Em defesa da Amazónia, portugueses estão a boicotar carne brasileira

Os portugueses estão a boicotar alguns produtos brasileiros, em protesto contra a devastação causada pelos fogos na Amazónia. 

A Associação dos Comerciantes de Carnes do Concelho de Lisboa e Outros (ACCCLO) revela que há já vários estabelecimentos comerciais a boicotar a picanha, a maminha e o lombo de novilho brasileiros.

Em declarações ao Expresso, José Carlos Silva, dono de um talho em Lisboa — onde a carne importada do Brasil foi banida esta semana — e membro da direção da ACCCLO, diz que “é preciso alertar as consciências”.

De acordo com o semanário, alguns talhos portugueses já trocaram a picanha brasileira pela carne do Uruguai e da Argentina e há cada vez mais clientes, não só nestes estabelecimentos mas também nos restaurantes, a questionar a proveniência da carne.

Este domingo, a Greenpeace pediu à comunidade internacional um boicote a produtos brasileiros provenientes de áreas desflorestadas, sendo esta a forma de colocar pressão económica sobre a industria do país.

“Seria importante que os países mandassem as suas empresas não aceitar produtos que venham de áreas desflorestadas. Que só aceitem produtos livres de desflorestação, livres de problemas sociais brasileiros, livres de invasões indígenas, tentando colocar uma pressão económica sobre a industria brasileira, para que as empresas do Brasil, que praticam esses crimes, se comprometam a parar”, disse à agência Lusa Rômulo Batista, biólogo e especialista em Amazónia, da Greenpeace Brasil.

“Esta mobilização internacional chamou muita a atenção para o tema. É muito importante que toda a gente saiba o valor que a floresta da Amazónia tem, assim como as pessoas que vivem nessa região, como os povos indígenas, que são os verdadeiros guardiões da floresta”, acrescentou o especialista.

No final de agosto, o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil chegou a avisar o Governo Federal de que algumas das principais marcas internacionais, incluindo Timberland, Vans e Eastpak, tinham suspendido as compras de couro, mas depois corrigiu a informação, dizendo que as marcas pediram apenas “esclarecimentos adicionais” sobre a origem e a rastreabilidade do produto.

Entretanto, segundo o semanário, os apelos para boicotar a carne brasileira multiplicam-se. A Finlândia, na presidência rotativa da União Europeia (UE), apelou mesmo aos Estados-membros para analisarem um possível boicote à importação de carne brasileira e o acordo histórico entre a UE e o Mercosul pode estar em risco.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais brasileiro (Inpe), nos seis primeiros meses do ano houve um crescimento de 212% nas áreas desflorestadas da Amazónia face ao mesmo período de 2018.

Porém, os valores registados em julho vieram mostrar um aumento muito superior, com a desflorestação da Amazónia a aumentar 278% nesse mês, em relação ao período homólogo de 2018.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro é necessário conhecer os factos, suposições não são factos, usar suposições e fazer disso base para um boicote não é de todo bom. Outra coisa, afirmar na noticia: “Os portugueses estão a boicotar alguns produtos brasileiros, em protesto contra a devastação causada pelos fogos na Amazónia.” dá a entender que todos os portugueses estão envolvidos nesse boicote e isso não é verdade, eu sou um dos que não compactua sequer com esse boicote e muito menos o faz.

    • Caro Pois, pois…
      Que bom que existem pessoas iguais a você que se opõe a manada e não digere tudo sem antes analisar os factos.
      Sou brasileiro vivo no sul do país.
      E posso afirmar, Há sim um grande boicote por parte da nossa mídia e membros do partido comunista que queriam nos tornar uma Venezuela.
      Fazem de tudo pra derrubar nosso atual governo. Essas queimadas sempre existiram nessa época do ano. 2002 foi bem pior… porém nosso governo pagava milhões para as Grandes Midias inclusive internacionais.

RESPONDER

Fisco alerta para mensagens falsas enviadas a contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou os contribuintes, numa mensagem no portal das Finanças, para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em 'links' que são …

"Pandemia do medo". Crianças brincam cada vez menos e isso pode aumentar a ansiedade

A pandemia assim o obriga. Mais tempo fechadas em salas de aula e sem oportunidades para brincarem com os amigos, as crianças estão cada vez mais sedentárias e isso não é positivo para o seu …

Convívio deve ser limitado às pessoas com quem se vive, apela DGS

A diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses, esta segunda-feira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, para limitarem os contactos físicos às pessoas com quem vivem. "Ao conviver em presença com familiares …

"Lembranças da Lua." China prepara missão para recolher amostras do solo lunar

A China vai fazer a primeira tentativa desde os anos 70 de ir à Lua recolher rochas. A missão ficará a cargo da Chang'e 5, que será lançada esta terça-feira. A Chang'e 5 vai realizar a …

Hotéis já podem ser usados como escritórios e centros de dia

Os estabelecimentos hoteleiros, de turismo de habitação e resorts já estão autorizados a serem temporariamente usados como escritórios, showrooms e centros de dia, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República. O diploma publicado no domingo, …

Bolsonaro critica "ataques injustificados" sobre a desflorestação da Amazónia

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considerou durante a cimeira virtual do G20, que as críticas sobre o aumento da desflorestação são "ataques injustificados" e "demagógicos" que surgem de países "menos competitivos". “Eu apresento factos, dados …

Dois novos casos de legionella diagnosticados no Grande Porto

Mais duas pessoas foram diagnosticadas com legionella, esta segunda-feira, na região do Grande Porto, elevando para 87 o número de casos identificados desde o início do surto. Fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) …

Reformaram-se 1.649 professores este ano. É o valor mais alto desde 2013

Este ano, reformaram-se mais 1.649 professores em Portugal continental. É o valor mais alto dos últimos sete anos. De acordo com o Correio da Manhã, entre janeiro e dezembro deste ano, aposentaram-se 1.649 professores em Portugal …

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …

Netanyahu terá visitado Arábia Saudita (e reunido com Mike Pompeo e o príncipe herdeiro em segredo)

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, terá viajado no domingo em segredo à Arábia Saudita para se encontrar com o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, divulgaram esta segunda-feira vários meios de comunicação de Israel. De acordo …