Porto na Turquia está a transformar-se num cemitério de cruzeiros de luxo

Vários cruzeiros do Reino Unido e dos Estados Unidos estão a ser desmantelados num cais turco depois de a indústria que gerava milhões anualmente ter sido fortemente afetada pela pandemia de covid-19.

O porto de Aliaga, perto de Izmir, na costa oeste da Turquia, está a tornar-se num verdadeiro cemitério de cruzeiros, com vários trabalhadores a desmantelar as embarcações: removem paredes, janelas e grades de pelos menos cinco navios.

À medida que o SARS-CoV-2 se foi espalhando um pouco por todo o mundo, começaram a ser canceladas várias viagens e atividades turísticas. Também os cruzeiros, onde foram detetados alguns surtos, acabaram por ser afetados pela pandemia.

Em março passado, as autoridades dos Estados Unidos emitiram uma ordem de proibição de embarque para todos os cruzeiros e muitos outros países, como o Reino Unido, emitiram recomendações nas quais aconselham os seus cidadãos a não viajar nestas embarcações, que outrora eram um setor muito procurado.

Um dos cinco navios no porto turco é o Carnival Fantasy, antigamente operado pela gigante norte-americana Carnival Cruise Line. Fez a sua viagem inaugural em meados de 1990 e, no ano passado, deixou oficialmente de operar.

Em julho, o CEO da Carnival Corporation, Arnold Donald, disse que iria remover 13 navios das suas frotas durante 2020, insistindo, segundo escreve o jornal britânico Daily Mail, que o desmantelamento seria um processo de “reciclagem”.

A pandemia e consequente o travão no setor do turismo terão agravado a situação.

O portal News Au frisa ainda que a situação pandémica mundial está a afetar alguns dos navios de cruzeiro mais notáveis do mundo: não só o Carnival Imagination, o Carnival Inspiration, o Carnival Fantasy, mas também o primeiro “mega cruzeiro” do mundo, o Sovereign of the Seas da Royal Caribbean.

“A principal razão para [os proprietários] dos navios de cruzeiro nos procurarem é a crise de covid-19 (…) Cada vez que ocorre uma crise na indústria do turismo marítimo, a crise é sentida no nosso setor”, disse o gerente geral da Associação de Recicladores de Navios da Turquia, Ersin Kaptan, em declarações ao 7 News.

A Cruise Lines International Association prevê que a indústria global tenha perdido 107 mil milhões de dólares e cerca de 518.000 postos de trabalho até o final deste mês.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ora este problema do Covid 19 há de terminar um dia e o turismo rejuvenescer de novo e os cruzeiros voltarem a operar de novo em força, uma boa oportunidade para Portugal voltar a face para o oceano depois de ter-lhe virado costa em 1974.

RESPONDER

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …

Talibãs retomam execuções e amputação de mãos como punição

Os Talibãs voltarão às execuções e à amputação de mãos como forma de punição, avançou um dos fundadores do grupo, Nooruddin Turabi, indicando que as represálias nem sempre ocorrerão em público. À Associated Press, Turabi alertou …