/

Portugal está entre os países onde o preço dos alimentos mais supera a inflação geral

2

Na última semana, um cabaz de bens alimentares essenciais custava, em Portugal, 209,98 euros, mais 26 euros do que no início do fevereiro.

Portugal figura entre os países da União Europeia em que a inflação dos bens alimentares superou a taxa de inflação geral, de acordo com uma estimativa feita pelo jornal espanhol Cinco Días. A diferença, entre os meses de maio e agosto, foi de 4,84%. Portugal só foi ultrapassado pela Alemanha e pela Suécia, onde as diferenças se situaram, respetivamente, nos 7,27% e nos 5,24%. Já no que respeita à media da Zona Euro, fixou-se nos 2,58%.

Tal como lembra o jornal Público, na semana passada, o Eurostat divulgou dados que revelam que os bens alimentares aumentaram 16,2%, em outubro, em Portugal. Novamente, acima da Zona Euro. É ainda possível estabelecer comparações com o mesmo período do ano passado, quando os alimentos estavam 8,8% mais baratos.

Segundo a mesma fonte, na última semana, um cabaz de bens alimentares essenciais custava, em Portugal, 209,98 euros, mais 26 euros do que no início do fevereiro, isto é, antes do conflito armado na Ucrânia. Feitas as contas pela Deco Proteste, estamos perante uma subida de 14,35% no custo do cabaz.

Se se considerar os alimentos que compõem o cabaz, foram os laticínios e a carne os produtos que mais aumentaram, com subidas na ordem dos 21,01% e 20,08%. No campo oposto, dos aumentos menos significativos, estão os da fruta, os dos legumes, os das mercearias, os do peixe e congelados. Apesar de nas últimas semanas se ter assistido a uma diminuição dos custos, o valor máximo do cabaz alimentar foi atingido em outubro, fixando-se nos 214,30 euros.

  ZAP //

2 Comments

  1. «…Os menos esclarecidos julgam que os centros de decisão mais importantes ainda estão nos Partidos, e não, como agora, nas sociedades secretas cujos interesses financeiros, protegidos por uma desregulação selvagem, dominam o Estado…» – Alberto João Jardim in «A Tomada da Bastilha»

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.