Portugal procura assegurar meias da Liga das Nações na receção à França

1

Manuel de Almeida / Lusa

A seleção portuguesa, detentora do troféu, procura, este sábado, assegurar a qualificação para as meias-finais da Liga das Nações, precisando, para isso, de vencer a campeã mundial, França, no Estádio da Luz.

Com duas rondas por disputar na fase de grupos, portugueses e franceses seguem lado a lado no topo do grupo 3 da Liga das Nações, ambos com 10 pontos e sem qualquer desaire, mas com vantagem da equipa das quinas na diferença de golos, que, na prática, lhe confere a liderança (9-1 contra 7-3).

Uma vitória de uma das equipas será garantia de apuramento automático, já que o vencedor passará para a frente com três pontos à maior, faltando disputar apenas uma jornada, a sexta e última, na qual Portugal visitará a Croácia e a França receberá a Suécia, sendo que croatas e suecos já estão afastados da corrida ao apuramento.

Caso se verifique um empate sem golos no Estádio da Luz, a seleção nacional manter-se-á na frente e com melhor diferença de golos, tendo em conta que trouxe um nulo (0-0) de Paris, enquanto uma igualdade com golos colocará a França no topo. Nos dois casos, o apuramento para as meias apenas ficará definido na derradeira ronda do grupo.

Portugal, que vem de um triunfo expressivo no particular com Andorra (7-0), está na máxima força, pelo que o onze escalado por Fernando Santos não deverá andar muito longe daquele que empatou em Paris, no jogo da terceira jornada, embora não possa contar com o central Pepe, lesionado.

Já os franceses estão privados do avançado Ben Yedder, que teve um teste positivo para o novo coronavírus e não viajou para Lisboa, enquanto a principal figura, Kylian Mbappé, tem treinado condicionado e nem sequer participou no particular com a Finlândia, que os campeões mundiais perderam por 2-0.

“Por alguma razão, Portugal é campeão europeu”

O selecionador francês, Didier Deschamps, disse, esta sexta-feira, esperar um jogo muito semelhante ao de Paris e lembrou que a equipa lusa é campeã europeia “por alguma razão”.

“Portugal vai fazer de tudo para ganhar o jogo e nós também. Acredito que vai ser um jogo semelhante ao que tivemos em Paris, com duas equipas muito táticas. Agora, espero que haja golos para nós. Uma vitória poderá ser decisiva”, afirmou Deschamps, em conferência de imprensa de antevisão da partida.

O técnico assegurou que os bleus não se vão “rebaixar” perante Portugal e que vão “criar problemas ao adversário“, num encontro que, considerou, será de “alto nível, entre equipas muito boas”.

O antigo médio internacional gaulês apontou a seleção portuguesa como “uma das melhores do mundo, muito sólida, organizada, com várias opções ofensivas, que faz muito golos e que joga frequentemente no mesmo sistema”.

É uma equipa completa. Por alguma razão é a campeã da Europa e ganhou a primeira edição da Liga das Nações”, reforçou, antes de falar de Cristiano Ronaldo: “Faz parte dos melhores do mundo há muitos anos, pelo que fez e continua a fazer. Mantém-se ao mais alto nível e continua ávido de alcançar mais recordes.”

Sobre a eventual ausência de Mbappé, Deschamps disse que iria “participar na fase inicial do treino de hoje [sexta-feira], vai fazer trabalho específico à parte. Vou esperar para ver o que acontece no treino e, amanhã [sábado] veremos como estão todos os jogadores, antes de decidir qual será a equipa titular”, adiantou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jogo entre Portugal e França está agendado para 19h45 e será dirigido pelo alemão Tobias Stieler.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE