Portugueses fazem cada vez mais lixo (e a reciclagem não está a funcionar)

Os investimentos nacionais para aumentar a reciclagem não estão a ter os resultados que se previa. Segundo a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), as metas definidas dificilmente serão atingidas.

Os portugueses estão há quatro anos seguidos a produzir mais lixo (+2% em 2017), mas o maior problema é que, invertendo uma tendência com vários anos, diminuíram os resíduos recicláveis recuperados: menos cerca de 50 mil toneladas (descida de 9%).

O relatório anual sobre resíduos urbanos da APA fala mesmo numa “significativa diminuição” destes números fruto da queda na seleção do lixo pelos portugueses, mas também pela seleção mecânica nos centros de tratamento.

O documento, avança a TSF, revela que a seleção de resíduos feita diretamente pelos portugueses e empresas também caiu de 11% para 10% do total de lixo produzido no país. A agência, tutelada pelo ministério, a admitir que as mudanças culturais, como a compra de menos jornais ou e bens embalados, não justificam tudo.

Por outro lado, contrariando mais uma tendência dos últimos anos, outra conclusão que preocupa as autoridades ambientais: aumentaram, em 2017, os resíduos depositados em aterro, numa “inversão na tendência de decréscimo que poderá comprometer os objetivos definidos” para 2020 no Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos.

O relatório diz ainda que os esforços feitos para aumentar a recolha seletiva de lixo para reciclagem “não têm tido os devidos reflexos nos comportamentos da população”. Se Portugal quiser cumprir as metas para 2020, “urge avaliar possíveis alternativas” para levar os portugueses a separarem mais os resíduos.

Uma das propostas da APA é que as pessoas “participem ativamente na seleção do lixo” e que se continuem a desenvolver incentivos financeiros para quem faça essa separação, penalizando quem não a faça.

A Agência Portuguesa do Ambiente conclui que “há que fazer uma análise das possíveis alternativas para combater e inverter esta situação e iniciar a sua implementação de forma a ser possível atingir os valores definidos para 2020”, daqui a apenas dois anos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que empreguem gente para separar o lixo na lixeira. Um bom EPI e um banho no final e está a andar. Ainda há muitos desempregados. Querem é o povo a trabalhar de graça para eles como fazem aqui na rua. Entregam contentores que os vizinhos deixam à porta dia sim dia não. O dia do plástico, o dia do cartão, o dia das ervas…Depois do camião recolher o lixo toca a levar o contentor outra vez para dentro. A solução passa pela origem do lixo e não pelo seu fim. Como estamos a ver com a proibição dos plásticos descartáveis.

RESPONDER

Carlos César é o "primeiro apoiante do Governo e do primeiro-ministro"

O líder parlamentar socialista rejeitou esta sexta-feira que a sua proposta para reduzir o IVA da tauromaquia represente uma desautorização do executivo, acentuando que é por convicção e posição institucional o primeiro apoiante do …

NASA acaba de divulgar novos dados sobre o misterioso Oumuamua

A NASA acaba de revelar novas informações sobre Oumuamua, o primeiro asteróide não oriundo do Sistema Solar já detetado. De acordo com uma nova publicação, o corpo interestelar é um "objeto relativamente pequeno e reflexivo.  Oumuamua, …

Espanha está a envenenar o Rio Tejo (é uma "indecência ecológica")

É um "cocktail de desastre" que está a sufocar o rio Tejo. Análises efectuadas à água do rio, desde a nascente em Espanha, até à foz em Portugal, revelam uma situação preocupante, e do outro …

Portuguesa que escondeu filha na mala do carro condenada a 5 anos de prisão

A mulher portuguesa que escondeu a filha na mala do carro, durante os seus primeiros 23 meses de vida, foi condenada a 5 anos de prisão, com 3 anos de pena suspensa, por ter causado …

Ex-primeiro-ministro da Macedónia fugiu do país num carro diplomático húngaro

O ex-primeiro-ministro macedónio Nikola Gruevski, condenado no seu país a dois anos de prisão por corrupção, passou pela Albânia em direção ao Montenegro no passado domingo num carro diplomático húngaro. A Hungria já garantiu não …

Governo avança com mais medidas para incentivar regresso de emigrantes

O Governo vai avançar com medidas “de caráter multidimensional” para apoiar o regresso de portugueses que emigraram e queiram regressar ao país, avançou esta quinta-feira o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro. À margem …

Sete em cada dez quedas de idosos acontecem em casa (mas é possível evitá-las)

A expressão “lar, doce lar” parece perder algum sentido quando o último relatório da Organização Mundial de Saúde sobre quedas comprova que estas são a principal causa de morte acidental dos idosos e acontecem, maioritariamente, …

Armas, carros, fatos. 90 milhões de euros para equipar polícias

Os polícias vão receber, em 2019, armas, carros, coletes balísticos e fatos de proteção, bem como obras em instalações, no valor de 90,9 milhões de euros. Esta sexta-feira, em Cascais, o ministro da Administração Interna entrega …

Zero oferece galinha ao Governo para reciclar resíduos orgânicos

A associação ambientalista Zero vai oferecer ao Governo a galinha Balbina, um animal reciclador, chamando a atenção para a necessidade de investir em soluções para que cada cidadão possa reciclar os resíduos orgânicos em casa. “A …

Chuva e vento forte de volta no fim de semana

O estado do tempo no fim-de-semana vai sofrer um agravamento devido à aproximação de um sistema frontal ao território do continente, prevendo-se chuva, vento forte e agitação marítima. De acordo com o Instituto Português do Mar …