Pinto da Costa arguido no caso que investiga crimes na noite do Porto

Estela Silva / Lusa

O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, terá sido constituído arguido no âmbito da Operação Fénix, que investiga uma rede de segurança ilegal e de extorsão que dominava a noite do Porto.

Correio da Manhã avança que “Pinto da Costa responde por ‘gorilas’ ilegais” e que arrisca ir a julgamento no caso que envolve ainda o vice-presidente do FC Porto, Antero Henriques.

O diário assegura ainda que a segurança a Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, também está a ser investigada pela PSP de Lisboa.

A Operação Fénix tem no epicentro a empresa de segurança SPDE, de Eduardo Silva, que terá feito pessoalmente vários serviços de guarda-costas a Pinto da Costa, sem ter a devida licença para isso.

Eduardo Silva – conhecido na noite do Porto com o”Edu” ou “Maestro” – é visto pelos investigadores da operação como o líder de um grupo violento que se impôs entre os donos de discotecas e bares da Invicta recorrendo a ameaças, com vista a impor os seus serviços de segurança.

Em causa estão os crimes de associação criminosa, de segurança privada ilegal, de coacção, de extorsão e de ofensas à integridade física.

A SPDE é também a empresa responsável pela segurança no Estádio do Dragão.

Eduardo Silva, de 42 anos, é visto pelos investigadores como uma figura com “um poder sem precedentes”, fruto da “cada vez maior proximidade ao presidente do clube portista”, relata o Sol.

O semanário sublinha ainda a “cumplicidade” entre o segurança e Antero Henriques, frisando que este era “o principal interlocutor de ‘Edu’ no clube”.

Antero Henriques também foi constituído arguido no caso, depois de buscas à sua residência onde foram encontrados 70 mil euros em notas.

Os investigadores suspeitam que o vice-presidente do FC Porto, que é apontado como o provável sucessor de Pinto da Costa, encomendava à SPDE a vigilância de jogadores e de funcionários do clube e ainda a cobrança de dívidas e extorsões.

SV, ZAP

8 COMENTÁRIOS

  1. Estes do mundo do futebol são outros. É um mundo de MAFIA, e de TUDO o MAIS…
    é dinheiro fácil. Já é tempo e mais que tempo de se fazer justiça de controlar este tipo de gentalha.

  2. gorilas ?????,deixa-me rir
    quem são os que acompanham o sócrates,bruno carvalho,p.costa,
    luis f. vieira, a maior parte dos solicitadores,cobranças dificeis,e alguns ex governantes.

  3. Só agora… à 10 anos que ando a dizer que todos os crimes da noite do Porto têm por detrás este senhor e a sua rede mafiosa…

    E mais a Sul temos hoje o senhor Bruno… cuidado com este senhor pode vir a mostrar-se pior que o do norte…

  4. Quando comecei a ler a notícia e vi que a “fonte” é o pasquim cm, não precisei de ler mais ! Quanto ao sol está, por algum motivo, em eclipse total…

    • É verdade… CM não é fonte “credível” (palavra usada pelo Presidente da República…). Tudo o que vem de lá, não interessa. Mas, de qualquer forma, ele (o JNPC) nunca será apanhado. Com jeitinho ainda pagamos uma indemnização por dano causados (como aconteceu da outra vez…). Sim, porque, quando o Estado é condenado a pagar algo… somos (todos) nós que nos chegamos á frente e não os juizes, investigadores, e afins que metem água (muitas das vezes propositadamente para “safar o pessoal”…).
      É uma perda de tempo e de dinheiro… que não temos!

  5. Todos podemos ter “gorilas” têm é de estar licenciados , o que implica (logicamente) passagem pelo registo, docs e entre esses docs o grande e verdadeiro REGISTO CRIMINAL .
    Ah pois é !

    • Mas porque carga de água tens de meter o Sócrates ao barulho? O que é que o homem tem a ver com isto? Já agora fala no Pai Natal, o Buda, Alá, o bicho da fruta, o raio que te par…
      Esta “gente” tem uma obsessão pelo Sócrates que eu não compreendo… Será amor?

RESPONDER

Guia de descontos para uma Black Friday em grande

O conceito começou por ser uma referência ao colapso da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929. Mas a Black Friday como hoje a conhecemos só surgiu nos anos 60, quando o setor do …

Morreu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo, 53 anos, morreu esta quinta-feira, em Lisboa, disse à Lusa a agência do actor. O actor João Ricardo, conhecido pelo seu trabalho na televisão, no teatro e no cinema, nasceu …

Chegou à Finlândia o pão feito com farinha de grilo

Uma das maiores empresas de produtos alimentares da Finlândia vai começar a vender pão de insetos, no qual grilos comuns são moídos e acrescentados à farinha normal, representando cerca de 3% do peso de cada …

39 anos por um crime que não cometeu. Finalmente livre

Craig Coley, agora com 70 anos, cumpria pena de prisão perpétua pela autoria de dois homicídios em 1978. No entanto, 39 anos depois, a sua inocência foi provada e o norte-americano foi libertado. O governador da …

Neutralidade da Internet em jogo nos EUA. Portugal é mau exemplo

A administração Trump quer reverter o princípio do livre acesso a qualquer tipo de conteúdo na Internet. Jornais internacionais apontam Portugal como exemplo de falta de neutralidade. Os Estados Unidos da América vão votar o fim …

Trabalhadores do privado voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de …

O milionário que matou o Gawker quer os restos do cadáver

Os advogados do vingativo milionário Peter Thiel apresentaram, esta semana, uma ação para contestar uma previdência cautelar que o impede de comprar os ativos do já "adormecido" Gawker. Em causa, estão os arquivos de 14 …

Governo quer terrenos privados limpos até 15 de março

Os proprietários privados têm "até 15 de março" para limpar as áreas envolventes às casas isoladas, aldeias e estradas e, se não o fizeram, os municípios terão "até ao final de maio" para proceder a …

Uma explosão, segredos de Estado e rumores, mas ainda não há sinal do submarino

As buscas pelo submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há oito dias, entraram numa fase crítica, quando as esperanças de encontrar a tripulação viva estão praticamente esgotadas. Sem pistas sobre o submarino, há …

Bancos aumentaram ganhos com as comissões pagas pelos clientes

A banca nacional facturou 1,62 mil milhões de euros em comissões líquidas, pagas pelos clientes, desde Janeiro até Setembro de 2017. Um valor que reflecte uma subida de 5,7% relativamente a 2016. Estes dados são avançados …