Pilotos do Boeing ucraniano abatido pelo Irão em janeiro sobreviveram ao primeiro míssil

Abedin Taherkenareh / EPA

Queda de um Boeing 737-800 no Irão

As caixas negras do Boeing ucraniano abatido em janeiro sobre Teerão revelaram que os pilotos ainda estavam vivos depois do avião ter sido atingido pelo primeiro de dois mísseis, revelaram este domingo as autoridades iranianas.

As Forças Armadas iranianas admitiram em 11 de janeiro último que três dias antes tinham abatido “por engano” o Boeing no voo da Ukraine International Airlines PS 752 entre Teerão e Kiev, pouco depois de o aparelho ter descolado do Aeroporto Internacional de Teerão.

O gravador de voz do cockpit captou uma conversa entre o piloto, o co-piloto e um instrutor “até 19 segundos após o primeiro míssil ter atingido o avião”, disse o chefe da aviação civil iraniana, Turaj Dehghani Zanganaeh, citado pelo site da Iribnews, o canal de televisão estatal do país .

“O instrutor diz que a aeronave tem um problema eletrónico e a fonte de alimentação auxiliar foi ativada”, acrescentou a mesma fonte, partilhando pela primeira vez dados das caixas negras extraídas por especialistas franceses do Gabinete de Investigação e Análise (BEA), em Paris. “Os pilotos foram informados de que os dois motores da aeronave estavam ligados”, disse.

As caixas negras deixaram de funcionar 19 segundos após o primeiro embate. “A análise das consequências do segundo míssil não pôde ser obtida a partir das caixas negras”, disse ainda Dehghani Zanganaeh.

Segundo uma fonte próxima da investigação, as declarações do chefe da aviação civil iraniana não constituem surpresa. “Nada mais pôde ser encontrado”, segundo esta fonte, para quem as causas do acidente (quem disparou e porquê) nunca serão conhecidas através da operação das caixas negras.

A tragédia custou a vida das 176 pessoas a bordo do avião, na sua maioria iranianos e canadianos, muitos dos quais com dupla nacionalidade.

Após acordos diplomáticos entre o Canadá e a Ucrânia, que exigiam uma peritagem internacional das caixas negras, o BEA (Bureau d’enquêtes et d’analyses) indicou no final de junho que o Irão tinha oficialmente solicitado a assistência técnica do gabinete na reparação e descarregamento dos dados nelas contidos.

No dia do acidente, as defesas aéreas do Irão estavam em alerta máximo por receio de um ataque norte-americano. O Irão esperava uma resposta de Washington ao ataque iraniano a uma base utilizada pelos militares norte-americanos no Iraque, em resposta à operação norte-americana que matou o general Qassem Soleimani, arquitecto da estratégia militar regional do Irão, num ataque em Bagdade.

O acidente ocorreu horas depois do lançamento de dezenas de mísseis iranianos contra duas bases em Ain Assad e Arbil, no Iraque, utilizadas pelo exército norte-americano, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …