Polícia britânica recebe mais 171 mil euros. A busca por Maddie continua

findmadeleine.com

Maddie McCann

O Ministério do Interior do Reino Unido voltou a financiar a investigação policial que decorre sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, agora com cerca de 171 mil euros. Maddie desapareceu no Algarve, em 2007.

A Polícia Metropolitana de Londres já recebeu mais de 13 milhões de euros até ao momento na chamada “Operação Grange”, cujos fundos têm vindo a ser renovados de seis em seis meses.

A operação começou em 2011, quatro anos depois do desaparecimento, e que levou à colaboração entre as forças de segurança do Reino Unido e a polícia portuguesa dois anos depois.

Neste contexto, o Ministério do Interior do Reino Unido já confirmou que o novo fundo para prolongar as investigações cobrirá os próximos seis meses, até 31 de março de 2019, depois do anterior financiamento ter sido esgotado em setembro deste ano.

Na altura em que se assinalaram os 10 anos do desaparecimento de Madeleine McCann, em maio de 2017, a polícia afirmou que cerca de 40 mil documentos tinham sido revistos e mais de 600 indivíduos tinham sido investigados.

A Scotland Yard garantia então que estava na fase crucial da investigação sobre Maddie, assegurando que o caso seguia uma “importante linha de investigação”.

Mas apesar do optimismo da polícia britânica, os 11 milhões de euros gastos até então para procurar Maddie não tiveram ainda qualquer retorno concreto: Maddie continua desaparecida, o seu destino é desconhecido, e os responsáveis pelo seu desaparecimento estão por identificar.

Em maio deste ano, Kate e Gerry McCann, pais de Maddie, assinalaram os 11 anos do desaparecimento da filha com uma publicação no Facebook e no site Find Madeleine a agradecer o apoio de todas as pessoas, bem como a sua “solidariedade persistente”.

Ao longo da última década, o valor da conta criada pelo fundo “Find Maddie” foi aumentado graças a doações públicas e a receitas geradas pelo livro escrito por Kate McCann: Madeleine – O Desaparecimento da Nossa Filha e a Busca para a Encontrar.

Teri Blythe / London Metropolitan Police / EPA

Simulação da aparência de Maddie McCann com 9 anos, em 2012.

Madeleine tinha três anos quando foi vista pela última vez, na Praia da Luz, no Algarve, em maio de 2007, onde se encontrava de férias com a família. A menina inglesa desapareceu do apartamento do resort Ocean Club, enquanto dormia ao lado dos irmãos gémeos. Se estiver viva, Maddie McCann tem atualmente 15 anos.

No início da investigação, a PJ chegou a constituir como arguido Robert Murat, um britânico que vivia nas proximidades do Ocean Club. Murat tinha participado nas buscas e sido intérprete da GNR e da PJ.

No início de agosto de 2007, após diversas pistas falsas terem dispersado a atenção dos investigadores, a polícia britânica, com a ajuda de cães pisteiros, entrou em ação no local do desaparecimento, à procura de sangue e odores do cadáver da menina.

Em setembro do mesmo ano, os pais de Maddie, ambos médicos, foram interrogados na PJ de Portimão e constituídos arguidos.

A 21 julho de 2008, o Ministério Público decidiu arquivar o inquérito e retirar o estatuto de arguidos ao casal McCann e a Robert Murat, ressalvando que o caso poderia ser reaberto caso surgissem “novos elementos de prova”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais umas férias no Algarve pagas pelos palermas, perdão, contribuintes britânicos!
    E cada dia que passa, a policia inglesa fica mais mal na fotografia…

RESPONDER

Parlamento tem dois deputados infetados, um inconclusivo e quatro isolados

O parlamento informou esta terça-feira ter sido notificado da existência de dois deputados com teste positivo ao novo coronavírus, um com teste inconclusivo, que será repetido, e ainda outros quatro em isolamento profilático por determinação …

Proibição de circulação. Governo rejeita ter "vários pesos e várias medidas"

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, rejeitou esta terça-feira que o Governo tenha “vários pesos e várias medidas” tendo em conta as exceções à circulação dos cidadãos entre concelhos entre 30 de outubro e …

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …