Morte de família em Sabrosa investigada. Gerador pode ter sido a causa

Pedro Sarmento Costa / Lusa

Elementos da polícia à entrada da casa onde cinco pessoas morreram

A morte de cinco pessoas, três adultos e duas crianças, em Fermentões, no concelho de Sabrosa, Vila Real, está a ser investigada pela Polícia Judiciária (PJ). Suspeita-se de uma intoxicação por monóxido de carbono numa casa sem “condições mínimas”.

As cinco vítimas – Maria Helena Vieira, de 44 anos, e o marido, António José Vieira, de 48 anos, o irmão gémeo deste, Carlos Vieira, e as filhas do casal, Beatriz, de 8 anos, e Catarina, de 14 anos – foram encontradas neste domingo, acreditando-se que terão morrido durante a madrugada de sábado, conforme revelou o comandante dos bombeiros de Sabrosa, José Barros.

As vítimas foram encontradas em dois quartos e na sala que fazia também de cozinha. A casa estava em obras. O casal trabalhava numa quinta no Douro, e ficava na residência durante o fim-de-semana, aproveitando para fazer as obras. O irmão gémeo do pai de família costumava passar esse período na habitação.

O comandante dos bombeiros de Sabrosa repara, em  declarações divulgadas pelo Público, que a casa “não tinha condições mínimas”. “É inacreditável. As divisões são minúsculas, cheias de remendos, de material de construção”, salienta José Barros, notando que “não achava possível alguém viver daquela forma”.

As condições da habitação podem estar intimamente relacionadas com as mortes, segundo acredita o comandante dos bombeiros, frisando contudo que “não há certezas quanto às causas das mortes“.

Uma fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) confirmou à agência Lusa que as cinco mortes se devem a uma intoxicação por inalação de monóxido de carbono, devido a um gerador a gasolina que seria guardado no interior da casa.

Mas uma fonte da direcção da PJ ouvida pelo Correio da Manhã afastou esta possibilidade, notando que deverá tratar-se antes de um envenenamento com cogumelos.

O comandante dos bombeiros de Sabrosa não acredita nesta hipótese, considerando ao Público que “eram pessoas da terra, que conheciam bem os cogumelos“.

O presidente da Câmara de Sabrosa, Domingos Carvas, fala de uma situação “dramática”. e de “uma desgraça para a família, para a povoação, para o município”. O autarca espera também que o caso “sirva de alerta”, independentemente de ter sido devido à ingestão de cogumelos ou à inalação de monóxido de caborno.

A Junta de Freguesia está a prestar apoio psicológico, através do INEM e da Câmara, a familiares e amigos das vítimas.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Estudo da Universidade do Minho defende legalização da prostituição em Portugal

Um estudo de um investigador da Universidade do Minho (UMinho) defende a legalização da prostituição em Portugal e denuncia a “ineficácia do modelo abolicionista” em vigor desde 1983, anunciou esta quinta-feira aquela academia. Em comunicado, a …

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …

Microsoft encerra o LinkedIn na China devido às restrições locais

A Microsoft informou esta quinta-feira que irá encerrar a rede profissional LinkedIn na China até ao final do ano, justificando a decisão com a existência de um "ambiente operacional difícil", segundo a agência France-Presse (AFP). O …

Ceni anunciado mas adeptos avisam: "Só será treinador se falar connosco antes"

Mudança de treinador no São Paulo: saiu Crespo e regressou a "lenda" do clube, Ceni. Mas há palavras que não se esquecem... Mais uma mudança de equipa técnica no Brasileirão. Desta vez no São Paulo, que …

No Japão, milhares de idosos morrem sozinhos. Agora, um sistema ajuda na deteção de cadáveres nas casas

Monitorização dos edifícios permite perceber se há movimento dos ocupantes dentro das casas. Desta forma, é mais fácil evitar que corpos em decomposição permanecem no local ao longo de muito tempo. O Japão é um dos …

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …