Petição online força Coca-Cola a retirar ingrediente polémico

A Coca-Cola planeia retirar um ingrediente polémico de algumas das suas marcas de bebidas até ao fim deste ano, depois de uma petição lançada na internet por uma adolescente.

O óleo vegetal bromado, ou BVO, na sigla em inglês, pode ser encontrado em algumas bebidas produzidas pela companhia americana, como os refrigerantes Coca-Cola e Fanta ou o isotónico Powerade.

O BVO tem sido usado como um estabilizador em bebidas com sabor a fruta e ajuda a evitar que os outros ingredientes se separem durante o processo de fabricação.

Os receios acerca dos riscos do ingrediente para saúde estão relacionados com o brometo, uma substância também encontrada em retardadores de chamas.

Estudos médicos ligaram o consumo excessivo de refrigerantes contendo BVO a efeitos negativos para saúde, como perda de memória e problemas nos nervos e na pele.

O BVO foi retirado em 1970 da lista de ingredientes considerados “seguros” pela FDA, a Food and Drug Administration, o órgão de vigilância alimentar e farmacêutico dos Estados Unidos.

No entanto, as produtoras estão autorizadas a usar BVO nas suas bebidas até ao limite de 15 partes por milhão.

change.org

A jovem Sarah Kavanagh despoletou a eliminação de BVO em refrigerantes com uma petição online no Change.org

A jovem Sarah Kavanagh despoletou a eliminação de BVO em refrigerantes com uma petição online no Change.org

Pressão pública

O porta-voz da Coca-Cola, Josh Gold, destacou que a decisão da empresa em eliminar o BVO não estava ligada a medidas de segurança.

“Todas as nossas bebidas, incluídas aquelas com BVO, são seguras e sempre assim foram – em linha com as regulamentações dos países onde são vendidas”, afirmou Gold, em comunicado.

“A segurança e a qualidade dos nossos produtos é a nossa maior prioridade”, acrescentou.

A Coca-Cola afirmou que substituirá o composto por isobutirato de acetato de sacarose ou éster de glicerol de resina, que é normalmente encontrado nas chicletes.

A empresa afirma que dois sabores do seu isotónico Powerade – “ponche de frutas” e “limonada de morango” – já substituíram o BVO por éster de glicerol de resina de goma.

A decisão da Coca-Cola de remover o ingrediente de suas bebidas reflecte uma tentativa das fabricantes de bebidas de reconsiderar certas práticas devido à pressão pública.

A campanha contra o uso de BVO foi uma iniciativa da americana Sarah Kavanagh, uma adolescente do Estado americano do Mississippi, de apenas 15 anos, que questiona o motivo de a substância estar a ser usada em bebidas vocacionadas para desportistas.

Milhares de pessoas aderiram à petição criada pela jovem no site de petições Change.org.

O ano passado, a Pepsi, concorrente da Coca-Cola, já tinha retirado o componente do isotônico Gatorade.

Um porta-voz da Pepsi acrescentou que a empresa “tem trabalhado ativamente para retirar o BVO do resto de seu portfólio de produtos”.

A Pepsi usa ainda o ingrediente em bebidas como o refrigerante cítrico Mountain Dew e o energético Amp Energy.

ZAP / BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A Coca-cola cedeu e retirou o produto tóxico e potencialmente cancerígeno de suas bebidas.

    Mas o que poucos sabem e o que a mídia parece ignorar é que o BVO foi substituído por outro produto tóxico, o isobutirato de acetato de sacarose (SAIB), que em estudos mostrou aumentar o tamanho do fígado e elevar a atividade da fosfatase alcalina.

    http://www.noticiasnaturais.com/2014/05/coca-cola-e-pepsi-substituem-o-toxico-bvo-por-outro-produto-quimico-isobutirato-de-acetato-de-sacarose-saib/

  2. E o aspartame? Que é incrivelmente tóxico e para além de cancro causa vários outros problemas de saúde mas é usado como substituto do açúcar por ser incrivelmente barato?

    A várias décadas que estas empresas fazem uma luta contra o açúcar como se tratasse de perigo enorme para a saúde quando na verdade só o fazem para poder usar aspartame que lhes sai muito mais barato, na realidade o açúcar seria milhares de vezes menos prejudicial que o aspartame que lhe metem.

  3. E o acesulfame K, que também é cancerígeno? Á conta disso, deixei de beber bebidas “zero”. Prefiro beber a “normal”, embora, claro devido às quantidades monstruosas de açúcar que põem numa lata, bebo muito menos, quase nada mesmo. Opto pelo Ice tea Lipton que usa stevia como adoçante e à conta disso reduz imenso o nível de açúcar numa lata. Não seria possível estes “monstros industriais”, preocuparem-se um bocadinho com a saúde das pessoas? Tenho a certeza que a diminuição do lucro seria insignificante…

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …