Meio milhão de euros por imagem com “erros” e ilegível. Polémica da nova marca Madeira no Parlamento

A nova imagem da marca Madeira está a criar uma onda de espanto e indignação. Tudo porque o novo logotipo que pretende promover o turismo no arquipélago é considerado confuso e pouco original, apesar de ter custado mais de meio milhão de euros a desenvolver.

A Associação de Promoção da Madeira (APM) apresentou a nova imagem de marca do arquipélago na semana finda, como uma identidade visual “mais moderna”, “simples, vibrante e playful“.

O logotipo foi formado a partir da desconstrução do círculo, um símbolo que representa a “ideia de união e perfeição mas, também diversidade”, segundo a APM.

O slogan “Madeira. Tão Tua” reporta para quatro ideias fundamentais, a saber “Um lugar onde me sinto bem”, “Um lugar onde me sinto entre amigos”, “Um lugar em que vivo como um local” e “Um lugar ao qual quero sempre voltar”.

Contudo, o resultado da ideia está a suscitar muitas críticas. Até o antigo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, se veio pronunciar, usando uma publicação no seu perfil do Facebook para apontar que “o novo logotipo combina o snobismo pequeno-burguês com a vulgaridade imitada” e que é uma “tontice desta ansiedade patológica em querer mudar tudo”.

Note-se que Jardim promoveu, “por sete vezes” alterações na imagem do arquipélago enquanto liderou o Governo regional, como destaca o Diário de Notícias da Madeira.

(dr)

Nova imagem de marca da Madeira

PCP leva polémica ao Parlamento regional

O PCP Madeira também já veio criticar o novo logotipo da marca Madeira, apontando para “a leitura difícil e o investimento na campanha” como as “questões mais críticas”.

Assim, os comunistas pediram uma audição no Parlamento regional para debater o assunto.

“Muito para além dos aspectos da legalidade da adjudicação da nova Marca Madeira e dos valores do investimento realizado, estão colocados legítimos questionamentos sobre o bom uso dos dinheiros públicos e sobre a necessária eficácia da aplicação de meios financeiros”, aponta o PCP Madeira em comunicado.

Além disso, o PCP atesta que o novo logotipo mereceu “uma torrente de críticas por parte dos agentes turísticos, hoteleiros, profissionais da comunicação, dos meios de comunicação social e das redes sociais”.

Também o Chega Madeira criticou a nova imagem, considerando que “está a causar mau estar entre as pessoas”. “Até os próprios portugueses têm alguma dificuldade em ler e compreender o que está escrito”, aponta este partido, criticando também os valores gastos.

“Madeira, Minha Nossa!”

O desenvolvimento da marca foi feito pelas agências Bloom Consulting e BAR no âmbito de um contrato público por ajuste directo pelo valor de 560 mil euros. Mas o Governo Regional terá gasto mais cerca de um milhão de euros na promoção da nova marca.

Estes valores têm repercussão nas redes sociais, onde as vozes críticas apontam várias falhas à campanha.

“Meio milhão de euros para uma nova campanha publicitária da Madeira com um logótipo que não é legível nem original, e um claim, “Madeira. Tão Tua”, que mais facilmente poderia estar a vender o turismo da região do Tua“, aponta o utilizador do Facebook MC Somsen, redactor da TVI.

“Se a ideia seria criar “um sentimento de pertença” na marca Madeira, tenho um claim muito melhor e mais barato: “Madeira, Minha Nossa”“, realça ainda MC Somsen.

O jornalista do Expresso Pedro Cordeiro fala em “erros claros” a nível “gramático e gráfico” e nota que “só quem já conhece o nome consegue ler aquilo”.

Já o podcaster Márcio Barcelos repara que “é claro que o slogan tem um erro”, apontando que, na versão em Inglês, em vez de “Madeira Islands belong” devia ser “Madeira Island belongs”.

E o utilizador do Twitter Zalameh considera que “o slogan não tem lógica em Inglês” e que “alguém deve ter pensado esse slogan em Português e fez a tradução” à letra.

(dr)

Nova imagem de marca da Madeira

Nova imagem de marca da Madeira

Também há quem note que o logotipo tem semelhanças evidentes com um design desenvolvido pela plataforma Adobe Stock ou com a imagem de marca da Benetton.

Entretanto, vão surgindo os memes a brincar com a situação e até o perfil do Cinema São Jorge no Twitter se juntou à brincadeira.

Albuquerque fala em “trabalho excepcional”

O presidente do Governo regional, Miguel Albuquerque, falou da nova imagem como “um trabalho excepcional” aquando da sua apresentação.

“Tudo se conjuga para aquilo que sempre caracterizou a Madeira, que foi a sua hospitalidade“, apontou ainda, notando que o arquipélago é um destino onde “as pessoas se sentem em casa”.

Para o secretário Regional do Turismo, Eduardo Jesus, a nova identidade visual é o “culminar de um processo” que se iniciou há vários anos e que pretende “traduzir a arte do bem receber, espelhar a capacidade de inclusão” da região e afirmá-la “no mundo como um destino único, de excelência e com um grande coração que quer receber todos da mesma forma”.

No fundo, o objetivo é “fazer com que cada pessoa sinta que é aqui que pertence“, como notou o director executivo da APM, Nuno Vale, na apresentação da nova marca.

“O propósito da marca é um norte, capaz de unificar as nossas gentes e quem nos visita em torno de uma percepção comum e daquilo que nos propomos ser e fazer”, concluiu aquele responsável.

Susana Valente Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. É verdade! Quando vi pela primeira vez tive dificuldade em entender que o que lá está escrito é simplesmente “MADEIRA”. Depois de se saber até se vê mais ou menos bem, mas para quem não conhece é difícil. Quanto ao “em vez de “Madeira Islands belong” devia ser “Madeira Island belongs”.”, nessa não concordo. A Madeira é constituída por várias ilhas, por isso “Islands” no plural. E as boas regras inglesas dizem que o adjetivo para o substantivo plural é singular, ou seja, “Madeira Islands belong to…”

  2. Modernices sem sentido!
    Pensei que estavam a fazer publicidade ao rio Tua, ainda pensei se haveria uma nova região a chamar-se “Tão Tua”…
    Talvez tenha desculpa porque já sou velhota!

  3. Eu não acredito que esta p..ria custou meio milhão de euros! Qualquer youtuber fazia melhor e por menos de metade. Realmente quando não nos custa a ganhar o dinheirinho é esbanjar à fartazana. Dinheiro que tanta falta faz em tantos sectores da sociedade. Tenham vergonha.

  4. Existe algum boy ou familiar de boy nessa empresa de design?
    Ou algum deles já tem um lugar lá garantido para quando saírem do poleiro?

  5. E assim se faz a corripcao…
    Nao se justifica…
    Aceita-se…
    Todos perdem…
    Em nome de uns, nao da madeira… madeira nao precisa e conhecida…
    Enfim mais uma historia por contar…

  6. É por estas e por outras que devia haver uma redução de impostos.
    A “empresa” governos simplesmente não sabe gerir, poucos tem competências do que quer que seja, e reina o compadrio e favores.

  7. As letras “e” e “i” são opções muito discutíveis. Mais o “e” que em termos do suposto estilo tipográfico, foge por completo ao utilizado no resto. Aque “i” encavalitado, também parece uma carta fora do baralho. Perde consistência e legibilidade. É só uma opinião. Quanto ao resto, já foi tudo dito.

  8. Se, de cada vez que a minha querida me disser “Sou tua!”, eu me lembrar do Rio Tua, algo vai mal (em mim). Realmente, quando a vontade de dizer mal é grande, inventa-se tudo mesmo sem pensar e depois é um “Maria vai com as outras”. Além disso, o Fernando (17 Abril, 2021 at 15:34) faz uma análise lúcida do inglês usado, coisa que os detratores não conseguem nem querem, pelos vistos, porque apenas querem maldizer!

  9. Sempre foi usal ,o Continente pagar estes desvarios !
    Não lhes custa a ganhar , e os ricos do
    que paguem .
    Já no tempo do Alberto , assim era !
    Porque mudar ,? sempre ouvi !
    Se não visse com atenção, passava-me ao lado , até pensei que era um algum slogan , a região do Rio Tua !
    Cuidem-se , o Continente que pague a crise !

  10. Mais um esquema made in Madeira e os cubanos a pagar… Albuquerque e o seu séquito (seguidores do rei Alberto) a desbaratar o dinheirinho do continente… E tudo de bico calado porque senão a mama acaba-se para quem piar…

  11. Fernando. tem razão em incluir no conjunto a ilha de Porto Santo, só não tem razão quando chama adjectivo ao verbo “belong” que, no presente do indicativo, só termina em s se o sujeito for singular.

  12. ” Madeira.Tão Tua” o ponto final não se percebe, a maiúscula no pronome “Tua” leva a confusão com o nome do rio. O “tão” é o primeiro termo de uma comparação e aparece, quase sempre, antes de um adjetivo. Há realmente alguns erros neste título que, de facto, nos saíram muito caros!! Esta forma de trabalhar sem ouvir quem está directamente interessado no que se faz, é muito próprio do complexo de alguns dos nossos profissionais.

  13. Concordo com a má legibilidade da coisa. Só ainda não percebi porque há aqui uns comentaristas a dizer que o continente paga isto. O orçamento regional da Madeira é que paga.
    E o Estado português ainda está a ganhar juros cobrados à Madeira sobre o empréstimo que esta fez no mercado internacional via República, por obrigação da Troika. Ou seja, o Estado faz de comissionista e ganha dinheiro através de um esquema igual ao spread que pagamos ao banco…

  14. Parece-me que se inspiraram no design do nome do programa “Governo Sombra”! Gastaram tanto dinheiro e, ainda por cima, não são originais! Não há nada que chegue à simplicidade! A inovação na escrita, muitas vezes. não resulta! É muito arriscado brincar com a gramática.

  15. Ao fim e ao cabo o logotipo até está bem porque conseguiu o efeito pretendido: ser comentado, olharem para ele! As cores encontradas são bonitas, quentes e o fundo é lindo! E o tipo de letra até é original! Que mais querem?

RESPONDER

Covid-19: Portugal com uma morte e 324 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 324 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e uma ligeira subida no número de internamentos em enfermaria, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o …

Roma já tem uma máquina de venda automática de pizza

A capital italiana tem agora uma máquina de venda automática que faz pizzas em apenas três minutos. Os preços variam de 4,50 aos seis euros (e as opiniões sobre esta ideia também). Raffaele Esposito, o napolitano …

Morreu Bo, o cão de água português de Barack Obama

Bo, o cão de água português que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou em 2009 morreu este domingo com 13 anos, em consequência de um cancro, anunciou o político nas redes sociais. O cão …

Futuro pós-vacinação entre reforço de dose, controlo de variantes e medicamentos

A incerteza sobre a duração da imunidade das vacinas contra a covid-19 deixa o futuro do combate à doença entre o reforço da vacinação, a monitorização de novas variantes e o desenvolvimento de terapêuticas alternativas, …

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …