Pode já ser demasiado tarde para salvar o Taj Mahal

OneEighteen / Flickr

Taj Mahal, na Índia

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, está a ficar amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o Governo: “ou restauram ou demolem”.

Há um ditado que diz que o Taj Mahal, na índia, é rosado de manhã, branco leitoso à noite e dourado quando a lua brilha no céu. Todavia, apesar de isso ter sido verdade durante muito tempo para o famoso monumento de mármore, uma mistura de poluição e má gestão sobrecarregou-o.

O monumento condenado a “letargia” dos esforços de restauração, o Supremo Tribunal indiano ordenou a restauração do Taj Mahal – ou a sua demolição.

O Taj Mahal, construído em mármore branco translucido, foi decorado com pedras semipreciosas, incluindo safira e cornalina. No entanto, o tempo passou por ele e, nos últimos quatro séculos, o monumento envelheceu e escureceu bastante, como resultado de processos naturais de oxidação.

Encharcado de chuva ácida, coberto de fuligem de chaminés industriais e domésticas e corroídos por poluentes atmosféricos, o Taj Mahal está irreconhecível.

A monumental poluição nas cidades indianas não é novidade, e Agra não é exceção. À semelhança de muitas cidades asiáticas, o aumento significativo de circulação automóvel fez com que o tráfego aumentasse e, com ele, a poluição.

Além disso, o ar sujo que emerge das chaminés das refinarias de petróleo contém poluentes – dióxido de enxofre e, principalmente, partículas à base de carbono – que têm destruído a fachada branca e brilhante do monumento lendário, dando-lhe um brilho amarelado.

Apesar de estar inserido numa zona dentro da qual as emissões são, supostamente, controladas, as fotografias do Taj Mahal mostram uma deterioração acentuada e sem igual. Os limites legais de emissão foram contestados e são diariamente contestados.

Os esgotos e resíduos industriais chegam da cidade e criam águas ricas em nutrientes que são então absorvidos pelo vento e, consequente,e depositados na pedra cada vez mais porosa do Taj Mahal. Isso permite que microrganismos derivados do rio resistam, colorindo a fachada de verde.

Além disso, dejetos de muitos insetos presentes na água do rio aceleram os danos, mas o efeito é insignificante se comparado com o dióxido de enxofre e dióxido de nitrogénio derivado dos combustíveis fósseis.

Desde 1998, uma série de institutos de investigação indianos exploraram métodos de restauração, tendo sido gastos milhões na tentativa de reverter a descoloração do monumento. No caso dos excrementos, por exemplo, estes são esfregados para que saiam das paredes do Taj Mahal, mas a erosão danifica o brilho do mármore.

Seria preciso uma limpeza frequente para manter o edifício com o seu aspeto original, algo que seria trabalhoso e muito dispendioso.

Segundo o Jornal i, tanto o Governo estatal como o federal são acusados de serem os responsáveis pela visível degradação do monumento. O Supremo Tribunal está muito preocupado com a possibilidade do edifício de 400 anos “sofrer uma preocupante mudança de cor”, pelo que encostou o Governo à parede: “ou restauram ou demolem” o edifício.

O Governo já formou um comité para prevenir a poluição em redor do monumento e, entretanto, já se começaram a sentir os efeitos de algumas das medidas sugeridas por este grupo – como o fecho de algumas fábricas perto do edifício, por exemplo. Mas, apesar destes esforços, o estado de degradação continua a evoluir.

Espera-se agora que o Taj Mahal, que atrai diariamente 70.000 turistas, consiga sobreviver e sair vitorioso desta “suja batalha”.

ZAP // sciencealert

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu quero lá saber do Taj Mahal, a minha preocupação é o Irão, a Coreia do Norte, a Venezuela, o Estado Islâmico Daesh, a Alqaeda o Al Shabat, o Hamas, os migrantes, etc.

RESPONDER

TC recusa impugnação pedida pelo PSD sobre candidato de Castelo Branco. Direção avalia recurso

O Tribunal Constitucional (TC) decidiu que o PSD não tem legitimidade no pedido de anulação de uma deliberação do Conselho de Jurisdição Nacional do partido sobre o candidato autárquico em Castelo Branco, recusando admitir uma …

Orbán vai rejeitar dinheiro do fundo de recuperação se tiver de revogar lei anti-LGBTQI

O primeiro-ministro húngaro assegurou, este sábado, que o país não vai aceitar o dinheiro do fundo de recuperação se tiver de ceder perante Bruxelas e revogar a lei anti-LGBTQI. Segundo a agência Europa Press, Viktor Orbán …

Avaria em rede europeia causou "apagão" parcial em Portugal e falhas no 112

O incêndio que queimou, este sábado, 500 hectares de vegetação no sudoeste de França esteve na origem dos cortes de energia em Espanha e Portugal, segundo a agência francesa Rede de Transmissão de Energia Elétrica …

Um tumor e duas fraturas nas vértebras dificultaram a vida deste dinossauro (mas não o mataram)

Quando foi descoberto na década de 1980, na Argentina, este hadrossauro foi diagnosticado com uma fratura no pé. Porém, uma nova análise agora mostra que este tinha um tumor, bem como duas fraturas nas vértebras …

Morreu Otelo Saraiva de Carvalho, capitão de Abril

O capitão de Abril morreu, este domingo, aos 84 anos, no Hospital Militar, confirmou o presidente da Associação 25 de Abril. A notícia foi confirmada ao jornal online Observador pelo presidente da Associação 25 de Abril, …

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …