PJ quer promover inspetor investigado no processo Football Leaks

Tiago Henrique Marques / Lusa

A Polícia Judiciária quer promover Rogério Bravo, inspetor envolvido no processo Football Leaks. Sabe-se que a promoção está a causar mal-estar na polícia.

A Polícia Judiciária (PJ) recorreu a um mecanismo excecional para promover um dos inspetores cuja atuação no processo Football Leaks foi posta em causa, escreve o jornal Público.

Em causa está o inspetor-chefe Rogério Bravo, que se dedica à criminalidade informática. A sua atuação foi posta em causa numa exposição feita pela candidata presidencial Ana Gomes, depois de Rui Pinto lhe ter falado da proximidade entre alguns homens da PJ e o fundo de investimento Doyen, que acusa o denunciante de chantagem.

O Ministério Público abriu um inquérito a Rogério Bravo, não tendo encontrado indícios de qualquer tipo de crime cometido pelo inspetor da Judiciária. No entanto, um representante legal da Doyen ouvido em tribunal no julgamento do processo Football Leaks revelou alguns dados que podem comprovar a proximidade referida por Rui Pinto.

Rogério Bravo enviou um email ao advogado que prestava assessoria ao ex-administrador da Doyen, Nélio Lucas, pedindo que este fizesse um requerimento à Procuradora-Geral da República relativamente ao processo Football Leaks.

A juíza presidente do coletivo que está a julgar o caso admite que “isto não é normal”. O inspetor enviou até uma espécie de rascunho com uma proposta de requerimento. O advogado em causa, Pedro Henriques, diz não ter uma explicação para o email.

No email, Rogério Bravo pedia a Pedro Henriques que informasse o “amigo N” acerca da sugestão de requerimento, mas “limpando” a sua origem “para prevenir incidentes”.

Em tribunal, o advogado diz que não era amigo de Rogério Bravo, nem o conhecia antes do processo. Além disso, disse também que não sabia quem era o “amigo N” referido pelo inspetor da PJ. A juíza sugeriu que fosse Nélio Lucas, o antigo administrador da Doyen, ao qual Rui Pinto terá tentado extorquir dinheiro em troca de não divulgar os documentos da Doyen.

Apesar do que disse Pedro Henriques em tribunal, o advogado respondeu ao email de Rogério Bravo. “Obrigado. Assim farei. Abraço”, lê-se no email de resposta.

Noutro email trocado entre homens da Doyen sobre os planos que tinham para pressionarem o advogado de Rui Pinto a revelar a identidade do hacker, tanto Rogério Bravo como um colega seu são colocados em ‘cc’. Por outras palavras, o email foi também enviado para dois inspetores da PJ, sendo um deles Rogério Bravo.

A intenção de promover o inspetor-chefe a coordenador está a causar algum mal-estar dentro da Polícia Judiciária. O Público sabe que há quem entenda que o inspetor-chefe não reúne as condições necessárias para ser promovido por mérito. A proposta de promoção foi aprovada por unanimidade, tendo agora de ser validada pelo Ministério da Justiça.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …