Vice de Pinto da Costa arguido em caso de segurança ilegal e crimes na noite

Estela Silva / Lusa

Antero Henrique (esq), vice-presidente do FC Porto, com Fernando Gomes, administrador da SAD portista.

O director-geral do FC Porto, Antero Henrique, foi constituído arguido no âmbito da investigação em torno de empresas de segurança e crimes de violência na noite do Porto. O número 2 de Pinto da Costa será suspeito de requisitar serviços de segurança ilegal, nomeadamente a jogadores portistas, com o objectivo de intimidação.

O processo que decorre no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) motivou a realização de 50 buscas, durante esta quinta-feira, em Lisboa, Porto, Amarante, Lamego, Braga, Vila Real e Lousada, que motivaram a detenção de 15 pessoas e a apreensão de “121 mil euros, 40 armas, 10 automóveis e munições de diversos calibres“, conforme adianta o Diário de Notícias.

No âmbito desta designada “Operação Fénix”, a casa de Antero Henrique foi também alvo de buscas, onde lhe foram apreendidos 70 mil euros em dinheiro, segundo noticia o Correio da Manhã.

A SAD portista também recebeu a visita das autoridades, conforme confirmou o próprio FC Porto em comunicado.

Antero Henrique será suspeito de “vigilância a craques do FC Porto“, segundo aponta o Correio da Manhã. O Record acrescenta que o “vice” portista é arguido por “suspeitas de ter requisitado serviços de segurança à SPDE, com o objectivo de intimidar outras pessoas”.

A SPDE é uma empresa de segurança “suspeita de dominar o mundo da noite no Porto“, de acordo com o Diário de Notícias, e que faz também a segurança nos jogos de futebol do FC Porto.

fcporto.pt

Antero Henrique, vice-presidente do FC Porto, com o treinador portista, Julen Lopetegui

Antero Henrique, vice-presidente do FC Porto, com o treinador portista, Julen Lopetegui

O “rei” da noite no Porto

Um dos 15 detidos no âmbito da investigação é o director e dono da SPDE, Eduardo Silva, elemento que já esteve envolvido em outros processos e que, conforme nota o Correio da Manhã, foi “baleado na cabeça na altura em que foi investigada a ‘Noite Branca‘”. Ele é “uma espécie de “rei” da noite do Porto no ramo da segurança privada“, aponta o Diário de Notícias.

Eduardo Silva foi visto, por diversas vezes, a supervisionar pessoalmente a segurança de Pinto da Costa e chegou a estar envolvido num incidente com um comissário da PSP no Estádio do Dragão.

Detido foi também o ex-agente da PSP Jorge Couto, que foi expulso daquela força da autoridade e que é primo de Bruno Pidá, o líder do Gangue da Ribeira do Porto.

A Procuradoria-Geral da República anunciou entretanto que a investigação se centra em torno de “actividades ilícitas no âmbito de empresa de segurança privada em estabelecimentos de diversão nocturna, susceptíveis de integrar a prática de crimes de associação criminosa, de exercício ilícito da actividade de segurança privada, de detenção de arma proibida, de extorsão agravada, de coacção, de ofensas à integridade física qualificada e de favorecimento pessoal”.

A PSP, por seu lado, nota que o caso se centra num “grupo violento que operava numa considerável faixa do território nacional“, conforme cita o Diário de Notícias.

Os 15 detidos vão ser ouvidos nesta sexta-feira pelo juiz Carlos Alexandre no Tribunal Central de Instrução Criminal.

SV, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

        • Um talhante desobrigado e que desmembre uma manada em menos de 12 meses, isso será ter uma grande “pedalada”.

          Um “pensante” obrigado e vergado ao peso da caixa dos pirolitos isso sim requer “uma” de 2 pedaleiras para mãos e pés e quando fora delas nem descolam do solo que pisam tal o peso que lhes cai nos ombros. Outro sim, é uma cabeçorra, não é é de grande “pedalada” com certeza!

RESPONDER

Professor detido por violar aluna menor dentro de escola em Faro

Um professor de 55 anos foi detido, nesta quarta-feira, por suspeitas de ter violado uma aluna de 14 anos no interior de uma escola do concelho de Vila Real de Santo António, no distrito de …

Governo vira-se para Rio para mudar a lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …