Vieira da Silva admite período de transição nas reformas antecipadas

Mário Cruz / Lusa

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social garante que a mudança não será abrupta e que “as pessoas não verão goradas as suas expectativas”.

Vieira da Silva admitiu criar um período de transição no novo regime de reformas antecipadas, permitindo assim aos trabalhadores que começaram a descontar para a Segurança Social a partir dos 21 anos pedir a reforma antecipada com cortes.

A notícia foi adiantada pelo Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social esta quinta-feira à noite, na SIC, em resposta às críticas dos partidos que apoiam o Governo no Parlamento, incluindo do próprio PS, apanhados de surpresa pelas novas regras, adianta o jornal Público.

“Haverá um processo de transição em que os direitos dessas pessoas que não preenchem os novos requisitos de acesso à reforma antecipada se manterão, durante o tempo necessário”, garantiu, sem esclarecer durante quanto tempo essa possibilidade se manterá.

Não acredito em transições abruptas. Sempre que tenho trabalhado em mudanças no Ministério da Segurança Social, tento que haja um processo de transição que não vá contra as expectativas das pessoas. E assim acontecerá desta vez, as pessoas não verão goradas as suas expectativas”, afirmou o ministro.

Desta forma, quem quiser pedir a reforma antecipada mas não preencha os requisitos previstos no novo regime de flexibilização poderá fazê-lo, mas com as penalizações do fator de sustentabilidade e de 0,5% por cada mês que falte para a idade legal.

Vieira da Silva referiu-se ainda à posição do PCP e das centrais sindicais, que defendem que os trabalhadores deveriam poder reformar-se antecipadamente com 40 anos de carreira contributiva e 60 anos de idade sem qualquer penalização.

Assim, lembrou que “para que o sistema se mantivesse equilibrado era preciso elevar em cinco pontos percentuais as contribuições para a Segurança Social”. Ou seja, a Taxa Social Única paga pelas empresas e pelos trabalhadores teria de passar de 34,75% para 39,75%.

Na quarta-feira, Vieira da Silva anunciou que pretendia mudar o regime de antecipação da reforma na Segurança Social, limitando o acesso. No entanto, perante as críticas da esquerda, Vieira da Silva acabou por recuar, admitindo que haverá um período de transição.

Segundo o jornal, nenhum dos partidos que suporta o Governo, incluindo o PS, dizia ter tido conhecimento da intenção de reduzir o universo de trabalhadores que podem pedir acesso à reforma a reboque das mexidas para acabar com a penalização do fator de sustentabilidade, e pediram uma clarificação ao executivo, por não ser isso que leem no OE2019.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais impostos p/ quem? Não p/ os trabalhadores certamente. Quando vocês deitaram as mãos ao dinheiro q a SS tinha e o desviaram Não sabemos p/ ONDE (p/ os Portugueses trabalhadores é q não foi!!). LADRÕES.

RESPONDER

Tesouro viking que poderia reescrever a História foi roubado

Dois homens encontraram um tesouro viking avaliado em três milhões de libras (cerca de 3,5 milhões de euros) que podia fornecer novas informações sobre a criação de Inglaterra como um único reino. George Powell e Layton …

Menos uma estrela Michelin. Restaurante São Gabriel vai fechar

O restaurante São Gabriel, em Almancil, com uma estrela Michelin, vai encerrar, depois de ter sido vendido, anunciou através das redes sociais o seu chefe executivo, Leonel Pereira. Numa publicação na sua página do Facebook, o …

Há um mapa que revela os "labirintos" de Titã, a maior lua de Saturno

O primeiro mapa que mostra a geologia global da maior lua de Saturno, Titã, foi concluído e revela completamente um mundo dinâmico de dunas, lagos, planícies, cratera e outros terrenos. Titã é o único corpo planetário …

Cabify deixa de operar em Portugal a partir de 30 de novembro

A Cabify, que estava no mercado português desde 2016, vai deixar de operar em Portugal a partir do próximo dia 30 de novembro. "Queremos partilhar consigo que o próximo dia 30 de novembro será o nosso …

Presidente da federação russa de atletismo suspenso por obstruir investigação

O presidente da federação de atletismo da Rússia e outros seis elementos da federação foram, esta quinta-feira, suspensos, devido a irregularidades relacionadas com uma investigação antidoping. O presidente da federação de atletismo da Rússia, Dmitri Shliajtin, foi …

Avó e tios do bebé deixado no lixo estão a tentar a guarda da criança

O embaixador de Cabo Verde em Portugal explicou, esta sexta-feira, que a mãe e os irmãos da cabo-verdiana suspeita de abandonar o filho num ecoponto estão a tentar obter a guarda da criança por acreditarem …

Esta tecnologia de edição de genoma pode mudar o mundo (mas o seu criador tem receio disso)

A inovação de Kevin Esvelt tem potencial para ser usada tanto para o bem como para o mal. Os perigos que pode advir dela, deixam o biólogo reticente em relação a esta tecnologia, que também …

Governo quer "conciliação" entre tribunais criminais e de família em casos de violência doméstica

O Governo quer que os juízes de instrução possam determinar simultaneamente as medidas de coação a um agressor em contexto de violência doméstica e as medidas provisórias relativas às crianças, seja de promoção e proteção …

Sp. Braga critica autarquia por transmitir jogo do Flamengo em ecrã gigante

O Sporting de Braga acusou a Câmara Municipal de Braga de desrespeitar o clube e os seus adeptos por colaborar na organização da transmissão da final da Taça dos Libertadores de futebol, entre Flamengo e …

Hermínio Loureiro pede suspensão de mandatos na FPF e COP

Hermínio Loureiro pediu a suspensão dos mandatos de vice-presidente da FPF e do COP, esta sexta-feira, na sequência da acusação do Ministério Público na operação Ajuste Secreto. Numa carta enviada à FPF, a que a agência …