O preço do barril desce, mas o preço do gasóleo não

Marcelo Camargo / ABr

“Por que razão desce o preço do barril, mas não desce o preço do gasóleo?” A Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) exige respostas ao Governo.

Esta semana começa com descidas: tanto a gasolina como o gasóleo vão baixar cerca de cêntimo e meio, adianta o Jornal i. Contudo, apesar de ser a sexta semana consecutiva de descida dos preços, os valores praticados em Portugal continuam a ser alvo de polémica.

A Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (Antram) exige ao Governo que tome uma posição e que explique o motivo pelo qual a baixa do preço do barril de petróleo nunca tem correspondência no custo dos combustíveis.

Por que razão desce o preço do barril, mas não desce o preço do gasóleo? Como pode esta situação continuar sistematicamente a acontecer? Que medidas tem a tutela em marcha para reverter a situação?”, questiona, em comunicado, a associação que quer ver estas três perguntas respondidas.

“Se olharmos para a descida do preço do barril de petróleo e para os valores do gasóleo, que continuam elevados, sem acompanhar percentualmente a referida descida, não encontramos justificação possível”, aponta a associação na nota emitida.

“Esta situação é visível no preço do barril que, a 15 de outubro, se situava nos 80,91 euros – rondando, nesta data, o preço médio do gasóleo os 1.404 euros/litro –, e que, um mês depois, a 14 de novembro, se encontra nos 65,58 euros – rondando o preço médio do gasóleo os 1.435 euros/litro. Apesar de estarmos perante uma descida superior a 15 euros, a realidade é que o preço do gasóleo pouco ou nada se alterou – neste caso vemos mesmo uma subida –, quando, na realidade, esta descida deveria de se refletir no preço final do litro de gasóleo”, detalha a Antram.

A associação considera que esta é uma realidade que prejudica o setor dos transportes, que se encontra atualmente numa “situação limite”. Desta forma, a Antram exige ao Governo que sejam aplicadas “medidas que permitam às empresas de transportes e ao setor enfrentar e combater este flagelo“.

Este não é, no entanto, um assunto novo. Em maio deste ano, Portugal tinha a quinta gasolina mais cara da Europa, sendo que mais de metade do preço praticado em território nacional resultava de impostos e taxas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Continua a mesma vigarice!!! Em Julho de 2008, o petróleo bateu nos 148 dls.o barril!!!Nunca os combustíveis nessa altura chegaram a estes valores.No início de Outubro, bateram os 86 dls. Barril,Agora está 20 dls.mais barato, 66 o barril e quanto baixam os combustíveis?Um mísero 1.5cm.Olha se fosse ao contrário,subiam para aí 50cm.Mas o pior disto tudo, é que a entidade que devia regular alguma coisa, não regula absolutamente nada!!! Cambada de ladrões.

  2. A Antram deve andar a dormir…
    Tudo bem que os combustíveis estão caros, mas será possivel que uma associação de transportes rodoviários não saiba que a cotacão do gasóleo é independente da cotação do petróleo (brent)?!
    Não acredito….
    De qualquer modo, vão lá ver os valores actuais da cotação do gasóleo e irão perceber o que se passa…
    É muito bonito deixar tudo nas mãos do “mercado”, mas quando o mercado é o que se sabe, vem logo todos a pedir “regulacão”!…

RESPONDER

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Liveblog Autárquicas. PS ganha em Beja, Chega é a terceira força

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …

Autárquicas: PS reivindica vitória e acredita que ganha em Lisboa

O secretário-geral adjunto do PS reivindicou hoje vitória do seu partido nas eleições autárquicas, dizendo que irá vencer em número de câmaras e de freguesias, e manifestou-se confiante no quinto triunfo consecutivo em Lisboa. Esta posição …

Autárquicas: Santana reconquista a Figueira e fala numa "proeza sem igual"

Pedro Santana Lopes já fez o seu discurso de vitória como presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, num autoelogio pelo facto de ter ganho a dois "grandes partidos", o PS e o PSD, …

Autárquicas: PS segura Almada

Aposta da CDU em Maria das Dores Meira, atual autarca de Setúbal que atingiu o limite de mandatos naquele concelho, parece não ter sortido os efeitos desejados. O Partido Socialista deverá, segundo as primeiras projeções, conseguir …

Autárquicas: Coimbra muda de mãos com maioria absoluta de José Manuel Silva

Segundo as primeiras projeções desta noite, o ex-bastonário da Ordem dos Médicos e candidato do PSD, José Manuel Silva conquista a Câmara Municipal de Coimbra, com margem confortável Segundo a projeção SIC, José Manuel Silva obterá …

Autárquicas: Rui Moreira reeleito no Porto, mas com maioria em risco

A sondagem ICS-ISCTE, divulgada pela SIC, projeta uma vitória confortável de Rui Moreira no Porto. A sondagem indica que o atual autarca terá entre 39,2 e 44,2%. De acordo com as primeiras projeções, o resultado obtido …