Polícia britânica recebe mais 171 mil euros. A busca por Maddie continua

findmadeleine.com

Maddie McCann

O Ministério do Interior do Reino Unido voltou a financiar a investigação policial que decorre sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, agora com cerca de 171 mil euros. Maddie desapareceu no Algarve, em 2007.

A Polícia Metropolitana de Londres já recebeu mais de 13 milhões de euros até ao momento na chamada “Operação Grange”, cujos fundos têm vindo a ser renovados de seis em seis meses.

A operação começou em 2011, quatro anos depois do desaparecimento, e que levou à colaboração entre as forças de segurança do Reino Unido e a polícia portuguesa dois anos depois.

Neste contexto, o Ministério do Interior do Reino Unido já confirmou que o novo fundo para prolongar as investigações cobrirá os próximos seis meses, até 31 de março de 2019, depois do anterior financiamento ter sido esgotado em setembro deste ano.

Na altura em que se assinalaram os 10 anos do desaparecimento de Madeleine McCann, em maio de 2017, a polícia afirmou que cerca de 40 mil documentos tinham sido revistos e mais de 600 indivíduos tinham sido investigados.

A Scotland Yard garantia então que estava na fase crucial da investigação sobre Maddie, assegurando que o caso seguia uma “importante linha de investigação”.

Mas apesar do optimismo da polícia britânica, os 11 milhões de euros gastos até então para procurar Maddie não tiveram ainda qualquer retorno concreto: Maddie continua desaparecida, o seu destino é desconhecido, e os responsáveis pelo seu desaparecimento estão por identificar.

Em maio deste ano, Kate e Gerry McCann, pais de Maddie, assinalaram os 11 anos do desaparecimento da filha com uma publicação no Facebook e no site Find Madeleine a agradecer o apoio de todas as pessoas, bem como a sua “solidariedade persistente”.

Ao longo da última década, o valor da conta criada pelo fundo “Find Maddie” foi aumentado graças a doações públicas e a receitas geradas pelo livro escrito por Kate McCann: Madeleine – O Desaparecimento da Nossa Filha e a Busca para a Encontrar.

Teri Blythe / London Metropolitan Police / EPA

Simulação da aparência de Maddie McCann com 9 anos, em 2012.

Madeleine tinha três anos quando foi vista pela última vez, na Praia da Luz, no Algarve, em maio de 2007, onde se encontrava de férias com a família. A menina inglesa desapareceu do apartamento do resort Ocean Club, enquanto dormia ao lado dos irmãos gémeos. Se estiver viva, Maddie McCann tem atualmente 15 anos.

No início da investigação, a PJ chegou a constituir como arguido Robert Murat, um britânico que vivia nas proximidades do Ocean Club. Murat tinha participado nas buscas e sido intérprete da GNR e da PJ.

No início de agosto de 2007, após diversas pistas falsas terem dispersado a atenção dos investigadores, a polícia britânica, com a ajuda de cães pisteiros, entrou em ação no local do desaparecimento, à procura de sangue e odores do cadáver da menina.

Em setembro do mesmo ano, os pais de Maddie, ambos médicos, foram interrogados na PJ de Portimão e constituídos arguidos.

A 21 julho de 2008, o Ministério Público decidiu arquivar o inquérito e retirar o estatuto de arguidos ao casal McCann e a Robert Murat, ressalvando que o caso poderia ser reaberto caso surgissem “novos elementos de prova”.

ZAP ZAP // BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais umas férias no Algarve pagas pelos palermas, perdão, contribuintes britânicos!
    E cada dia que passa, a policia inglesa fica mais mal na fotografia…

RESPONDER

Vermes predadores gigantes viviam no fundo do mar há 5,3 milhões de anos

Uma equipa de investigadores encontrou um novo registo fóssil de vermes predadores gigantes em sedimentos do Mioceno, entre 23 e 5,3 milhões de anos atrás. Estas misteriosas criaturas, possíveis predecessoras da espécie Eunice aphroditois, tinham aproximadamente …

Este foi o sábado mais movimentado de 2021. Quatro milhões saíram à rua

O sol e a subida de temperaturas que se fizeram sentir este fim de semana convidaram milhões de pessoas por todo o país a sair de casa. O último sábado, dia 27 de fevereiro, foi …

"Só há um responsável, que sou eu", assume Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica assumiu, este domingo, a responsabilidade pela crise de resultados e garantiu que Jorge Jesus irá cumprir até ao fim o contrato que o liga ao clube até 2022. Numa entrevista exclusiva à …

Governo reservou 1.251 milhões para acesso à habitação. 25 câmaras captaram mais de metade do apoio

O Governo reservou no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) 1.251 milhões de euros em subvenções para executar o programa de apoio ao acesso à habitação. Até agora, acordos com 25 câmaras já captaram mais …

Cientistas encontraram 70 mil vírus nunca antes vistos no intestino humano

Cientistas identificaram mais de 70 mil vírus, até então desconhecidos, que vivem no nosso intestino e infetam as bactérias que lá vivem (como afetam o nosso corpo é ainda um mistério). No novo estudo, conta o …

Direita ultrapassa PS com subida da Iniciativa Liberal. Chega cai

Uma sondagem da Aximage para o Diário de Notícias, Jornal de Notícias e TSF revela que o PS está a perder peso nas intenções de voto, tendo sido ultrapassado pela direita. Segundo a sondagem, divulgada pelo …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

Governo ainda está a tempo de "reverter" venda de barragens da EDP

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse este domingo que o Governo ainda está tempo de reverter o negócio das venda de seis transmontanas, que terá permitido à EDP poupar 110 milhões em imposto de …

Cientistas encontraram abelha australiana que não era vista há 98 anos

Uma espécie de abelha nativa das florestas tropicais do leste da Austrália foi encontrada pela primeira vez em 98 anos. De acordo com o site IFLScience, trata-se da espécie Pharohylaeus lactiferus, abelha nativa do leste da …

Marcelo destaca papel de profissionais de UCI. Costa agradece à Madeira e FPF

O Presidente da República destacou e agradeceu o papel dos profissionais de saúde que estão nos cuidados intensivos, pelo seu papel no combate à pandemia, que considerou uma "saga nacional". "Eu queria, em primeiro lugar, louvar …