Maior ponte pedonal suspensa do mundo abre esta semana em Arouca (e não é para medrosos)

A Ponte 516 Arouca, a maior ponte pedonal suspensa do mundo, abre esta quinta-feira a residentes em Arouca, no distrito de Aveiro. Entre os que já a conheceram em visitas preparatórias, até os mais nervosos dizem que é “espectacular”, mas assumem que “mete um bocadinho” de medo.

Ligando 516 metros de distância entre as margens de Canelas e Alvarenga, o novo equipamento do distrito de Aveiro está seguro por estruturas de betão e aço. Situa-se a 175 metros acima dos rápidos do rio Paiva e integra um tabuleiro em gradil metálico.

Além de permeável ao vento, este tabuleiro também permite observar em profundidade o cenário sob os pés dos visitantes.

A técnica municipal de turismo Verónica Bernardo que tem testado a nova ponte com pequenas visitas-guiadas salienta, em declarações à agência Lusa, que o ângulo vertical da visão proporcionada por esse quadriculado torna a estrutura “assustadoramente bela”.

“Fruto do meu trabalho [de preparação], já fiz várias vezes a travessia – em condições de chuva miudinha, em condições de nevoeiro, em condições de sol – e é quase como os Passadiços do Paiva: cada um destes momentos é único e vale a pena”, nota Verónica Bernardo.

“Quanto ao nervoso miudinho, existe sempre, ao início, mas depois passa com a espetacularidade da paisagem”, diz ainda a técnica.

“Não é para os de coração fraco”

Toda a paisagem em torno da Ponte 516 Arouca está classificada como geoparque e integra a Rede Natura 2000. A estrutura atravessa o vale da Garganta do Paiva e localiza-se junto à Cascata das Aguieiras, cujas águas se abatem sobre um leito fluvial que, por ser granítico, obriga o rio a desvios e curvas particularmente revolutos.

Fernando Vieira foi um dos visitantes que fez a tour inaugural com Verónica Bernardo.

“Qualquer pessoa vai gostar de fazer a travessia, pela paisagem e por toda a envolvência”, aponta à Lusa, prevendo que a invasão de visitantes que se espera será “uma mais-valia para a freguesia de Alvarenga”, onde vive.

Adriano Santos também fez o percurso, apoiado numa bengala e sempre muito devagarinho, com todo o cuidado para evitar que o apoio ficasse preso nos orifícios do piso.

Olhar para baixo faz um bocadinho de… Mete um bocadinho de… Mas não é nada de mais. É uma brincadeira muito gira. Não tem nada de muito complicado”, conta também à Lusa.

“Esperamos todos que traga bons frutos para o concelho. Foi uma óptima aposta da Câmara Municipal e toda a equipa que se envolveu nesta obra está de parabéns”, destaca outro dos visitantes, Márcio Soares.

Esperamos que nos traga mais turismo – principalmente numa altura destas, em que é preciso – e que todos os arouquenses possam aproveitar ao máximo esta exclusividade”, acrescenta à Lusa.

A fama da ponte de Arouca já está a correr mundo, sendo destacada, nomeadamente, pela agência de notícias internacional Ruptly que salienta que o percurso de cerca de 10 minutos, a uma altura de 175 metros, “não é para os de coração fraco”.

Obra de 2,3 milhões de euros

A presidente da Câmara de Arouca, Margarida Belém, destaca à Lusa que a conclusão da ponte suspensa “é um orgulho enorme”. “Representa o trabalho de uma larga equipa e só foi possível porque estivemos sempre todos muito concertados, ultrapassando juntos todos os obstáculos”, afirma.

O município avançou com a empreitada de 2,3 milhões de euros antes de saber se obteria a comparticipação comunitária, como veio a confirmar-se mais tarde através do Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos.

A autarca socialista atribui o projecto à audácia local, notando que “Arouca é um município de interior já habituado a ser arrojado”.

Além disso, também frisa que a obra só foi possível graças às “boas contas”, pois iniciar a obra sem financiamento “revela a capacidade financeira do município”, destaca Margarida Belém.

Inovadora a nível de engenharia e arquitectura por ter recorrido a técnicas concebidas de origem para a especificidade do próprio terreno, a ponte materializada pelo instituto ITeCons e pela construtora Conduril é “uma obra icónica, diferenciadora“, segundo a autarca.

Margarida Belém também nota que a ponte pedonal já vem motivando solicitações diversas enquanto “atracção não só a nível nacional, mas também internacional”.

Abertura ao público em geral a 3 de Maio

A abertura da Ponte 516 Arouca ao público em geral só vai acontecer na próxima segunda-feira, 3 de Maio, sendo necessário a aquisição prévia do bilhete na Internet.

Mas a partir desta quinta-feira, os visitantes com comprovativo de morada em Arouca podem usufruir da experiência a título gratuito, se já tiverem o cartão-residente que por 5 euros lhes garante livre-trânsito durante três anos na ponte e nos Passadiços do Paiva.

As pessoas de outros territórios terão que pagar 10 a 12 euros pelo bilhete de acesso, consoante a sua idade.

As crianças e jovens até aos 17 anos pagam 10 euros, assim como maiores de 65 anos, enquanto o bilhete para a restante população custa 12 euros. O acesso à ponte está interdito a menores de seis anos.

Independentemente da data de nascimento, estudantes com o devido comprovativo pagarão apenas 10 euros por uma entrada.

O tarifário da Ponte 516 Arouca inclui ainda três modalidades de pack familiar, ao preço de 30 euros para grupos com dois adultos e uma criança ou jovem, 40 para dois adultos e dois menores, e 45 para casais com três descendentes – sendo que, pelo quarto filho e seguintes, acrescerá 5 euros por cada um.

A ponte vai poder ser visitada de Maio a Setembro entre as 08:00 e as 20 horas, e em Outubro entre as 09:00 e as 19 horas. De Novembro a Março estará disponível só entre as 09:00 e as 17 horas.

As reservas e o pagamento dos bilhetes devem fazer-se online através do site www.516arouca.pt, onde está compilada informação geral sobre a estrutura.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …

Polónia quer comprar casa de campo francesa (para recuperar o legado de Marie Curie)

A Polónia quer comprar e renovar a casa de campo francesa de Marie Curie e transformá-la num museu, naquele que é um esforço para reivindicá-la como génio científico e pioneira polaca. Embora tenha nascido na Polónia, …