“Pequeno Trump”. Deputada do PSD acusa vice da bancada do PS de machismo

Carlos Pereira / Facebook

Carlos Pereira, líder do PS Madeira

Carlos Pereira, líder do PS Madeira

O vice-presidente da bancada do PS, Carlos Pereira, e a deputada do PSD, Rubina Berardo, ambos eleitos pela Madeira, desentenderam-se publicamente, devido a palavras escritas no Facebook.

Tudo começou depois de Rubina Berardo ter criticado a ausência de Carlos Pereira da audição à ex-ministra das Finanças do Governo PSD/CDS, Maria Luís Albuquerque, no Parlamento, no âmbito do caso das transferências para offshores.

A isto reagiu o deputado socialista, que é também líder do PS-Madeira, com um comentário no Facebook onde notava que as deputadas do PSD-Madeira sentem a sua falta “de forma muito calorosa”, conforme transcreve o jornal Público.

Carlos Pereira acabou, depois, por alterar a publicação, seis horas após a versão inicial, retirando a expressão “de forma muito calorosa”, conforme frisa o Público.

“Admito que possa ter – inadvertidamente – ofendido as pessoas em causa e todas as mulheres, por isso retiro as expressões que confrangeram a deputada”, acrescentou ainda, segundo o mesmo diário.

(dr) PSD Madeira

Rubina Berardo, PSD-Madeira

Rubina Berardo, PSD-Madeira

“Foi pior a emenda do que o soneto”, considera Rubina Berardo no Público, sublinhando que “não podemos estar a apregoar a igualdade de género e depois ter eleitos que tratam as colegas como se estivéssemos em 1950”.

A deputada madeirense acusa Carlos Pereira de ser um “pequeno Trump”, realçando que “quando escapa o argumentário político, o senhor deputado resvala para o comentário sexista”.

Carlos Pereira defende-se e diz que foi “mal interpretado” e que, “para não ofender ninguém”, rectificou a publicação no Facebook “quase de imediato”, cita o Público.

Não se pode confundir humor e sarcasmo com sexismo. Assim, estaríamos a colocar em causa todos os programas de humor em Portugal”, diz ainda o deputado socialista no jornal.

A reacção de Rubina Berardo no Facebook surgiu numa outra publicação, intitulada “Os homens que não devem estar na política”, onde a deputada e candidata do PSD à Câmara Municipal do Funchal se queixa do “nível baixíssimo” da publicação de Carlos Pereira e da sua “condescendência” perante as mulheres.

É revelador de um machismo datado que apouca o papel da mulher, a que subjaz uma conotação de género, a roçar o sexual, que não fica bem e é muito triste”, conclui a deputada.

Entretanto, o PS-Madeira veio esclarecer que Carlos Pereira não integra a Comissão que analisa as transferências para as offshores e que, à mesma hora em que Maria Luís Albuquerque foi recebida no Parlamento, ele estava “na audição aos secretários regionais da Economia e Turismo, da Madeira e dos Açores”, conforme cita o Funchal Notícias.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Esta não engana, é bate e foge ou seja provoca e depois nega-se e se a vitima reagir é machista. o suprasumo da feminista frustrada.

RESPONDER

Presidente da IPSS "O Sonho" constituído arguido

O presidente da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) ‘O Sonho’, em Setúbal, foi constituído arguido e ouvido esta sexta-feira na Polícia Judiciária de Setúbal, disse à agência Lusa o diretor daquela polícia, Vítor Paiva. Segundo …

Cirurgiões retiram o "maior tumor cerebral de sempre"

No passado dia 14 de fevereiro, cirurgiões indianos conseguiram remover o maior tumor cerebral de sempre. Santlal Pal, de 31 anos, vivia desde 2015 com um tumor de 1,8 quilos. Santlal Pal viu nos últimos anos …

Tripulantes da Ryanair marcam greve para 29 de março, 1 e 4 de abril

Os tripulantes de cabine da Ryanair exigem o cumprimento da legislação laboral e afirmam que a situação laboral na empresa é "insustentável". Os tripulantes de cabine da Ryanair anunciaram hoje que vão estar em greve nos …

Governador do Missouri detido por chantagear uma mulher

O governador do Estado do Missouri foi detido esta quinta-feira sob acusação de ter chantageado uma mulher com quem manteve um relacionamento extraconjugal em 2015. Eric Greitens foi libertado sem fiança, esta sexta-feira. Eric Greitens foi …

PJ de Setúbal faz buscas na IPSS "O Sonho"

A Polícia Judiciária está a realizar buscas à instituição particular de solidariedade social (IPSS) "O Sonho", em Setúbal, por suspeitas dos crimes de fraude na obtenção de subsídio, participação económica em negócio e peculato. "As buscas, …

À luz das regras europeias, despedimento coletivo pode abranger grávidas

Segundo o Tribunal de Justiça, as grávidas podem ser despedidas em caso de despedimento coletivo. Em Portugal, a entidade patronal deve comprovar que a demissão não está relacionada com a gravidez. O Tribunal de Justiça da …

Sindicatos falam em adesão de 68% à greve dos CTT

Os sindicatos afetos aos CTT afirmam que estão cerca de duas mil pessoas na manifestação contra a atual situação dos Correios, enquanto a polícia aponta para 1.500, disseram à Lusa os responsáveis no local. Os trabalhadores …

Adalberto Campos Fernandes

Concurso de médicos recém-especialistas publicado na próxima semana

O despacho com a abertura do concurso para a colocação dos médicos recém-especialistas nos hospitais, reclamado há meses por estes profissionais, será publicado na próxima semana, anunciou hoje o ministro da Saúde. Adalberto Campos Fernandes fez …

Benfica e Jorge Jesus chegam a acordo

O atual treinador do Sporting confirmou ter chegado a acordo com o Benfica, no processo em que os encarnados pediam 14 milhões de euros de indemnização na sequência da saída do técnico da Luz. "Quem chegou …

"Uma vergonha" diz a Ordem sobre decreto que permite aos engenheiros assinar projetos

O projeto de lei que permite aos engenheiros assinar projetos de arquitetura, aprovado esta quinta-feira no parlamento, é "um retrocesso e uma vergonha" para o vice-presidente da Ordem dos Arquitetos, Daniel Fortuna do Couto. Daniel Fortuna …