Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Lisboa

Jerome Dahdah / Flickr

Edifício da Câmara Municipal de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) está, esta terça-feira, a fazer buscas na Câmara Municipal de Lisboa, nas instalações do departamento de gestão urbanística, situadas no Campo Grande, e nos Paços do Concelho.

Ao que o jornal online Observador apurou, a PJ está desde o início da manhã desta terça-feira a fazer buscas na Câmara Municipal de Lisboa. Os inspetores estão a recolher documentos e a analisar computadores em dois edifícios, no Campo Grande, onde está instalado o departamento de Gestão Urbanística.

Segundo a SIC Notícias, o principal alvo das buscas da PJ será o antigo vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, que ocupou o cargo entre 2007 e 2019. Nesse ano, o então vereador pediu a demissão, tendo sido substituído por Ricardo Veludo.



Em comunicado, citado pelo mesmo jornal digital, a câmara lisboeta confirmou as buscas “nas instalações da autarquia no Campo Grande e Paços do Concelho” e explicou que as diligências estão relacionadas com várias denúncias, incluindo uma “participação ao Ministério Público pelo próprio município na empreitada na Segunda Circular cancelada pela autarquia”.

Em causa estarão vários processos urbanísticos, relacionados com o Hospital da Luz, a Torre da Avenida Fontes Pereira de Melo, a Petrogal, o Plano de Pormenor da Matinha, a Praça das Flores, a Operação Integrada de Entrecampos, o Edifício Continente, as Twin Towers e o Convento do Beato. Mas também empreitadas como a da Segunda Circular, de São Pedro de Alcântara e da Piscina Penha de França.

A autarquia recorda, na mesma nota, que “tanto a empreitada anulada pelo Município na Segunda Circular, como a Torre de Picoas e Hospital da Luz, já tinha sido adiantado pela Procuradoria-Geral da República estarem a ser alvo de investigação, ao jornal Público, em 18 de julho de 2017″.

“As diligências hoje efetuadas são as primeiras que a Câmara tem conhecimento sobre estes processos”, reforçou ainda a autarquia liderada pelo socialista Fernando Medina, citada pela RTP, acrescentando que “facultou toda a documentação e prestou toda a colaboração ao Ministério Público e PJ”.

Entretanto, em comunicado, a PJ anunciou que “estarão em causa suspeitas da prática de crimes cometidos no exercício de funções públicas, relacionados com a área do urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa, nomeadamente, abuso de poder, participação económica em negócio, corrupção, prevaricação, violação de regras urbanísticas e tráfico de influências”.

Designada Operação Olissipus, a ação da PJ foi realizada no âmbito de oito inquéritos dirigidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) Regional de Lisboa – 1.ª Secção, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, com o apoio da Unidade de Perícia Tecnológica e Informática, juntamente com magistrados do Ministério Público.

Foram executados “28 mandados de busca, 10 buscas domiciliárias e 18 não domiciliárias, visando a recolha de documentação relacionada com suspeitas de práticas criminosas, sob investigação”, lê-se ainda.

“A ação desenvolveu-se em Lisboa, Sintra, Cascais, Caldas da Rainha e Alvor, contando com a participação de seis magistrados do Ministério Público e de 90 inspetores e peritos da Polícia Judiciária”, indicou a PJ.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. As grandiosas fachadas dos ilustres enegrecem-se à medida que se ilumina a sua alma.
    Há que lhes iluminar a alma, portanto.

RESPONDER

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …