Pilotos alertam que Montijo não vai dar para voos de longo curso

Pedro Aragão / Wikimedia

Uma aeronave Airbus CASA C-295M da Força Aérea Portuguesa aterra na base aérea de Monte Real

Os pilotos avisaram esta terça-feira que a base aérea do Montijo não poderá ser alternativa ao aeroporto de Lisboa nos voos de longo curso caso avance a desativação de uma das duas pistas do Aeroporto Humberto Delgado.

A ANA – Aeroportos de Portugal, adquirida pelo grupo francês Vinci, prevê no seu plano de expansão do aeroporto de Lisboa o encerramento da pista 17/35 para aí instalar um “hub” (plataforma giratória de voos) e aumentar a capacidade de parqueamento de aviões, confirmaram à Lusa os pilotos e fontes ligadas ao processo.

“O Governo já está absolutamente ciente de que a pista 01/19 do Montijo, fechando a 17/35 [do aeroporto de Lisboa], não é uma alternativa para voos de longo curso, pois é muito pequena, não tem ajudas rádio que permitam aterragens por instrumentos e o pavimento, eventualmente, não tem resistência para suportar aviões de grande porte”, afirmou à Lusa o presidente da Associação dos Pilotos Portugueses de Linha Aérea (APPLA).

Miguel Silveira disse que pelo menos 25% dos ventos anuais, que causam “windshear” (rápida variação na direção e/ou na velocidade do vento) e turbulência severa na final da aterragem na pista 03/21 (a outra pista da capital), fazem com que a 17/35, por razões de segurança, seja a mais indicada para aterrar.

“Entre três e quatro meses do ano, por razões de segurança, devido a fenómenos atmosféricos moderados a severos, a pista 17/35 é a melhor para aterrar e não a 03/21, pista que se usa normalmente”, frisou o presidente da APPLA.

Caso se concretize a desativação da pista 17/35 do aeroporto de Lisboa, durante três a quatro meses do ano, os aviões de longo curso não poderão aterrar no Montijo e terão de divergir para um aeroporto alternativo, sendo os mais próximos Porto ou Faro.

Miguel Silveira frisou que a atual pista do Montijo, em termos de tamanho e resistência, poderá receber apenas aviões de pequeno e médio curso, até ao Airbus A-321 ou o Boeing-737.

“Todo o tráfego de longo curso, ou tudo o que seja A-330, A-340, Boeing-777, 767 ou 757, em nada disto o Montijo é uma alternativa, durante aqueles meses, caso fechem a pista 17/35 de Lisboa”, alertou.

O presidente da APPLA defendeu que a pista 01/19 do Montijo “está longe de ter as características” da 17/35 de Lisboa.

Caso não se encontre uma solução, que pode passar pela construção de uma nova pista no Montijo ou obras profundas na já existente, a APPLA entende que será necessário desenvolver um trabalho profundo com os pilotos.

“Caso contrário, têm de se tomar medidas, com aumento de custo para as empresas e a alteração do perfil operacional por parte dos pilotos, no que diz respeito ao aeroporto de Lisboa, para que quando não conseguirem aterrar em Lisboa, estejam preparados para seguirem para o aeroporto alternativo, que poderá ser Porto ou Faro“, salientou.

O representante dos pilotos transmitiu estas preocupações ao secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, durante uma reunião, na sexta-feira.

Miguel Silveira referiu ter recebido a garantia de que este processo será feito “ao longo de bastante tempo” e que “a APPLA será um parceiro a ouvir a todo o momento”.

Na reunião, num clima “muito positivo”, segundo a associação, o secretário de Estado das Infraestruturas indicou que o memorando de entendimento entre o Governo e a ANA, a ser assinado na quarta-feira, é “extremamente generalista” e não especifica a desativação da pista 17/35 de Lisboa.

“O encerramento da pista 17/35 não está explícito, mas sabemos que está implícito. Há a necessidade do crescimento do aeroporto de Lisboa, mas o crescimento de qualquer aeroporto só se deve dar até ao limite razoável para assegurar as condições de segurança de voo”, vincou.

A agência Lusa contactou a ANA, mas não obteve resposta.

A 23 de setembro de 2015, a ANA revelou estar a estudar a hipótese de desenvolvimento de um aeroporto no Montijo e a planear o desenho operacional futuro do aeroporto de Lisboa, no qual se inclui a possibilidade do encerramento da pista 17/35.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Homem descobriu a sua perna amputada na imagem de um maço de tabaco

Um albanês descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi usada, sem autorização, na parte da frente dos maços de tabaco. Um homem de 60 anos descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi …

Ilhan Omar promete continuar a ser o "pesadelo" de Donald Trump

"O pesadelo dele é ver uma refugiada imigrante somali a ascender ao Congresso. Vamos continuar a ser um pesadelo porque as suas políticas são um pesadelo para nós", disse Ilhan Omar. Esta quinta-feira, Ilhan Omar classificou …

Benfica confirma saída de Salvio para o Boca. "Chorei como um bebé"

O extremo Eduardo Salvio transferiu-se do Benfica para o Boca Juniors, na Argentina, num negócio esta quinta-feira oficializado pelo clube da Luz, que não revelou os valores envolvidos. O argentino esteve oito temporadas no Benfica, as …

"É preciso reduzir os impostos às pessoas, nomeadamente aos salários, e taxar o carbono"

Para António Guterres, a "vontade política esmoreceu" depois do Acordo de Paris aprovado em 2015. Entre medidas propostas em prol do clima, o Secretário-Geral das Nações Unidas fala em "acabar com subsídios aos combustíveis fósseis". António …

Costa: Marcelo não se recandidatar seria "incompreensível para 80% dos portugueses"

O secretário-geral do PS, António Costa, declarou esta sexta-feira que uma eventual não recandidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa seria "incompreensível para 80% dos portugueses" e adiantou que Eduardo Ferro Rodrigues voltará a ser …

Há mais de 600 edifícios condenados à demolição (e trazem custos para o cidadão)

Nos últimos dez anos, centenas de construções de todo o país foram listadas para demolir. Destas, faltam destruir atualmente mais de 600, segundo um levantamento citado esta sexta-feira pelo Correio da Manhã. Questões de segurança, ilegalidades …

Nepotismo e "filé mignon". Bolsonaro admite beneficiar filho para cargo diplomático

O presidente brasileiro admitiu, na quinta-feira, que "pretende beneficiar" o terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, indicado para embaixador nos Estados Unidos, mas garantiu tratar-se apenas de uma estratégia de política externa. "Pretendo beneficiar um filho …

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …