“Nua, entre larvas e peluches”. Julgada portuguesa que escondeu filha na mala do carro

Começou nesta semana, em França, o julgamento da portuguesa Rosa Cruz, de 50 anos, que escondeu a filha na mala do carro, durante os seus primeiros 23 meses de vida. Um caso grave de maus tratos que deixou a criança com sequelas graves e permanentes.

Rosa Cruz apresentou-se cabisbaixa e de cara fechada no julgamento que começou nesta segunda-feira, no Tribunal de Tulle, região da Nova Aquitânia, no departamento de Corrèze, no centro de França.

Escondendo o rosto por vezes, a emigrante portuguesa chegou a soltar algumas lágrimas quando ouviu o pediatra Jean-Louis Demarquez, que assistiu a filha no hospital, a contar como ela tinha “carências históricas” de vitamina D e “carências socio-afectivas” como nunca tinha visto em toda a sua carreira, conforme relata o jornal local La Montagne.

Séréna, a filha desta mulher de 50 anos, passou os primeiros 23 meses de vida fechada na mala do carro da mãe, escondida do mundo.

Foi preciso lavar a criança quatro vezes

Quando foi descoberta no cofre do veículo, tinha 7,8 quilos de peso e um desenvolvimento semelhante a um bebé de 7 meses quando já tinha dois anos. Estar com a criança era como enfrentar “uma espécie de muro”, revelou o pediatra em tribunal.

Quando lhe estenderam o biberão, a criança “apreendeu-o com os pés”, levando-o às mãos e depois, à boca, contou ainda o pediatra.

Foi preciso lavar a criança quatro vezes no hospital, tal era o estado em que se encontrava, revelou-se também no tribunal.

A leitura do estado físico e mental em que Séréna foi encontrada deixou a sala de audiência em estado de choque, como relata a imprensa francesa.

“Nua, extremamente suja, desidratada, desarticulada, parecendo procurar ar, revirando os olhos, cercada por excrementos, mas também por larvas, vermes, ao lado de brinquedos e peluches”, e no meio de “um cheiro nauseabundo”, assim se descreveu a terrível descoberta da criança em tribunal, de acordo com o Le Nouvel Observateur.

Os peritos ouvidos no caso apontam que a menina, que completa 7 anos no próximo dia 24 de Novembro, apresenta um “défice funcional de 80%” e um “síndroma autístico provavelmente irreversível”, que está directamente relacionado com o isolamento a que foi sujeita.

As perícias toxicológicas concluíram, a partir da análise a uma mecha de cabelo, que a criança apresentava concentrações fracas de vários medicamentos, nomeadamente analgésicos, ansiolíticos, sedativos e anti-convulsionantes. Disto se conclui que a mãe ter-lhe-á dado medicamentos que não são recomendáveis para crianças tão pequenas.

“Lamento o mal que fiz à Séréna”

Os investigadores do caso acreditam que a criança passava praticamente todo o tempo na mala do carro, embora a mãe tenha garantido que a retirava de lá com regularidade, para um local no rés-do-chão da casa onde ninguém costumava ir.

A menina foi encontrada em Outubro de 2013, por um mecânico que ficou curioso com os gemidos que ouviu, quando o Peugeot 307 de Rosa Cruz se encontrava na garagem onde trabalhava à espera de ser reparado.

Rosa Cruz terá escondido a gravidez de todos, até do marido, com quem tem outros três filhos, com idades entre os 9 e os 15 anos. Estas crianças estão a viver com os pais, incluindo a arguida que não se encontra detida, enquanto Séréna vive com uma família de acolhimento.

O pediatra ouvido em tribunal salientou que os outros três filhos de Rosa Cruz estão bem cuidados, revelando “uma boa qualidade de trabalho como mãe“. “Não se compreende porque é que Séréna escapou a este cuidado”, referiu.

Em tribunal, Rosa Cruz falou da infância e do casamento felizes, de como o primeiro filho foi “desejado”, e de como o segundo e o terceiro surgiram no âmbito de uma “negação da gravidez”, o mesmo que diz ter acontecido no caso de Séréna.

É muito duro ser confrontada com a realidade. Lamento o mal que fiz à Séréna“, disse também na sala de audiências.

A defesa da portuguesa alega que a própria Rosa Cruz é também uma “vítima” de “uma negação absoluta de gravidez e da criança“, o que implica “um grande sofrimento”.

Em Novembro de 2013, Rosa Cruz contou à TFI que deu à luz sozinha, na sua casa, em Novembro de 2011, e que não conseguiu assumir o nascimento da menina perante a família. “Fechei-me numa mentira, num abismo“, referiu. “Tentei mantê-la viva”, disse ainda.

Os investigadores que lidaram com a emigrante consideram que ela não queria deixar a filha, mas também que queria ser descoberta.

O responsável da investigação contou em tribunal um episódio quase anedótico, que reflecte o complexo estado desta mulher. “Quatro dias depois da descoberta da criança, Rosa Cruz telefonou-me para me culpar por ter deixado entrar os seus gatos na casa, então selada”, no âmbito dos procedimentos de inquérito, frisou.

O marido já foi ouvido em tribunal, em cadeira de rodas, depois de ter sofrido uma queda, dando muitas respostas evasivas. “Não sabia de nada. Não compreendo porque é que ela fez isto”, garantiu ao juiz do caso, admitindo que quem tratava de tudo em casa era a mulher.

Rosa Cruz está acusada de crimes de violência com mutilação ou incapacidade permanente sobre menor de 15 anos, privação de cuidados ou de alimentos comprometendo a saúde de criança, e dissimulação atentatória do estado civil de uma criança. Arrisca ser condenada a uma pena de 20 anos de prisão.

SV, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não há palavras para classificar este ser “humano”, inimaginável tal situação! Falta total de valores, de amor e humanismo praticado, prisão perpétua no mínimo, não é ser digno de retomar a vida entre humanos!. Cometer um acto momentâneo em situação de desespero ainda poderá haver algum perdão, cometer uma atrocidade destas perante uma filha indefesa recém nascida e de tal forma durante 2 anos sem haver um dia de arrependimento é demasiado duro, como é possível?

  2. Como pode ser possivel. Prisao perpetua, tortura, era pouco. De lamentar uma portuguesa fazer isto. Traiu o marido, engravidou de outro e simplesmente escondeu… inexplicável porque nao abortou…
    Entristecedor.

RESPONDER

Situação "muito grave" leva a uma nova corrida ao papel higiénico na Alemanha

A Alemanha atingiu esta quinta-feira um novo máximo diário, com mais de 11 mil casos em apenas 24 horas. A nova vaga de infeções está a levar os alemães a um novo açambarcamento de papel …

Taça: todos os "grandes" defrontam equipas do terceiro escalão

FC Porto, Benfica e Sporting vão jogar em casa de formações do Campeonato de Portugal. Sporting de Braga estará na Trofa. Decorreu nesta quinta-feira o sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, a …

DGS vai comprar mais de 100.000 frascos de Remdesivir até março de 2021

A Direção-Geral da Saúde vai adquirir entre este mês e março de 2021 mais de 100.000 frascos do medicamento antiviral remdesivir, com a designação comercial Veklury, para tratamento de doentes com covid-19. A decisão foi tomada …

Utilizadores do PayPal vão poder usar criptomoeda para pagar a mais de 26 milhões de comerciantes

O PayPal anunciou que vai investir no mercado das criptomoedas, lançando um novo serviço que permitirá aos utilizadores da plataforma nos Estados Unidos comprar, guardar e vender moeda digital, já a partir de 2021. De acordo …

Escavações revelam sepulcro do final da Idade do Bronze em Oliveira de Frades

Escavações arqueológicas realizadas recentemente revelaram a existência de um sepulcro do final da Idade do Bronze na Cumeeira, junto à zona industrial de Oliveira de Frades, anunciou esta quinta-feira a autarquia. "Este sítio arqueológico era já …

Farmacêutica Purdue aceita declarar-se culpada em processo sobre analgésico opiáceo

A farmacêutica Purdue concordou em declarar-se culpada pela promoção agressiva do analgésico opiáceo OxyContin. O acordo foi anunciado pelo ministério da Justiça norte-americano e está avaliado em cerca de 8,3 mil milhões de dólares. A farmacêutica …

Norte pode ultrapassar os 2.000 casos diários esta semana e os 4.000 na próxima

As novas infeções pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 podem ultrapassar esta semana a "barreira dos dois mil casos" na região Norte, alertaram especialistas esta quinta-feira, afirmando que o atual índice de transmissibilidade (o designado RT) "permite …

Uber quer comprar Free Now. Empresa norte-americana ofereceu mais de mil milhões

A Uber quer comprar a Free Now, o antigo MyTaxi, tendo oferecido mais de mil milhões de euros à BMW e Daimler para assumir o controlo da empresa. Segundo noticiou o Cinco Días, a imprensa alemã avançou …

Portugal ultrapassa barreira dos 3.000 casos diários. Quase 2.000 no Norte

Portugal regista esta quinta-feira 3.274 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 16 mortes relacionadas com a covid-19, segundo o boletim epidemiológico …

Neve em Roma

Polícia australiana investiga alegados pagamentos no julgamento do cardeal George Pell pelo Vaticano

A Polícia australiana revelou esta quarta-feira que recebeu informações do órgão de controlo de crimes financeiros sobre alegadas transferências de fundos do Vaticano durante o julgamento contra o cardeal George Pell, condenado por abuso sexual …