Militares e polícias atacados em Bruxelas e junto ao palácio de Buckingham em Londres

Olivier Hoslet / EPA

Um atacante foi este sábado abatido em Bruxelas, na Bélgica, depois de ter atacado dois militares com uma arma branca. Mais tarde, junto ao palácio de Buckingham, em Londres, um homem com uma faca foi detido por suspeita de ofensas corporais graves e agressão. 

Um homem armado com uma faca foi abatido, esta sexta-feira à noite, depois de atacar dois militares em Bruxelas. O ataque ocorreu no bairro Emile-Jacqmain cerca das 21h00 locais (20h00 em Lisboa), onde a polícia belga montou um perímetro alargado de segurança e informou, mais tarde, que a situação estava “sob controlo”.

O atacante, um somalí de 30 anos que chegou à Bélgica em 2004 e que tinha obtido a nacionalidade em 2015, levava uma arma de fogo falsa e dois exemplares do Corão, informou este sábado a Procuradoria belga, em comunicado citado pela agência EFE. O atacante tinha antecedentes por várias agressões mas não por terrorismo.

Segundo a procuradoria federal belga, a agressão é considerada um “ataque terrorista”. “Pensamos que se trata de um ataque terrorista”, indicou uma porta-voz da procuradoria, acrescentando que o atacante morreu, na sequência da resposta dos soldados com as suas armas de fogo.

O homem “gritou duas vezes ‘Allah Akbar’ (‘Deus é grande’, em árabe) ao atacar os militares”, precisou a mesma fonte. Só um dos dois militares visados ficou ferido “ligeiramente”, segundo a procuradoria federal, que abriu um inquérito por “tentativa de homicídio num contexto terrorista”.

Segundo a agência de notícias belga, o indivíduo, que teria “cerca de 30 anos”, foi transportado para o hospital e acabou por sucumbir aos ferimentos.

“Todo o nosso apoio para os nossos militares”, ‘tweetou’ o primeiro-ministro belga, Charles Michel, acrescentando: “Os nossos serviços de segurança mantêm-se atentos. Acompanhamos a situação de perto” com o Centro de Crise.

Homem detido em Londres

Na capital inglesa, um homem foi detido pela polícia britânica, às 20h35, acusado de ofensas corporais graves e agressão. Na altura da detenção o homem estava na posse de uma faca junto ao Palácio de Buckingham.

Na sequência do ataque, dois agentes ficaram com ferimentos ligeiros no braço. Os serviços de emergência estiveram no local a tratar dos ferimentos, não tendo sido necessária assistência hospitalar, segundo informou a polícia.

Os dois agentes estavam em frente ao palácio quando observaram um carro estacionando numa área restrita perto da residência da família real britânica. Quando se aproximaram do carro, viram que o indivíduo tinha uma arma branca de grandes dimensões.

Os agentes tinham sido alertados por turistas que passeavam na The Mall, a conhecida alameda em frente ao palácio de Buckingham, segundo os quais o homem apresentava um comportamento estranho.

Segundo informação no Twitter da polícia de Londres, não houve mais feridos a registar e prosseguem os inquéritos para perceber o sucedido.

O Palácio de Buckingham, uma das principais atrações turísticas de Londres, é a residência oficial da família real britânica, mas, segundo a polícia, a rainha Isabel II não estava no palácio na altura. Isabel II passa habitualmente o mês de agosto em Balmoral, na Escócia.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Busca em contrarrelógio. Submarino desaparecido na Indonésia tem 72 horas de oxigénio

O chefe da Marinha da Indonésia, Yudo Margono, afirmou que o submarino desaparecido ao largo de Bali com 53 tripulantes a bordo tem capacidade para 72 horas de oxigénio. Em conferência de imprensa, Yudo Margono disse …

Carrinhas comerciais perdem isenção e voltam a pagar ISV

Os veículos comerciais beneficiam de uma isenção de Imposto Sobre Veículos (ISV), mas vão perdê-la a partir do dia 1 de julho deste ano. Em causa estão, segundo avança o Jornal de Negócios, os automóveis ligeiros …

Médicos querem vacinar já quem teve covid há mais de 6 meses. DGS diz que recuperados “nunca estiveram esquecidos”

A Ordem dos Médicos defende que a vacinação de pessoas que pertencem a grupos prioritários e tiveram covid-19 há mais de seis meses deve avançar o quanto antes e não apenas no final de maio, …

Governo discute hoje "estatuto do artista", mas setor mantém as críticas

O Conselho de Ministros desta quinta-feira será dedicado “de forma transversal” à Cultura, conforme indiciou o primeiro-ministro. Numa altura em que este setor está significativamente fragilizado por efeito da crise pandémica, o Executivo deverá aprovar …

Há três portugueses na calha para substituir Espírito Santo no Wolverhampton

O Wolverhampton prepara uma possível saída de Nuno Espírito Santo e tem três portugueses na calha: Vítor Pereira, Bruno Lage e Rui Faria. Ultimamente tem-se falado muito da possibilidade de Nuno Espírito Santo abandonar o Wolverhampton …

PS, BE e CDS alargam direitos dos independentes. “Não é luz verde, é amarela”

As alterações às leis eleitorais têm aprovação garantida em plenário por maioria absoluta nesta quinta-feira. Independentes podem concorrer à Câmara e Assembleia Municipal com o mesmo nome, símbolo e sigla, mas não a todas as …

Aos 29 anos, "sucessor" de Mourinho estreia-se a vencer e faz história

Ryan Mason, o novo treinador interino do Tottenham, estreou-se a ganhar e tornou-se o treinador mais jovem da história da Premier League. Com a saída de José Mourinho do Tottenham, esta segunda-feira, Ryan Mason assumiu interinamente …

PS-Porto traça perfil de candidato e currículo de Barbosa Ribeiro encaixa como uma luva

O PS traçou o perfil do candidato que quer ver concorrer pelo partido à Câmara Municipal do Porto. O presidente da Comissão Política do PS do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro, encaixa na perfeição. Nos últimos tempos, …

Moedas usa o nome de Sócrates para atacar Medina. PS acusa-o de “tirar proveito“ das buscas na CML

Numa altura em que a corrida autárquica se torna cada vez mais feroz, depois de serem conhecidos os motivos das buscas à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas enviou um comunicado às redações em que se …

Enquanto clubes pedem desculpa, Florentino contra-ataca e não desiste da Superliga

O presidente do Real Madrid e da Superliga, Florentino Pérez, manifestou-se na quarta-feira "triste e dececionado" com a suspensão da nova competição europeia de futebol, mas também "surpreendido" com a campanha orquestrada pelo presidente da …