Playboy está de volta ao nu integral

(dr) Playboy

Capa da Playboy de Março de 2017

Capa da Playboy de Março de 2017

Um ano depois de ter banido a nudez, a revista Playboy está de volta às origens. O novo director criativo da revista sexagenária anunciou a mudança de estratégia e o regresso do nu integral a partir da edição de Março.

Em Outubro de 2015, a Playboy anunciou, para choque da sua legião de fãs, que deixava de publicar fotos de mulheres nuas. Mas essa decisão durou apenas um ano e uns meses.

O filho de Hugh Hefner, o fundador da Playboy, assinala a mudança e o regresso ao nu integral com uma publicação no Twitter onde assume que “a forma como a revista ilustrava a nudez estava ultrapassada”, mas que “removê-la por completo foi um erro”.

“A nudez nunca foi o problema porque a nudez não é um problema. Hoje, estamos a recuperar a nossa identidade e a reclamar quem somos”, sustenta Cooper Hefner.

Cooper Hefner assumiu, no ano passado, o cargo de director criativo da Playboy e já tinha contestado publicamente o fim do nu integral.

“Quando tens uma empresa e o fundador é responsável por ter começado a revolução sexual e, depois, desligas esse aspecto do ADN da empresa, removendo a nudez, faz com que muitas pessoas, incluindo eu, se sentem e digam ‘O que está a empresa a fazer?'”, disse numa entrevista recente.

“Em nome da liberdade”

Divulgação Playboy

Capa da Playboy de Março de 2017.

Capa da Playboy de Março de 2017.

Na coluna sobre a “filosofia da Playboy“, no site da publicação, Cooper Hefner justifica ainda, este regresso ao nu integral, em nome da “liberdade”, lembrando também, o passado de activismo político da revista e os tempos actuais das ameaças da Presidência de Donald Trump.

“Neste ponto da história, a discussão intelectual mais vital que podemos ter é como criar uma sociedade que seja tão livre quanto possível, sem ignorar as implicações sociais e económicas das nossas decisões”, escreve.

“Precisamos de identificar quem são os nossos aliados num tempo em que, do lado liberal, uma cultura de correcção política desencoraja o debate que pode magoar os sentimentos das pessoas e, do lado conservador, políticos se sentem confortáveis a pôr em cheque os direitos de grupos específicos na crença de que isso fará da “América grande de novo”, continua o filho do criador da Playboy.

“Independentemente das nossas orientações sexuais ou pontos de vista políticos, o que vemos na sociedade já aconteceu antes e todos concordamos que os ataques aos muçulmanos americanos, aos direitos de saúde das mulheres, à comunidade LGBTQ ou à Primeira Emenda são, na verdade, ataques a todos os nossos direitos“, constata.

Assim, o novo director criativo da Playboy reinstaura o nu com a declaração de princípios de que deveremos todos estar “prontos a defender esses direitos a todo o custo”.

A próxima edição já deverá incluir este lado mais “intelectual” e interventivo, de que Cooper fala, apostando em temas como uma entrevista à actriz Scarlett Johansson, a que maiores rendimentos teve em 2016, amealhando 1,2 mil milhões de dólares com os seus filmes; um perfil do comentador político Van Jones; um guia para ambos os sexos sobre os preservativos modernos; e uma análise sobre a pornografia de realidade virtual.

E na capa, surge a playmate Elizabeth Elam, como Deus a deu ao mundo, no seu mais natural possível, e o título “Nu é normal”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …