Portugueses ganharam 4,5 mil milhões mas apostaram o dobro em 10 anos de Euromilhões

Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian / Flickr

-

Os portugueses apostaram, numa década, quase 9 mil milhões de euros no euromilhões, concurso que distribuiu no país metade desse valor (4,5 mil milhões), indicou à Lusa a Santa Casa de Misericórdia de Lisboa.

O concurso europeu teve o primeiro sorteio a 13 de fevereiro de 2004, em Paris, faz na quinta-feira 10 anos. Portugal entrou a 02 de outubro desse ano e o concurso atingiu rapidamente popularidade, que ainda hoje se mantém.

No balanço de uma década, fonte oficial dos Jogos Santa Casa disse à Lusa que, até 30 de novembro passado, os portugueses apostaram aproximadamente 8.913 milhões de euros. Só entre 01 de janeiro e 30 de novembro do ano passado foram gastos em apostas 854,9 milhões de euros.

Os países organizadores do euromilhões foram a Espanha, a França e o Reino Unido, e Portugal entrou depois com outros cinco países (Irlanda, Áustria, Bélgica, Suíça e Luxemburgo). Do “bolo” de apostas, os portugueses ganharam prémios, nesta década, no valor de 4.456 milhões de euros.

Até agora, segundo fonte oficial, foram atriabuídos 51 primeiros prémios em Portugal, país que ocupa um terceiro lugar na lista dos mais sortudos, atrás da França (62 primeiros prémios) e da Espanha (54 primeiros prémios).

Ainda assim não foi em nenhum destes países que ficou o maior prémio de sempre do euromilhões. Em Portugal o maior prémio de sempre foi a 25 de março de 2011, com cerca de 69 milhões de euros, nada comparado com os 190 milhões de um primeiro prémio atribuído no Reino Unido.

Segundo os dados da Santa Casa enviados à Lusa, só no ano passado, até novembro, foram atribuídos sete primeiros prémios a apostadores portugueses, correspondendo a 149 milhões de euros.

E porque a vontade de ganhar não é apanágio nacional, no grupo dos nove países e numa década investiram-se no jogo mais de 60 mil milhões de euros. Só no ano passado, até 30 de novembro (últimos dados disponíveis) o volume de vendas foi superior a seis mil milhões.

Ainda assim, de acordo com a Santa Casa, nestes 10 anos, vários prémios nunca foram reclamados, alguns de valores significativos, como dois segundos prémios (um de 351 mil euros e outro de 192 mil) e um terceiro prémio de 79 mil euros (dinheiro que reverte para a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa).

“Os beneficiários dos Jogos Sociais do Estado abrangem áreas que envolvem a promoção da saúde e prevenção da doença e da incapacidade, programas de combate à pobreza e exclusão social, a proteção civil, a segurança social, o policiamento de espetáculos desportivos, o desporto escolar, o turismo social e sénior”, disse fonte oficial à Lusa, a propósito desse dinheiro.

Com um gabinete de apoio às pessoas com prémios superiores a um milhão de euros, a Santa Casa recebeu 216 contactos desde 2004, a maior parte (88) de premiados no totoloto, seguindo-se o euromilhões (com 85 contactos) e o joker (40 contactos). De acordo com a fonte oficial, a perceção é a de que os portugueses “têm sabido lidar com os prémios avultados de forma positiva”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …

Embaixada da China reage com "forte indignação” às declarações de Pompeo em Lisboa

A embaixada da China em Portugal reagiu esta sexta-feira com “forte indignação e firme oposição” às declarações do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, sobre o governo e empresas chineses, durante a visita que fez …

Ministério Público quer anular libertação do amante de Rosa Grilo

O Ministério Público (MP) pediu a nulidade do despacho judicial que ordenou esta sexta-feira a libertação de António Joaquim, acusado de matar o triatleta Luís Grilo, em coautoria com a mulher da vítima, Rosa Grilo. “O …