Poluição do ar causada pelos incêndios na Indonésia já chegou aos países vizinhos

A Indonésia está a tentar que o cenário devastador que se viveu em 2015 não se repita este ano, mas pode não conseguir. Os fogos florestais, que consomem o país e espalham uma nuvem de fumo, já se fazem sentir nos países vizinhos.

Os incêndios têm atingido principalmente partes das ilhas de Sumatra (a sexta maior ilha do mundo) e de Bornéu desde o final de Julho, altura em que o Governo enviou nove mil militares e policias (além de bombeiros) para combater as chamas. Até agora, mais de 930 mil hectares de floresta tropical arderam e centenas de moradores tiveram de ser evacuados de zonas próximas.

Na manhã de quarta-feira, segundo a agência de notícias estatal Antara, foram detetados cerca de cinco mil “pontos quentes” de incêndio em seis províncias da Indonésia. Algumas comunidades têm-se reunido em locais públicos, normalmente em frente a edifícios do Estado, para rezar em conjunto por chuva que acabe com a seca, com os incêndios e com a neblina de fumo que se tem espalhado pela Indonésia e países vizinhos.

O problema da seca é comum em países asiáticos, mas o padrão climático do fenómeno El Niño fez com que, este ano, caísse ainda menos chuva na Indonésia, o que só veio piorar o problema dos incêndios.

À semelhança do que acontece na Amazónia, também na Indonésia, os agricultores e criadores de gado utilizam o fogo como forma de limpeza dos terrenos, geralmente utilizados para plantar palmeiras ou para produção de celulose, composto que serve de matéria-prima para diversos tipos de papel, fraldas descartáveis, tecidos, biocombustíveis, materiais de construção, entre outros.

Se não forem controladas, as queimadas podem tornar-se em incêndios florestais de grandes dimensões. De acordo com a CNN, ao longo dos últimos anos as autoridades têm tentado acabar com o problema das queimadas: tornaram-nas ilegais, aplicando multas que podem chegar aos 635 mil euros e passaram a controlar de forma mais próxima agricultores ou grandes empresas que utilizam este método de limpeza de terrenos. Mas as queimadas continuaram.

A Malásia e Singapura têm sido os países mais afetados pelo fumo dos incêndios das últimas semanas na Indonésia. As autoridades da Malásia já distribuíram mais de meio milhão de máscaras de proteção respiratória e pelo menos 400 escolas fecharam devido aos níveis perigosos de poluição do ar que fazem com que também seja difícil ver a partir de uma certa distância.

Os meios de comunicação locais afirmam que o fumo está afetar a circulação aérea, mas nenhum dado oficial foi para já avançado por fonte do Governo.

Os incêndios aumentaram o grau de contribuição da Indonésia para as alterações climáticas, uma vez que boa parte do território ardido era floresta tropical. Além disso, o país abriga entre 10% a 15% das espécies de plantas, mamíferos e pássaros conhecidos no mundo. Ainda assim, nos últimos 50 anos, mais de 74 milhões de hectares de floresta tropical da Indonésia foram cortados, queimados ou deixados ao abandono.

Várias organizações ambientais já se manifestaram contra as queimadas e pediram ações do Governo para preservar aqueles terrenos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. e pelo colorido que venho a observar nos mapas, o próximo continente a arder forte e feio, será a África….
    Depois digam-nos que são descuidos das habituais “queimadas”…
    Porque estão – apressadamente!! – a queimar as Florestas do Planeta??
    Na sequência da “Guerra Fria”, encontramo-nos em plena “Guerra Quente”…
    Assinado: Maria da Maia

RESPONDER

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …