Pode não haver civilizações extraterrestres – mas é certo que já houve

É altamente improvável que a humanidade tenha sido a primeira espécie inteligente a habitar o nosso universo. É o que conclui um novo estudo científico, que conclui que várias civilizações extraterrestres devem ter existido muito antes de nós – e estão extintas.

O estudo, desenvolvido por cientistas norte-americanos e publicado no Astrobiology, conclui que a probabilidade de a humanidade ter sido a primeira espécie tecnologicamente avançada a habitar o nosso universo é de menos de 1 em 10 mil triliões.

“Isto implica que outras espécies inteligentes e produtoras de tecnologia evoluíram muito provavelmente antes de nós”, explica Adam Frank, professor de Física e Astronomia da Universidade de Rochester, em Nova Iorque, e um dos autores do estudo, ao Live Science.

“Antes do nosso estudo, seria considerado pessimista se se imaginasse que a probabilidade de evolução de uma civilização num planeta habitável era de 1 em mil biliões”, diz Adam Frank.

“Mas mesmo esse palpite – uma hipótese em mil biliões – implica que o que aconteceu aqui na Terra com a humanidade aconteceu, de facto, cerca de 10 mil milhões de outras vezes ao longo da história cósmica”, acrescenta o investigador.

“Numa perspectiva fundamental, a questão é, Já aconteceu em algum outro lado antes?”, explica o cientista.

“A nossa pesquisa é a primeira em que alguém foi capaz de dar uma resposta empírica a essa pergunta, e é espantosamente provável que não sejamos o único lugar e tempo em que uma civilização avançada evoluiu”, diz Woodruff Sullivan, co-autor da pesquisa e investigador da Universidade de Washington.

Os dois cientistas tiveram por base a chamada Equação Drake, inventada pelo astrónomo Frank Drake, em 1961, para estimar o número de civilizações extraterrestres que poderia haver na Via Láctea.

Criaram uma espécie de “versão arqueológica” da equação, não considerando o tempo de duração de uma civilização alienígena, e completaram a fórmula com dados do telescópio Kepler, da NASA, nomeadamente os que sugerem que cerca de 20% das estrelas acolhem planetas na chamada “zona habitável” e “amigável” para a vida, onde poderia haver água líquida à superfície.

Com base nestes dados, calcularam a probabilidade de a Terra ter sido o primeiro planeta do Universo a acolher vida inteligente, tomando em consideração o número de estrelas observáveis – cerca de 200 mil triliões, segundo as mais recentes estimativas.

E se os cálculos indicam que é muito pouco provável que os humanos tenham sido os primeiros seres vivos inteligentes do universo, indiciando que pode haver vida inteligente para lá da Terra, também é certo que as probabilidades de a encontrar são quase nulas.

“O universo tem mais de 13 mil milhões de anos. Isso quer dizer que, mesmo que tenha havido 1.000 civilizações na nossa galáxia, se elas viveram tanto como nós – cerca de 10.000 anos -, então todas elas estão já provavelmente extintas”, explica Woodruff Sullivan.

“E claro, outras civilizações vão evoluir quando nós tivermos desaparecido há muito”, diz o cientista.

“Para termos hipóteses de sucesso a encontrar outra civilização ‘contemporânea’ tecnológica activa, ela teria que durar, em média, muito mais do que o nosso actual tempo de vida”, conclui.

Ou seja, provavelmente estamos mesmo sozinhos no espaço-tempo do Universo.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. “200 mil triliões” de estrlas observáveis??? (200 mil milhões de milhões de milhões)
    A nossa galáxia tem a massa de 100 mil milhões de massas solares, e nem todas as estrelas nela contidas são observáveis!!!
    Embora consigamos observar algumas estrelas em galáxias próximas do grupo local, não estou a cer como se chegou a essa quantidade de estrelas observáveis.

  2. Provavelmente alguns deles estiveram no telhado das suas casas a «contar» as estrelas…..tal como se costuma ver nos filmes…. LOL

  3. Parto o COCO A RIR é como a TEORIA DAS BRUXAS,,-“” Eu não acredito em BRUXAS , mas que elas há há,iii”” e dai eles tambem deem haver,pois se uma NAVE VAIVEM Sobe e desche ,logo se SUBI-SE e fosse sempre a direito,ou batia numa PAREDE e essa PAREDE pela LOGICA teria uma ESPESSURA, ou então parava ali!!???…. ou TERIA um FIM e um PRINCIPIO,ou a ESPESSURA tambem teria UMA e um PRINCIPIO e um FIM, ou tambem uma ESPESSURA logico que teria, PRINCIPIO, FIM e COMEÇO do ou da mesma TEORIA.
    Então não ha um FIM e um PRINCIPIO pois ia-se e vinha-se como uma RODA VIVA ou então seria ou é ou HÀ os tais BURACOS NEGROS , ou os UNIVERSOS PARALELOS, ou então as FORÇAS COSMICAS ENERGÈTICAS PURAS -INVISIVEIS,existem e dai como os tais 10 MANDAMENTOS,a SARÇA A ARDER-os TORNADOS DE FOGO-as BOLAS DE FOGO- o MAR a ABRIR -RAIOS DE CHAMAS a atravessarem os animais como em OFERENDAS A DEUS,etcetc e como DEUS/JESUS,é HOMEM E MULHER E ESPIRITO que é ENERGIA dai 3 em 1 3etcetcetc, iiiii -O VENTO VEM e o VENTO VAI,e ninguem sabe de ONDE VEM E PARA ONDE VAI!!!???…. ii so isto dis TUDO rissss ,mas concerteza que há mais,pois inde ha 2 ELE.A esta no meio de NOS,ai a minha CAROLA rissssss….

    A.G.P.

  4. Qualquer civilização com capacidade de viagem interestelares tem capacidade de colonização fora do planeta de origem. Por isso comparar conosco é ridículo.

RESPONDER

Podia ser um quadro de Dalí, mas é só o degelo glacial na Islândia

Na Islândia, o degelo glacial criou uma paisagem deslumbrante que o fotógrafo espanhol Manuel Ismael Gómez de Almería não deixou passar em branco. Faz lembrar a arte surrealista de Salvador Dalí, mas é uma versão ampliada …

Digby, o cão dos bombeiros, ajudou a salvar uma mulher do suicídio

O cão Digby desempenhou um importante papel ao salvar uma mulher que estava a ponderar pôr fim à sua própria vida no Reino Unido. Digby é um cão terapeuta que ajuda as pessoas a lidar com …

Seca pode ser a "próxima pandemia e não há vacinas que a curem", alerta a ONU

A seca e a escassez de água podem afetar o planeta de forma sistémica se não forem tomadas medidas urgentes sobre a gestão da água e dos solos, alertou a Organização das Nações Unidas (ONU) …

Três portugueses morrem em desabamento de escola na Bélgica

O desabamento de uma escola em construção em Antuérpia, na Bélgica, provocou, esta sexta-feira, a morte de três portugueses. As circunstâncias em que o desabamento ocorreu ainda não são conhecidas. Fonte consular portuguesa confirmou à RTP …

António Oliveira desiste de candidatura à Câmara de Gaia

Esta sexta-feira, numa reunião de emergência, António Oliveira, candidato à Câmara de Vila Nova de Gaia, anunciou ao líder do PSD, Rui Rio, a sua desistência da corrida eleitoral. António Oliveira tinha sido a escolha de …

Elemento da comitiva olímpica portuguesa recusou vacina

Todas as outras pessoas que estarão em Tóquio, a representar Portugal, já foram vacinados contra a COVID-19. Quase todos os membros da comitiva olímpica portuguesa, que vão estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, foram vacinados contra …

Os balões incendiários são a mais recente arma nas tensões Israel-Hamas

Durante a noite, forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. Ativistas palestinianos lançaram dezenas de balões incendiários por cima …

Croácia 1-1 República Checa | Perisic empata e ninguém se chateia

A República Checa empatou hoje a um golo com a Croácia, em encontro da segunda jornada do Grupo D do Euro2020 de futebol, disputado em Glasgow, colocando-se em boa posição para chegar aos oitavos de …

Rio Ave não vai admitir adeptos nos jogos

Federação confirmou que o público pode voltar ao futebol mas o clube de Vila do Conde considera que a medida anunciada é injusta e tardia. Algumas competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol estão autorizadas a …

Parlamento levanta imunidade a André Ventura

O levantamento da imunidade parlamentar permite a André Ventura responder perante o Tribunal Judicial da Comarca de Braga sobre o jantar-comício nas presidenciais, que contou com mais de 170 pessoas. O Parlamento levantou, esta sexta-feira, a …