Polícias agridem homem dentro das instalações de tribunal

O Ministério Público da Amadora acusa um subcomissário e dois polícias da PSP de agredirem violentamente um homem dentro do tribunal da Amadora.

O Diário de Notícias (DN) avança que um subcomissário, que comanda a esquadra da Brandoa, e dois agentes da PSP do comando da Amadora estão acusados dos crimes de ofensa à integridade física qualificada por alegadamente terem agredido violentamente um homem nas instalações do tribunal desta cidade.

Além disso, o oficial está também acusado dos crimes de falsificação de documento e de denúncia caluniosa, pois o Ministério Público (MP) entende que o subcomissário mentiu quando redigiu o auto de notícia atribuindo à vítima comportamentos que não se verificaram. Por considerar grave a ação do subcomissário, o MP requereu a suspensão das suas funções.

O DN avança ainda que a acusação, que data de 4 novembro, tem alguns pontos em comum com o caso da acusação aos 18 polícias na esquadra de Alfragide, por tortura, sequestro e agressões, com motivação racista contra seis jovens da Cova da Moura.

O facto de ambos os acasos acontecerem sob o comando da PSP da Amadora, ambas as investigações terem sido coordenadas pelo procurador da República, coordenador do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Amadora, Hélder Cordeiro, o tipo de crimes (agressões e falsos autos de notícia) e um dos agentes pertencer à Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial (EIFP) de Alfragide, onde prestavam serviço a maior parte dos outros 18 polícias acusados em julho passado, são os pontos em causa.

Segundo a acusação, o subcomissário redigiu um auto de notícia no qual acusava um homem, Eugénio S., de o ter injuriado a ele e aos agentes com a expressão “palhaços do c…, falem mas é para a parede”.

Eugénio S. negou e o Ministério Público não encontrou testemunhas, nem nos próprios agentes que estavam com o oficial, de estar a dizer a verdade.

Mais tarde, Eugénio S. denunciou os agentes e o oficial por agressões e o MP conseguiu sustentar esta versão, com base em várias testemunhas, entre as quais dois advogados que depuseram.

Tudo se terá passado no interior das instalações do tribunal da Amadora, junto à sala de testemunhas. O subcomissário terá olhado para Eugénio S. e questionado: “Estás a olhar para mim porquê?” A vítima terá respondido que não estava a olhar e que não o conhecia.

O oficial insistiu que sim e logo um agente uniformizado que estava com ele “empurrou com força o ofendido contra a parede, fazendo que as costas do ofendido fossem projetadas contra a parede”, enquanto o oficial “agarrou o ofendido pelo pescoço com a mão direita, apertando-o com força”.

Entretanto, é descrito na acusação: “Vindo de trás dos seus colegas”, um dos agentes constituídos arguidos (o da EIFP), “que trajava à civil, desferiu com o pé direito um ?pontapé que atingiu o ofendido Eugénio na zona do peito, causando-lhe dor”.

O procurador pediu para os três arguidos a medida de coação de termo de identidade e residência, mas em relação ao subcomissário requereu ao tribunal que determine também a suspensão imediata das suas funções.

“A conduta do subcomissário Hugo C. ao elaborar um auto de notícia descrevendo factos que não tinham ocorrido, pretendendo, por essa via, que fosse instaurado procedimento criminal contra pessoa determinada, põe em crise toda a relação de confiança que o Estado deve manter com particulares num domínio tão sensível com a justiça e a segurança. Nada garante que não venha a fazer uso desse expediente como o descrito nos autos e, deste modo, perfilhamos o entendimento de que existe o perigo de continuação da atividade criminosa”, conclui o magistrado.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Causaram dor”…. ui que coisa tão grave!…
    Coitadinho….
    De certeza que é um cidadão exemplar (e que estava no tribunal por ter ajudado uma velhinha a atravessar a rua) e os policias é que são uns bandidos!…
    Se levou, provavelmente até foram poucas, já que há certos indivíduos que tem que ser “educados” à força!
    E, o MP certamente que não tem mais nada de útil para fazer, nem bandidos para processar, por isso perde tempo a ir atrás dos policias que levam “cidadãos exemplares” ao tribunal!…
    Esses do MP também mereciam um pontapé que lhes “causasse dor”!!…

  2. Eu até compreendo que situações destas não devam ocorrer, mas quando violadores são postos em liberdade, incendiários igualmente, o MP anda a perseguir policias ? Tenham dó pá !

  3. Caros senhores “jornalistas”
    Então onde esta a notícia da agressão ao Policia ocorrida no dia 1 de Outubro que corre nas redes sociais?
    Sabem dar todas as noticias de agentes da lei que agridem este e aquele mas quando alguém agride um agente da lei ninguém diz nada.
    Sempre se disse que quando um policia agride alguém há sempre um advogado ou jornalista a ver, mas quando alguém agride um policia ninguém viu nada.
    Realmente é lamentável a falta de autoridade e apoio que as nossas forças da lei têm, principalmente fomentadas pelos nossos pseudo-advogados e pseudo-jornalista.

    E esta hein…..

RESPONDER

Santa Maria ganha 40 camas para os cuidados intensivos

A maior unidade hospitalar do país reforçou capacidade dos Cuidados Intensivos para os doentes infetados, passando das atuais 80 camas para cerca de 120. O Hospital Santa Maria, em Lisboa, vai quadruplicar a sua capacidade …

"Isto é criminoso". Estivadores dizem que há risco de portos pararem

"Da forma como estamos a trabalhar nos portos, corremos o risco de todo o contingente ficar parado, porque não há nenhum cuidado em termos de criar equipas rotativas", garantiu o líder sindical. O presidente do Sindicato …

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …