Apenas 9% da população idosa portuguesa é saudável

hapal / Flickr

A população idosa portuguesa tem baixos níveis de saúde, em comparação com a de outros países europeus, de acordo com “o maior estudo” sobre envelhecimento realizado na Europa e esta segunda-feira divulgado pela Universidade de Coimbra.

Os resultados preliminares de DO-HEALTH, o maior estudo europeu sobre envelhecimento, que procura formas de melhorar a saúde dos idosos com mais de 70 anos, concluem que, “à primeira visita clínica”, “51% dos idosos são considerados saudáveis na Suíça, na Áustria, 58%, na Alemanha, 38%, em França, 37%, e, em Portugal, apenas 9%”, afirma a Universidade de Coimbra (UC), numa nota enviada esta segunda-feira à agência Lusa.

Globalmente, 42% dos 2.157 participantes no estudo foram “considerados idosos saudáveis”, de acordo com a mesma pesquisa, que envolve mais de meia centena de investigadores de sete centros universitários da Alemanha, da Áustria, de França, de Portugal e da Suíça.

A participação portuguesa é assegurada por um grupo de investigadores da Clínica Universitária de Reumatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, liderado por José António Pereira da Silva.

Os investigadores do projeto, que foi iniciado em 2012 e é coordenado por Heike Bischoff-Ferrari, professora da Universidade de Zurique, consideram “idosos saudáveis os seniores que não apresentam doenças crónicas e têm uma boa saúde física e mental”.

Ao longo de três anos de ensaio clínico foi pedido aos participantes que cumprissem, “três vezes por semana, um plano de exercício simples em casa e tomassem diariamente suplementação de vitamina D e/ou ácidos gordos ómega 3 e/ou placebo”, para avaliar o efeito da vitamina D, do ómega 3 e do exercício físico na saúde cognitiva e física dos idosos.

Os dados recolhidos vão ser “analisados de forma a determinar os efeitos destas três intervenções em cinco principais dimensões: risco de fratura, função muscular dos membros inferiores, função cognitiva, tensão arterial e taxa de infeções”, de modo a que a informação obtida permita desenhar “estratégias que possibilitem aos mais velhos terem uma vida mais ativa e saudável”, explicita José António Pereira da Silva.

Sobre o facto de Portugal apresentar níveis de saúde inferiores aos observados nos outros seis centros participantes, o docente e investigador da FMUC afirma, citado pela UC, que estes resultados não “surpreendem, mas preocupam”.

Quanto a possíveis causas, embora ainda não tenham sido devidamente avaliadas no estudo, José António Pereira da Silva acredita que “há a considerar todo um conjunto de recursos sociais com efeito na saúde dos idosos, que vão desde o valor das pensões até à facilidade de acesso à saúde. Há ainda um fator que eu presumo ser muito determinante, que é o nível educacional”.

Na opinião do especialista, a título pessoal, “há alguns sinais preocupantes em Portugal do ponto de vista do serviço de saúde”.

Para a implementação do DO-HEALTH em Portugal foi criado um centro dedicado na FMUC, que implicou um financiamento da UC na ordem dos 200 mil euros, representando no total, com a contribuição da União Europeia, um orçamento de mais de 800 mil euros, refere na mesma nota, adiantando que o total do DO-HEALTH foi de 17,6 milhões de euros.

A equipa da UC, constituída por três enfermeiros, quatro médicos, dois fisioterapeutas e uma farmacêutica, recrutou e seguiu 301 idosos da região de Coimbra, que perfizeram três consultas anuais e nove contactos telefónicos trimestrais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jovem esfaqueou quatro pessoas na cidade francesa de Périgueaux

Um jovem esfaqueou esta terça-feira quatro pessoas na cidade francesa de Périgueaux, tendo uma delas ficado gravemente ferida, segundo a imprensa local, adiantando que a investigação descarta a hipótese de se tratar de um ato …

Greve dos enfermeiros adia mil cirurgias no São José, Santa Maria e São João, avança sindicato

A greve dos enfermeiros, que cumpre esta terça-feira o segundo dia, vai obrigar ao adiamento de mil cirurgias nos hospitais de Santa Maria e S. José, em Lisboa, e no São João, no Porto, disse …

Câmara de Pedrógão Grande não revela onde gastou donativos dos incêndios

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande "vive numa espécie de bolha incontactável" e não revela onde foram gastos os donativos atribuídos para ajuda às vítimas dos trágicos incêndios que assolaram aquela zona em 2017. A …

Jogadores do Sporting apontam o dedo a Bruno de Carvalho no incidente de Alcochete

Ouvidos no âmbito da investigação do incidente em Alcochete, Battaglia e Mathieu - ambos jogadores do Sporting presentes no dia das agressões - apontaram o dedo a Bruno de Carvalho, relembrando que o então presidente …

Jacarta está a afundar e pode ficar submersa já em 2050

Os especialistas alertam que, se nada for feito, alguns lugares da capital da Indonésia podem acabar completamente debaixo de água até 2050. "A possibilidade de Jacarta ficar submersa não é nenhuma brincadeira", adverte o investigador Heri …

Polémica na Web Summit. Marine Le Pen está de volta

O convite feito a Marine Le Pen para participar na Web Summit que se realiza entre 5 e 8 de Novembro, no Altice Meo Arena, em Lisboa, está a gerar polémica. E a SOS Racismo …

Dezenas de mortos após queda de ponte em Génova

A ponte Morandi, localizada sobre a auto-estrada A10, em Génova, no norte Itália, colapsou esta terça-feira. As autoridades admitem que o colapso da estrutura pode ter feito dezenas de mortos e feridos. Inicialmente as autoridades não …

BE e DECO de mãos dadas nas críticas ao BdP sobre serviços mínimos bancários

O Bloco diz que o Banco de Portugal defendeu interesses dos bancos e não dos consumidores enquanto que a DECO defende que grande percentagem da população não sabe o que significa o valor do Indexante …

Carro rompe barreira de segurança do Parlamento em Londres. Suspeito detido

As autoridades britânicas estão a investigar um incidente ocorrido nesta manhã após um veículo ter batido contra as barreiras de segurança junto ao Parlamento, em Londres, no Reino Unido. O suspeito foi detido e não …

Caixas multibanco sob ameaça de ataque em massa

Bancos de todo o mundo foram avisados de que podia estar iminente um ataque em massa às suas máquinas de multibanco. SIBS nega que o apagão deste domingo esteja relacionado com o ataque. Segundo o The …