Portugal procura assegurar meias da Liga das Nações na receção à França

Manuel de Almeida / Lusa

A seleção portuguesa, detentora do troféu, procura, este sábado, assegurar a qualificação para as meias-finais da Liga das Nações, precisando, para isso, de vencer a campeã mundial, França, no Estádio da Luz.

Com duas rondas por disputar na fase de grupos, portugueses e franceses seguem lado a lado no topo do grupo 3 da Liga das Nações, ambos com 10 pontos e sem qualquer desaire, mas com vantagem da equipa das quinas na diferença de golos, que, na prática, lhe confere a liderança (9-1 contra 7-3).

Uma vitória de uma das equipas será garantia de apuramento automático, já que o vencedor passará para a frente com três pontos à maior, faltando disputar apenas uma jornada, a sexta e última, na qual Portugal visitará a Croácia e a França receberá a Suécia, sendo que croatas e suecos já estão afastados da corrida ao apuramento.

Caso se verifique um empate sem golos no Estádio da Luz, a seleção nacional manter-se-á na frente e com melhor diferença de golos, tendo em conta que trouxe um nulo (0-0) de Paris, enquanto uma igualdade com golos colocará a França no topo. Nos dois casos, o apuramento para as meias apenas ficará definido na derradeira ronda do grupo.

Portugal, que vem de um triunfo expressivo no particular com Andorra (7-0), está na máxima força, pelo que o onze escalado por Fernando Santos não deverá andar muito longe daquele que empatou em Paris, no jogo da terceira jornada, embora não possa contar com o central Pepe, lesionado.

Já os franceses estão privados do avançado Ben Yedder, que teve um teste positivo para o novo coronavírus e não viajou para Lisboa, enquanto a principal figura, Kylian Mbappé, tem treinado condicionado e nem sequer participou no particular com a Finlândia, que os campeões mundiais perderam por 2-0.

“Por alguma razão, Portugal é campeão europeu”

O selecionador francês, Didier Deschamps, disse, esta sexta-feira, esperar um jogo muito semelhante ao de Paris e lembrou que a equipa lusa é campeã europeia “por alguma razão”.

“Portugal vai fazer de tudo para ganhar o jogo e nós também. Acredito que vai ser um jogo semelhante ao que tivemos em Paris, com duas equipas muito táticas. Agora, espero que haja golos para nós. Uma vitória poderá ser decisiva”, afirmou Deschamps, em conferência de imprensa de antevisão da partida.

O técnico assegurou que os bleus não se vão “rebaixar” perante Portugal e que vão “criar problemas ao adversário“, num encontro que, considerou, será de “alto nível, entre equipas muito boas”.

O antigo médio internacional gaulês apontou a seleção portuguesa como “uma das melhores do mundo, muito sólida, organizada, com várias opções ofensivas, que faz muito golos e que joga frequentemente no mesmo sistema”.

É uma equipa completa. Por alguma razão é a campeã da Europa e ganhou a primeira edição da Liga das Nações”, reforçou, antes de falar de Cristiano Ronaldo: “Faz parte dos melhores do mundo há muitos anos, pelo que fez e continua a fazer. Mantém-se ao mais alto nível e continua ávido de alcançar mais recordes.”

Sobre a eventual ausência de Mbappé, Deschamps disse que iria “participar na fase inicial do treino de hoje [sexta-feira], vai fazer trabalho específico à parte. Vou esperar para ver o que acontece no treino e, amanhã [sábado] veremos como estão todos os jogadores, antes de decidir qual será a equipa titular”, adiantou.

O jogo entre Portugal e França está agendado para 19h45 e será dirigido pelo alemão Tobias Stieler.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Prelúdio indesejável". Irmã de Kim Jong-un avisa Coreia do Sul sobre manobras militares com EUA

Kim Yo-jong, a irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, alertou a Coreia do Sul sobre o impacto negativo da realização de manobras militares conjuntas com os Estados Unidos da América (EUA) para a recente reaproximação …

PIB tem de crescer quase 6% no segundo semestre para as previsões do governo serem cumpridas

Mesmo com o crescimento histórico de 15,5% no segundo trimestre de 2021, a economia vai ter de chegar a valores pré-pandemia para se cumprir o objectivo de 5% de crescimento anual apontado pelo Ministro das …

Descontos em apps de entrega de comida e táxi. Reino Unido oferece incentivos aos jovens para se vacinarem

Descontos em aplicações na entrega de comida ou de táxi são alguns dos incentivos que serão oferecidos no Reino Unido para promover a vacinação entre os mais jovens. Sajid Javid, ministro da Saúde do Reino …

Demolição do prédio Coutinho começa esta segunda-feira

O processo de demolição do prédio Coutinho, em Viana do Castelo, começa esta segunda-feira. Em comunicado, o gabinete do Ministério do Ambiente informa que o ministro João Pedro Matos Fernandes “vai presidir à cerimónia de …

Atleta bielorrussa forçada a abandonar Tóquio está sob proteção da polícia japonesa

Polémica iniciou-se depois de velocista ter denunciado a inscrição do seu nome na estafeta de 4x400m sem o seu conhecimento, o que terá acontecido, segundo a própria, por as restantes atletas bielorrussas não terem viajado …

Manuel Pinho diz que aceitar um cargo político "foi um erro enorme"

Quatro anos depois de ter sido constituído arguido no processo EDP, o ex-ministro da Economia esteve, na última sexta-feira, a ser interrogado no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). De acordo com o semanário …

Alemanha prepara dose de reforço para as pessoas mais vulneráveis

A Alemanha pondera administrar uma dose de reforço da vacina contra a covid-19 aos idosos e pessoas imunodeprimidas a partir de setembro, avançou hoje a AFP, citando um projeto do Ministério da Saúde alemão. O plano, …

Alexis Vega na órbita do FC Porto

O jovem futebolista, que se encontra a representar o México nos Jogos Olímpicos, está a ser colocado na órbita do FC Porto pela imprensa do seu país. Esta segunda-feira, vários meios de comunicação social mexicanos, entre …

Presidente cessante do Irão diz que Governo nem sempre foi verdadeiro

Hassan Rouhani, Presidente cessante do Irão, reconheceu que, durante os seus oito anos de mandato, o Governo "não disse parte da verdade" ao seu povo. No domingo, Hassan Rouhani reconheceu que o Governo "não disse parte …

Yaremchuk já treinou pelo Benfica e promete "marcar muitos golos"

O Benfica anunciou, no sábado, a contratação do futebolista ucraniano ao Gent por 17 milhões de euros, com o avançado a assinar um contrato válido até junho de 2026. "A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, …