“Buraco” de 848 milhões. Prejuízo do SNS aumentou 145% em 2018

O Serviço Nacional de Saúde registou um prejuízo de 848 milhões de euros em 2018, o que representa um aumento de 145% face ao ano anterior, escreve esta sexta-feira o semanário Expresso.

Os resultados fazem parte do relatório sobre as contas da Saúde em 2018. Tal como recorda o jornal Expresso, este documento foi sendo pedido pelos partidos antes das eleições legislativas de domingo, mas só agora se conhecem os números.

A ainda ministra da Saúde, Marta Temido, foi desvalorizando a demora na elaboração e  publicação do extenso relatório, dizendo que todos os dados já tinham sido referidos durante as suas intervenções no Parlamento.

“Constata-se que em termos económicos, o SNS regista um prejuízo de cerca de 848 milhões de euros, no exercício de 2018, correspondendo a um agravamento do resultado líquido face ao ano anterior em cerca de 502 milhões de euros, que se explica em parte pelo crescimento dos gastos com pessoal, dos fornecimentos e serviços externos e das mercadorias vendidas e matérias consumidas”, pode ler-se no documento.

Apesar do aumento significativo de prejuízos, o relatório traça, segundo o Expresso, um diagnóstico favorável ao SNS, não destacando no sumário do documento dados sobre as listas de espera ou os encargos para os utentes do SNS.

Sobre os encargos para as famílias e para o Estado, a tendência é a mesma: família e Governo pagaram mais. Dados provisórios relativos a 2018 notam um aumento de 4,6% na despesa da corrente privada, que passa de 5,9 milhões em 2017 para 6,1 milhões de euros. No mesmo sentido, aumenta a fatia paga pelo Estado: mais 5,3%, cresceu de 11,6 para 12,2 milhões de euros.

Neste assunto, o relatório destaca que  “em 2017 a importância relativa da despesa corrente pública no financiamento do sistema de saúde português manteve-se nos 66,3%” e que assim deverá continuar. Na prática, escreve o Expresso, o documento destaca que apesar de as famílias gastarem mais, o Estado continua a ser o suporte do SNS.

Quanto ao tempo de espera, pode ler-se que “no final de 2018, aguardavam uma primeira consulta no CTH (programa Consulta a Tempo e Horas) um total de 708.709 utentes, o que representa o segundo valor mais baixo desde 2011, apenas ultrapassado pelos 698.425 utentes em lista de espera para primeira consulta hospitalar no final de 2017”.

Contas feitas, em 2018 foram mais o utentes que não tiveram a primeira consulta no hospital do que em 2017. Em 2018,  mais 10.284 doentes (+1,5%) estavam sem resposta.

Mais profissionais, pedidos de contratação e consultas

O Governo destaca que foram analisados mais de 8000 pedidos de contratação no SNS relacionados com a redução do período normal de trabalho e pedidos de substituição. Segundo o relatório, aumentaram as consultas com médicos de família (1,6%) e especialistas hospitalares (0,9%), bem como o número de médicos (+601) e enfermeiros ao serviço (+1252).

“Constata-se que a atividade cirúrgica programada cresceu 1% em 2018, tendo sido operados 594.978 utentes no SNS”, aponta o documento, acrescentando que “o número de doentes operados no SNS em 2018 é o mais elevado de sempre desde que existe o SIGIC (Sistema Integrado de Inscritos para Cirurgia), tendo sido operados mais 34.577 doentes do que em 2015 e mais 110.913 do que em 2010”.

Comparando estes dados com os de 2017, observa o Expresso que, de um ano para o outro, foram operados mais 6.165 utentes (1% acima), que recorda o tempo de espera recorde. “Ser chamado para a operação demorou, em média, 3,3 meses em 2018, o valor mais elevado desde 2015”, nota o jornal.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E viva o PS, Kostinha e demais xuxas instalados e bem no desgoverno de Portugal.
    Uma vergonha. Os doentes deste país que se “lixem”…

    • E viva o PPD, Passos Coelho, Paulo Macedo & restante quadrilha, fachos instalados no penúltimo desgoverno de Portugal!
      Mais do que uma vergonha. Os doentes deste país, muitos deles, MORRERAM!
      Post scriptum: e não sou xuxa, nem pertenço a nenhum rebanho partidário…

RESPONDER

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …

Bolsonaro alarga veto para uso de máscaras no Brasil

Jair Bolsonaro vetou, esta segunda-feira, a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões durante a pandemia, segundo informações divulgadas no Diário Oficial da União. A decisão do Presidente brasileiro incluiu também o fim da obrigatoriedade de …