“Polskie Babcie”, as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS).

É hora de ponta em Varsóvia, capital da Polónia. Entre a confusão do trânsito e a pressa dos transeuntes, destaca-se um pequeno grupo colorido, composto por várias mulheres de terceira idade, a acenar bandeiras do arco-íris e da União Europeia.

Chamam-se Polskie Babcie, as “Avós Polacas” em Português, e, segundo a empresa de radiodifusão alemã Deutsche Welle, querem ser mais do que o cliché da avozinha que só faz pierogi (um pastel tradicional polaco), tricô e tomar conta dos netos.

Algumas destas mulheres já protestam regularmente há seis anos. Não gostam do rumo que o país está a tomar, sobretudo devido à governação do partido ultra-conservador Lei e Justiça.

Geralmente, quando surpreendidas pelos seus protestos nas ruas de Varsóvia, são as pessoas mais jovens que costumam mostrar a sua aprovação.

Os jovens costumam aplaudir-nos. Há pouco tempo, uma rapariga veio ter comigo agradecer-me pelo que estávamos a fazer. Disse que, graças a nós, se sentia segura”, disse à DW Krystyna Piotrowska, que está quase a fazer 70 anos.

No outro extremo, entre pessoas mais próximas da sua idade, as reações não são tão positivas. “É mais comum ouvirmos palavras desagradáveis”, declarou a polaca, acrescentando que também já houve casos em que lhes tentaram arrancar a flâmula.

Porém, isso não são motivos suficientes para se deixarem intimidar. “O que me impulsiona é a raiva. Pode ter má fama, mas é necessária para se agir“, explicou ainda a manifestante que, para além de avó, já tem três bisnetos.

Segundo a Deutsche Welle, inicialmente, as “avós polacas”, que têm como lema “a força dos impotentes”, só se juntavam para protestar contra situações concretas. Agora, fazem-no todas as semanas e cada uma se concentra numa determinada causa. Anna Łabuś, de 77 anos, por exemplo, luta contra aquilo que diz ser o “aniquilamento da Constituição”.

“Não sou capaz de ficar descansada em casa, dói-me ver cada uma das violações dos nossos direitos. A União Europeia devia prestar mais atenção às verbas que estão a chegar à Polónia e impor condições, para que o nosso país volte a ser um Estado de direito”, afirmou.

A principal luta destas mulheres é para que, no futuro, os seus netos possam viver numa Polónia democrática. “Eu provavelmente não vou estar viva quando a minha neta for grande”, comenta Iwonna Kowalska, de 67 anos, presidente das Polskie Babcie. “Por isso, para mim, é importante ficar na memória dela como alguém que lutou pelos seus direitos.”

Tal como recorda a DW, esta polaca cresceu durante a ditadura comunista (1945-89). Na altura, muitos da sua idade lutaram contra o sistema para viver num país democrático e livre. “Em 1989, nós pensávamos: ‘Agora temos uma democracia e vai ficar connosco para sempre.”

“Mas agora vemos que a democracia é algo que se pode simplesmente dispersar com um sopro. Quando não se cuida dos valores fundamentais de uma sociedade, pelos quais todo a gente deveria lutar, pode acontecer que, de um momento para o outro, a democracia deixa de existir”, lamentou.

O PiS defende valores muito conservadores e voltados para a Igreja Católica. Nos últimos tempos, por exemplo, tornou o aborto praticamente impossível e proibiu os homossexuais de adotar crianças.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Democracia é a força da maioria. A Polónia é um país verdadeiramente democrático, que defende a vontade popular, contra o autoritarismo e agenda globalista da união europeia. Fazem falta mais Polónias na Europa, dito por um ateu.

RESPONDER

Astrónomos podem ter detetado as maiores estruturas giratórias do universo

Pela primeira vez, astrónomos acabam de encontrar evidências de que algumas das maiores estruturas do cosmos giram numa escala de centenas de milhões de anos-luz. A estrutura em questão é um filamento cósmico, uma estrutura longa …

"A melhor seleção do mundo é a Bélgica"

Elogios do selecionador da Dinamarca ao adversário, mas ainda mais elogios aos seus jogadores, apesar de nova derrota dinamarquesa. Dois jogos em casa, duas derrotas. Apesar de realizar os seus encontros em Copenhaga, a Dinamarca está …

Se extraterrestres visitassem a Terra "não estariam vivos", diz astrónomo do SETI

Especialistas do Search for Extraterrestrial Intelligence (SETI), entidade que tem por objetivo a busca de vida no espaço, estão a afastar-se cada vez mais da ideia de encontrar inteligência extraterrestre igual à humana. Num artigo de …

Cientistas ajudam enxames de drones a evitar obstáculos (copiando o instinto dos pássaros)

Uma equipa de engenheiros da EPFL, na Suíça, desenvolveu um modelo de controlo preditivo que permite que enxames de drones voem em ambientes confusos com rapidez e segurança. Usar enxames de drones tem imensas vantagens, mas …

Países Baixos 2-0 Áustria | Laranja embala e carimba oitavos

Os Países Baixos venceram hoje a Áustria por 2-0, em jogo da segunda jornada do Grupo C do Euro2020 de futebol, e são a terceira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final …

Espanhol condenado a 15 anos por matar a mãe e alimentar-se dos seus restos mortais

Um espanhol de 28 anos foi condenado a 15 anos de prisão por matar a mãe e alimentar-se dos seus restos mortais, que partilhou com o cão. Em maio deste ano, um júri do tribunal da …

Mistério do "Tremor de Céu" em San Diego desvendado. Foram os Marines

Há fortes indícios de que o misterioso estrondo ouvido a semana passada na região de San Diego foi causado por uma aeronave supersónica em missão de treino ao largo da costa californiana. Os US Marines …

Federação arquivou caso Diakhaby

Valência não gostou da decisão e vai tentar prolongar o processo à volta do alegado insulto racista no jogo com o Cádiz. O Comité de Competição da Real Federação Espanhola de Futebol arquivou a denúncia de …

Um orangotango ameaçado de extinção vagueou por uma aldeia remota da Indonésia

Um orangotango de Bornéu vagueou por uma aldeia remota da Indonésia e foi ajudado pelos residentes locais durante vários dias. Apesar de ligeiramente alarmados, os habitantes foram acolhedoras naquele que foi um encontro improvável entre …

França inicia vacinação contra a covid-19 em jovens com 12 anos

Perceval Gete, um adolescente francês de 12 anos, foi uma das pessoas mais jovens na Europa a receber a vacina contra a covid-19, na terça-feira. O adolescente deslocou-se a um centro de vacinação perto de Paris, …