os cuidados intensivos

A maior unidade hospitalar do país reforçou capacidade dos Cuidados Intensivos para os doentes infetados, passando das atuais 80 camas para cerca de 120. O Hospital Santa Maria, em Lisboa, vai quadruplicar a sua capacidade …

"Isto é criminoso". Estivadores dizem que há risco de portos pararem

"Da forma como estamos a trabalhar nos portos, corremos o risco de todo o contingente ficar parado, porque não há nenhum cuidado em termos de criar equipas rotativas", garantiu o líder sindical. O presidente do Sindicato …

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …