Portugal em risco de ser “o país mais pobre da União Europeia” dentro de 20 anos

Stephanie Lecocq / EPA

O presidente do Eurogrupo, Mario Centeno

Há um “desastre” a formar-se para Portugal que, dentro de 20 anos, pode ser o país mais pobre da União Europeia (UE), sendo ultrapassado por países como Bulgária, Roménia, Hungria e Polónia. A previsão é do Fórum para a Competitividade, que alerta que não se pode “ficar parado à espera” do pior cenário.

Esta previsão é traçada na “Nota de Conjuntura” alusiva ao mês de Fevereiro de 2020 do Fórum para a Competitividade e lembra que a Comissão Europeia (CE) prevê, para 2020, que dentro dos países da coesão, “só a Espanha deverá crescer menos do que Portugal em 2020 e 2021″.

Ora, “extrapolando os resultados dos últimos quatro anos para o futuro, até 2024, Portugal seria ultrapassado pela Hungria, Roménia, Polónia e Letónia, ficando a ser um dos quatro países mais pobres da UE”, alerta o Fórum para Competitividade.



Considerando as contas da CE, o Fórum sustenta que em 2031, seríamos ultrapassados pela Croácia e que até a Grécia o pode fazer também nos próximos anos. “Portugal ficaria então o segundo país mais pobre da UE, só à frente da Bulgária, passando para o último lugar dentro de vinte anos“, aponta-se na “Nota de Conjuntura”.

O Fórum destaca que, “neste ano e no próximo, Portugal deverá crescer 1,7%, apenas três décimas acima da média da UE”. Ora, “com este ritmo de “convergência”, o nosso país precisaria de mais de 200 anos para alcançar a média” da UE. Países como Eslovénia e Lituânia “já nos ultrapassaram” e “estão a convergir de forma mais clara com as economias mais avançadas da UE”, sustenta a nota.

Perante este quadro, o Fórum aponta que não se pode “ficar parado à espera que todo este desastre se concretize sem fazer nada para o contrariar”.

Impõe-se estudar o que está a ser feito nos países da Coesão, para que eles consigam tão bons resultados e Portugal compare tão mal com eles“, frisa a entidade, manifestando disponibilidade para integrar um “grupo de trabalho” que possa “contribuir para impedir este empobrecimento relativo do país”.

Este grupo de trabalho deverá incluir a participação dos Ministérios da Economia e dos Negócios Estrangeiros e ser aberto à sociedade civil, nomeadamente a Universidades, Associações Patronais e Sindicatos, defende o Fórum.

Como possíveis “recomendações” de curto, médio e longo prazos que poderiam sair deste grupo de trabalho, o Fórum enuncia a “simplificação de licenciamentos e de burocracia em geral”, a convergência das “taxas de imposto praticadas em Portugal” com as dos países da coesão e um “investimento significativo” na formação.

Coronavírus pode motivar “perturbações excessivas”

O Fórum para a Competitividade também analisa os efeitos do coronavírus na economia, considerando que os receios “podem conduzir a perturbações excessivas”.

“É muito cedo para tentar estimar os impactos económicos, mas já há fortes quedas das importações de petróleo e matérias primas da China, bem como problemas nas cadeias de valor de produtos industriais e médicos, de que este país é um importante produtor”, frisa o Fórum.

Certo é que os “mercados financeiros parecem muito preocupados, com a queda dos mercados accionistas na última semana de Fevereiro a constituir a maior descida semanal desde a crise de 2008″, aponta-se também na nota.

“O lado favorável deste vírus é que poderá constituir um travão para outros riscos políticos em curso, em especial a guerra comercial entre os EUA e a China”, analisa ainda o Fórum, frisando que o evoluir do contágio ao longo dos meses de Março e de Abril será determinante para avaliar, de forma mais concreta, os efeitos económicos da epidemia.

SV, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Por cá está tudo bem. Felizmente o povo vive alienado e é de um modo geral burro e vai votando no atual gangue que está por todas as formas a voltar aos velhos tempos do 44. Enquanto assim for…

  2. Pois é, o resultado dos Arrota Postas de Pescada do “Somos os Melhores do Mundo”, “nós é que sabemos disto”, os outros incluindo a Alemanha, não valem nada ao nosso pé, antes nós pomos os gajos a rastejar aos nossos pés.
    Infelizmente vai acontecer, se a Comunada Socialista / Marxista e as Hienas Retornadas, Burloes e Ladroes não forem posto a andar.
    A VERDADE do cagoes da Comunada, a DECADENCIA de Portugal.
    Um Bando de Pirats e um Covil de Ratazanas!

  3. Olha quem são eles… uma associação que recebe dinheiros públicos para defender os grandes grupos económicos…
    Estão tão preocupados com a probreza de Portugal, que ainda há dias se sairam com esta pérola:
    Dez 2019
    FÓRUM PARA A COMPETITIVIDADE
    “Subida do salário mínimo pode destruir até 100 mil empregos”
    .
    Em Fev 2017:
    Fórum para a Competitividade: subir salário mínimo é “enorme imprudência”.
    .
    Enfim, um bando de inúteis que não acrescenta nada e que pretende “aumentar a competitividade” de Portugal com recurso à quase escravatura dos portugueses!…
    O pior é que tem como presidente um tal Ferraz da Costa que, embora mal saiba o que é trabalhar, ainda há pouco teve a lata de dizer isto:
    “As pessoas não querem trabalhar”, diz Ferraz da Costa

  4. Algumas razões possíveis por este possível futuro:
    1) resistência à mudança, mesmo que seja para melhor;
    2) as chefias e direcções não são por qualidade e mérito, mas sim por conivência e “currículo”, mesmo que pouco perceba dos assuntos a coordenar (começa no sector público, termina no sector privado);
    3) falta de planeamento em geral e métodos de aumento de eficiência. Os patrões e chefias preocupam-se com o número de horas de trabalho (esmifrando o trabalhador mais horas a custo zero), em vez de alterar formas e mecanismos para aumentar a qualidade do serviço, eficiência, reduzindo o erro e o tempo mal gasto.
    4) continuar com a mentalidade das más condições laborais, a começar pelos salários… e achar que isso é competitividade.

  5. A direita política, os abutres da nossa sociedade, aproveitam tudo que é desgraça, venha ela de onde vier, quiçá fabricada por eles próprios, para tentar enganar os mais desgraçado e ignorantes.
    Esquecem-se de que, já enganaram quem tinham que enganar e vai ser muito difícil, voltar a enganá-los, mesmo com Venturas ou desventura… enfim, estão perdidos e vão morrer com o próprio veneno!

    • Exato!
      Vá lá que ainda há países imunes à “mensagem da desgraça da direita” e que ainda continuam sintonizados com a “verdade de esquerda”. Países como Cuba, Venezuela e Coreia do Norte, por exemplo!
      Nesses países a mentira da direita, desses arautos da desgraça, não entra! E o povo continua a viver muito bem, sem ser enganado!

    • E os teus filhos e netos que rezem para os credores perdoarem a divida nem que seja parcialmente, pois sempre foi nisso que a esquerda apostou e aposta. No puro calote.

  6. Feito o “diagnóstico” por peritos, então o que deve ser modificado, restruturado, para que não se corra esse risco? Pelo que li parece-me que muitos dos comentários são reles e não apontam para nada a não ser para o insulto.
    É minha opinião que se deverá melhorar a organização empresarial, aumentar a produtividade da função pública, enfim a “famosa” reforma do Estado É altura de perguntar ao dr. Paulo Portas onde é que o deixou.

  7. Infelizmente todo o tecido empresarial do estado que era lucrativo e resultado de décadas de investimento público (EDP, GALP, BRISA, PT, CT etc), passou para as mãos de privados, na maior parte essa grande fatia foi obra de governos de direita ou de politicas de direita, reduzindo as receitas do estado apenas à cobrança de impostos, permitindo-se depois que os grandes grupos económicos desviem lucros para offshores e que gozem de benificios e perdões fiscais.

RESPONDER

Medvedev esmagador rouba Grand Slam a Djokovic. E os campeões também choram

O sérvio Novak Djokovik falhou o seu encontro com a história do ténis, depois de uma inesperada e dolorosa derrota em três sets frente ao russo Daniil Medvedev. Ainda não foi desta que um tenista …

318 dias depois, máscaras deixam de ser obrigatórias na rua (mas recomendadas em aglomerados)

O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório a partir desta segunda-feira, 318 dias depois, passando a ser facultativo e recomendado em algumas situações, como os aglomerados de pessoas. Esta obrigação durou, no total, …

CBS anuncia um reality show para ativistas. E alguns já o odeiam

O anúncio de um novo programa de televisão, apresentado como uma competição entre ativistas, cujo vencedor será o que tiver mais impacto nas redes sociais, causou polémica este fim de semana nos Estados Unidos. O novo …

A poesia moderna pode ter surgido muito antes do que se pensava

Descoberta feita por professor da Universidade de Cambridge vem colocar os inícios da poesia moderna no século II e não no século V, como se acreditava, quando os Bizantinos começaram a introduzi-las nos seus cânticos …

Agricultora com raízes portuguesas quer cultivar plantações com água salgada

Camila Reveles é nascida e criada no Brasil, mas há quatro gerações, o tetravô de Reveles deixou Portugal e mudou-se para a região de Praia Seca, perto do Rio de Janeiro. Com ele trouxe a …

BMW apresenta dois novos conceitos de veículos elétricos de duas rodas

No passado fim de semana, a BMW apresentou dois conceitos de veículos elétricos com duas rodas no IAA Mobility 2021, na Alemanha. Ambos foram desenvolvidos por divisões distintas da fabricante. A Vision AMBY e a i …

Dono de empresa de crio-preservação acusa a ex-mulher de roubar corpos congelados

  Duas empresas russas de crio-preservação, administradas respetivamente por ex-cônjuges, estão em conflito aberto. Na passada quarta-feira, a empresa do ex-marido acusou a empresa da sua antiga esposa de tentar roubar corpos congelados e equipamentos de um …

"Papel do orgasmo como descongestionante nasal" vence Prémio Ig Nobel 2021

O prémio, que é uma sátira do Prémio Nobel, também destacou este ano uma pesquisa sobre a melhor forma de transportar rinocerontes – de cabeça para baixo e pelas pernas – e o papel da …

Rampa de lançamento para os Jogos Olímpicos, este ginásio de boxe está a definhar com a covid

O East Coast Boxing Club tira jovens lutadores da rua e dá-lhes uma casa para praticar boxe. Agora, o ginásio atravessa sérias dificuldades devido à covid-19. Em Kampala, a capital do Uganda, encontra-se o East Coast …

Minerais, drogas e China. Como os talibãs planeiam financiar o novo governo afegão

Agora que o talibãs supostamente assumiram o controlo total do Afeganistão e começaram a formar um governo, um desafio iminente aguarda-os: como é que eles manterão o seu país e economia à tona? Nos últimos 20 …