Pinto da Costa diz que Nakajima “entrou em paranoia” (mas conta com ele para a próxima época)

(dr) FC Porto

O presidente dos dragões comentou, pela primeira vez, a situação do jogador japonês no clube, explicando que “entrou numa autêntica paranoia”.

Em entrevista ao Jornal de Notícias e ao desportivo O Jogo, o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, abordou vários assuntos sobre o clube, nomeadamente a ausência prolongada de Shoya Nakajima desde a retoma do campeonato.

“Foi um problema de saúde, psicológico. Entrou em pânico, incompreensivelmente, mas as pessoas não entram em pânico porque querem. Não se sentia capaz, nem foi capaz de ultrapassar os problemas. Pelo facto de ser estrangeiro e de não perceber nada do que se passava à volta entrou numa autêntica paranoia”, explicou o dirigente azul e branco.

No entanto, o presidente dos dragões assegura que não há “pena de morte no FC Porto” e que, portanto, conta com o futebolista japonês na próxima temporada. “No princípio da próxima época será reintegrado“, assegurou.

Pinto da Costa disse ainda que Nakajima não participou nos festejos do campeonato com o resto dos colegas, nem recebeu a medalha de campeão, por vontade própria.

“Foi muito comentado e criticado num programa de televisão, daqueles que não tem pessoas dos clubes, mas indivíduos independentes, o facto de o FC Porto não lhe ter dado a medalha de campeão. Isso não é verdade. O FC Porto, nesse dia, convidou o Nakajima a estar presente. O convite foi feito através do empresário que está com ele e fala japonês, mas ele não se sentiu à vontade, não quis, e preferiu receber a medalha mais tarde e com todo o direito porque participou em vários jogos e foi importante em algumas decisões”, contou.

Pinto da Costa revelou ainda que o jogador nipónico já está a treinar no Olival, mas que não o faz em grupo porque não se sente confortável para o fazer. “Nesta fase da época não contámos com ele, mas é um jogador em quem acreditamos e para o ano fará parte do plantel”, voltou a garantir.

No início de junho, o jogador recusou-se a treinar com o restante plantel portista, tendo invocado os problemas de saúde da mulher.

Shoya Nakajima chegou ao FC Porto em julho de 2019, tendo assinado um contrato válido por cinco épocas. Os dragões pagaram 12 milhões de euros por 50% do passe. A cláusula de rescisão fixa-se nos 80 milhões de euros – a segunda maior da história do clube.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Possivelmente mais um falhado, por vezes a grandeza sobe depressa à cabeça desses jovens e de um momento para o outro se não se souberem controlar, caem em desgraça. Também não é bom para os clubes devido aos contratempos que provocam e à instabilidade do grupo.

  2. Mas o Pinto da Costa estava no seu melhor esta semana referindo-se à tauromania: ” Um espectáculo de enfiar facas num animal !”

RESPONDER

Palácio onde Churchill nasceu muda nome do "Quarto Indiano" (para afastar polémica sobre ligações coloniais)

O Palácio de Blenheim mudou o nome da sua “Sala Indiana” para evitar polémica sobre ligações coloniais numa nova exposição sobre Winston Churchill. Uma exposição intitulada "O Grande Britânico" no local de nascimento do líder do …

militares a cantar hino do Sporting na parada

Exército investiga vídeo de militares a cantar hino do Sporting na parada

O vídeo que mostra recrutas de um quartel do Funchal, na Madeira, a entoar cânticos de apoio ao Sporting durante uma parada militar está a ser investigado pelo Exército. O episódio terá acontecido depois de …

Autoridade Marítima diz que multas nas praias ainda não podem ser aplicadas

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das medidas de prevenção da covid-19, indicando que as coimas por incumprimento só podem ser aplicadas …

Trabalhadores das cantinas e refeitórios em greve na 2.ª feira por aumentos salariais

Os trabalhadores das cantinas, refeitórios, fábricas de refeições e bares concessionados vão estar em greve na segunda-feira, por aumentos salariais, segundo a Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT). Além …

469 novos casos, 7 mortes e 386 recuperados em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, sete mortes atribuídas à covid-19 e 469 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde. O número de internamentos continua a descer. …

Limpeza, segurança e discrição. O Monte de Saint Michael procura um "rei" para o seu castelo

O Monte de Saint Michael, uma fortificação histórica na Cornualha, está a procura de um "rei". O trabalho inclui a responsabilidade pela segurança e proteção do castelo.  Abriram as inscrições para um "oficial do castelo" residente …

China cancela subidas ao Evereste por receio de casos vindos do Nepal

A China cancelou as permissões de escalar o Monte Evereste do seu lado do pico mais alto do mundo devido ao receio de importar casos de covid-19 do vizinho Nepal, noticiou a imprensa estatal. O encerramento …

Marcelo e Ferro repudiam identificação “inaceitável” de deputada em notícia da Lusa

O Presidente da República e o presidente da Assembleia da República condenaram a “lamentável notícia” da Lusa na qual se identificava a deputada do PS, Romualda Fernandes, de modo “a todos os títulos inaceitável”. A …

Museu Nacional Soares dos Reis reabre (e revela peças raramente vistas)

O Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, reabre este sábado com três exposições temporárias e um concerto do Ensemble Vento do Norte, porque é “urgente devolver o Museu à cidade e ao país”, …

Portugal tenta anular decisão de Bruxelas sobre ajudas ilegais na Zona Franca da Madeira

Na mesma altura que prepara a recuperação das ajudas às empresas, Portugal recorreu ao Tribunal para anular a decisão da Comissão Europeia que declarou ilegais as ajudas públicas atribuídas através da Zona Franca da Madeira …