Poluição do ar causada pelos incêndios na Indonésia já chegou aos países vizinhos

A Indonésia está a tentar que o cenário devastador que se viveu em 2015 não se repita este ano, mas pode não conseguir. Os fogos florestais, que consomem o país e espalham uma nuvem de fumo, já se fazem sentir nos países vizinhos.

Os incêndios têm atingido principalmente partes das ilhas de Sumatra (a sexta maior ilha do mundo) e de Bornéu desde o final de Julho, altura em que o Governo enviou nove mil militares e policias (além de bombeiros) para combater as chamas. Até agora, mais de 930 mil hectares de floresta tropical arderam e centenas de moradores tiveram de ser evacuados de zonas próximas.

Na manhã de quarta-feira, segundo a agência de notícias estatal Antara, foram detetados cerca de cinco mil “pontos quentes” de incêndio em seis províncias da Indonésia. Algumas comunidades têm-se reunido em locais públicos, normalmente em frente a edifícios do Estado, para rezar em conjunto por chuva que acabe com a seca, com os incêndios e com a neblina de fumo que se tem espalhado pela Indonésia e países vizinhos.

O problema da seca é comum em países asiáticos, mas o padrão climático do fenómeno El Niño fez com que, este ano, caísse ainda menos chuva na Indonésia, o que só veio piorar o problema dos incêndios.

À semelhança do que acontece na Amazónia, também na Indonésia, os agricultores e criadores de gado utilizam o fogo como forma de limpeza dos terrenos, geralmente utilizados para plantar palmeiras ou para produção de celulose, composto que serve de matéria-prima para diversos tipos de papel, fraldas descartáveis, tecidos, biocombustíveis, materiais de construção, entre outros.

Se não forem controladas, as queimadas podem tornar-se em incêndios florestais de grandes dimensões. De acordo com a CNN, ao longo dos últimos anos as autoridades têm tentado acabar com o problema das queimadas: tornaram-nas ilegais, aplicando multas que podem chegar aos 635 mil euros e passaram a controlar de forma mais próxima agricultores ou grandes empresas que utilizam este método de limpeza de terrenos. Mas as queimadas continuaram.

A Malásia e Singapura têm sido os países mais afetados pelo fumo dos incêndios das últimas semanas na Indonésia. As autoridades da Malásia já distribuíram mais de meio milhão de máscaras de proteção respiratória e pelo menos 400 escolas fecharam devido aos níveis perigosos de poluição do ar que fazem com que também seja difícil ver a partir de uma certa distância.

Os meios de comunicação locais afirmam que o fumo está afetar a circulação aérea, mas nenhum dado oficial foi para já avançado por fonte do Governo.

Os incêndios aumentaram o grau de contribuição da Indonésia para as alterações climáticas, uma vez que boa parte do território ardido era floresta tropical. Além disso, o país abriga entre 10% a 15% das espécies de plantas, mamíferos e pássaros conhecidos no mundo. Ainda assim, nos últimos 50 anos, mais de 74 milhões de hectares de floresta tropical da Indonésia foram cortados, queimados ou deixados ao abandono.

Várias organizações ambientais já se manifestaram contra as queimadas e pediram ações do Governo para preservar aqueles terrenos.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. e pelo colorido que venho a observar nos mapas, o próximo continente a arder forte e feio, será a África….
    Depois digam-nos que são descuidos das habituais “queimadas”…
    Porque estão – apressadamente!! – a queimar as Florestas do Planeta??
    Na sequência da “Guerra Fria”, encontramo-nos em plena “Guerra Quente”…
    Assinado: Maria da Maia

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …