“Falta de confiança”. Pedro Rodrigues demite-se de coordenador da bancada do PSD em rutura com Rio

Pedro Rodrigues / Facebook

O deputado do PSD, Pedro Rodrigues

O deputado do PSD Pedro Rodrigues demitiu-se esta terça-feira do cargo de coordenador da bancada na Comissão de Trabalho e Segurança Social, invocando “falta de confiança” do presidente do partido e do grupo parlamentar, Rui Rio.

Numa carta a que a agência Lusa teve acesso – noticiada em primeira mão pelo semnário Expresso -, o ex-líder da Juventude Social Democrata lamentou que Rui Rio não tenha acertado com a equipa de coordenação desta comissão parlamentar “quer o sentido de voto em matérias fundamentais”, “quer o conteúdo e a oportunidade de iniciativas parlamentares nesse mesmo âmbito ou mesmo de debates parlamentares de especial relevância nas áreas da segurança social e do trabalho”.

“Embora discordando em diversos aspetos, não me cabe contestar ou colocar em causa o modo como V. Exa. estrutura o funcionamento e organização do Grupo Parlamentar para a qual tem toda a legitimidade, conferida pela eleição maioritária dos membros do Grupo Parlamentar”, refere.

Pedro Rodrigues critica ainda Rui Rio por “não se reunir e envolver devidamente o Grupo Parlamentar de forma a potenciar a energia, o talento e a criatividade” dos deputados do PSD “num momento histórico tão relevante” devido à pandemia de covid-19.

“Embora discordando, não me cabe pôr em causa o prolongado silêncio de V. Exa. relativamente a uma iniciativa que desenvolvi a propósito do referendo sobre a eutanásia, em obediência aos meus princípios, na sequência de deliberação do Congresso e na defesa dos valores de uma relevante componente do nosso eleitorado”, acrescenta ainda.

 

No entanto, o deputado considera não se poder “manter indiferente” à tomada de decisões em áreas da responsabilidade da comissão que coordena, de que diz apenas tomar conhecimento “pela comunicação social ou no momento em que as mesmas se materializam”.

“Apenas posso considerar que tal circunstância se deve à falta de confiança de V. Exa. no Coordenador dos Deputados da 10.ª Comissão. Nesse sentido, não me resta outra alternativa que não seja apresentar a minha demissão, com efeitos imediatos, das funções de Coordenador dos deputados do PSD na 10.ª Comissão”, informa, na carta dirigida a Rui Rio.

Contactado pela agência Lusa, Pedro Rodrigues escusou-se a prestar declarações.

Em fevereiro, o deputado enviou aos deputados da bancada social-democrata uma proposta de projeto de resolução de referendo sobre a eutanásia, considerando que, apesar de a Assembleia da República ter legitimidade para legislar sobre a eutanásia, “a generalidade dos partidos políticos”, incluindo o PSD, não tratou o tema nos seus programas na última campanha eleitoral – além de ter aprovado no seu Congresso uma moção temática a defender uma consulta popular.

No entanto, a iniciativa nunca chegou a ser debatida nas reuniões da bancada do PSD, que, entretanto, têm estado suspensas devido à pandemia de covid-19.

Na carta esta terça-feira enviada a Rui Rio, Pedro Rodrigues – que encabeçou na direção de Rio uma comissão para a reforma do sistema político e eleitoral, ainda sem conclusões – considera que o momento atual, pela crise sanitária, económica e social, “coloca exigências tremendas ao PSD e ao seu Grupo Parlamentar”.

“Exige que sejamos capazes de, em conjunto, desenvolver as nossas responsabilidades para com os portugueses e, em especial, para com o nosso eleitorado. Esse esforço deve ser desenvolvido com uma preocupação de coordenação e articulação constante entre a Direção do Grupo Parlamentar, os coordenadores dos deputados nas várias comissões e os deputados”, defende, dizendo ter aceitado com esse espírito o cargo na Comissão de Trabalho e Segurança Social.

Pedro Rodrigues apontou como “preocupante e incompreensível” que o coordenador de uma Comissão não seja envolvido na discussão e definição das posições do Grupo Parlamentar, “num momento especialmente crítico do ponto de vista social e em que as matérias relacionadas com a segurança social e do trabalho assumem uma centralidade no debate político e parlamentar”.

“Nesse sentido, decidi tomar esta difícil decisão para permitir que V. Exa. se sinta liberto para poder escolher para estas funções alguém com quem possa desenvolver a coordenação que considero indispensável ao bom funcionamento do Grupo Parlamentar e à afirmação do PSD como uma alternativa ao Partido Socialista”, justifica, manifestando disponibilidade para continuar a “servir os superiores interesses dos portugueses” na bancada social-democrata.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O deputado do PSD Pedro Rodrigues demitiu-se esta terça-feira do cargo de coordenador da bancada na Comissão de Trabalho e Segurança Social, invocando falta de confiança do presidente do partido e do grupo parlamentar, e demitir-se de deputado não? Demitir-se também de deputado só mostrava que era um homem sério ao contrário de muitos que não se demitem porque não sabem o que é trabalhar ou gerir uma empresa, e não me refiro só ao deputado Pedro Rodrigues há muitos Pedro Rodrigues de várias cores partidária.

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …